Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Alertas > Cuidados necessários ao fazer compras no Paraguai
Início do conteúdo da página

Cuidados necessários ao fazer compras no Paraguai

O Consulado-Geral do Brasil em Ciudad del Este, Paraguai, recebe frequentes relatos de brasileiros vítimas de golpes e fraudes ao visitar a cidade para fazer compras. Veja abaixo alguns lembretes úteis para sua próxima visita a Ciudad del Este:

  • Tome cuidado com seus pertences, como carteira, celular e câmera fotográfica, e ponha seu dinheiro em bolsos com zíper ou em "doleiras".  
  • Pesquise anteriormente as taxas de câmbio entre reais, dólares e guaranis e tenha em mente que as taxas praticadas no Paraguai muitas vezes são diferentes das taxas praticadas no Brasil. As casas de câmbio de Ciudad del Este geralmente publicam as taxas em telas ou painéis eletrônicos em suas entradas.  
  • Esteja atento para não receber notas falsas de dólar, real, peso ou guarani.  
  • Tome muito cuidado com guias ou agentes de compras, que geralmente abordam os turistas nas ruas com coletes caracterizados, como se atuassem em nome de marcas mundialmente conhecidas, e lhes oferecem estacionamentos e serviços de guia turístico. Há diversos relatos de brasileiros que foram vítimas de golpes em estabelecimentos para os quais foram levados por esses guias ou promotores.  
  • Há relatos de brasileiros sobre casos de extorsão praticados por agentes de estacionamento rotativo em Ciudad del Este. Se preferir viajar de carro, há em Foz do Iguaçu diversos estacionamentos nos bairros do Jardim Jupira e Vila Portes, contíguos à Ponte da Amizade. Porém, esteja alerta, pois recentemente jornais locais relatam casos de assaltos a pedestres nesses bairros de Foz do Iguaçu.  
  • Caso prefira deixar seu carro no hotel, há duas outras opções de transporte. Você poderá utilizar o serviço de taxi, tanto no Brasil para o trajeto de ida, quanto no Paraguai para a corrida de retorno a Foz do Iguaçu/PR.  
  • Além disso, a maioria dos hotéis em Foz do Iguaçu oferece o serviço de van para levar grupos pequenos de turistas que desejam fazer compras no Paraguai.  
  • Evite ao máximo usar cartão de crédito ou débito em suas compras. Use preferencialmente dinheiro vivo, em dólares, reais ou guaranis.
  • Se for imprescindível usar seu cartão de crédito ou débito, não perca seu cartão de vista dentro da loja. Peça ao vendedor para acompanhá-lo até a máquina usada para o débito, acompanhe o processamento da transação e preste muita atenção no valor a ser debitado, que geralmente é lançado na moeda local (guarani) e não em dólares ou reais.
  • Em caso de qualquer irregularidade ou conduta suspeita por parte do vendedor durante o uso de seu cartão de crédito ou débito, entre em contato imediatamente com sua operadora de cartão de crédito para se assegurar de que débitos indevidos ou duplicados não foram feitos em seu cartão.  
  • Lembre-se de que os valores de suas compras com cartão de crédito ou débito lançadas em guaranis geralmente sofrem duas conversões em sua fatura: de guaranis para dólares e de dólares para reais (pelas taxas de câmbio fixadas pelo banco ou pela operadora de seu cartão). Em razão das flutuações das taxas de câmbio, o valor final a ser pago em reais no momento da quitação da fatura poderá variar significativamente em relação ao valor estimado em reais no momento da compra.  
  • Antes de visitar Ciudad del Este, consulte amigos e familiares e pesquise online sobre quais lojas têm boas referências para a compra dos produtos que pretende adquirir. Evite fazer compras em lojas sem boas referências ou sugeridas por guias de compras nas ruas de Ciudad del Este.  
  • Pesquise, também, os preços dos produtos que pretende adquirir. Muitas lojas de Ciudad del Este possuem páginas na internet nas quais publicam listas completas dos preços de todas as suas mercadorias. Saber de antemão os preços médios dos produtos que pretende adquirir é importante para evitar golpes ou fraudes.  
  • Desconfie de vendedores que lhe oferecem preços muito inferiores aos preços que você encontrou em pesquisas prévias.  
  • Peça sempre nota fiscal e, no caso de compra com cartão de crédito ou débito, exija também o recibo da transação com cartão. Antes de sair da loja, confira com atenção a descrição da compra na nota fiscal e se o produto efetivamente adquirido corresponde em termos de marca, qualidade e modelo àquele oferecido no mostruário da loja.
  • No momento da retirada de suas mercadorias, confira uma a uma, abrindo suas embalagens se necessário, e, no caso de eletrônicos, peça para testá-los antes de sair da loja.  
  • Ao conferir suas mercadorias, preste especial atenção nos acessórios incluídos e nas especificações de certos aparelhos eletrônicos, como celulares e computadores. A entrega ao turista de aparelhos com acessórios faltantes ou especificações inferiores aos modelos efetivamente adquiridos é uma forma comum de fraude no comércio em Ciudad del Este.  
  • Se você identificar qualquer discrepância ou irregularidade ao conferir seu troco, sua nota fiscal ou sua mercadoria, chame imediatamente a atenção dos funcionários da loja para o ocorrido. Reclamações posteriores são dificilmente atendidas.  
  • Na compra de aparelho celular, é possível que o novo aparelho funcione em teste realizado com "chip" paraguaio, mas não possa ser utilizado depois no Brasil. Por isso, certifique-se de que o produto está programado para funcionar nas faixas de frequência das operadoras de telefonia brasileiras.  
  • Há oficiais da Polícia Turística circulando pelas ruas do centro comercial de Ciudad del Este. Além disso, a Polícia Turística mantém um escritório na Ruta Dr. Gaspar Rodríguez de Francia (na cabeceira paraguaia da Ponte da Amizade). Seu telefone é +595-61-502-715.  
  • Por fim, lembre-se que a cota de compras admitida pela Receita Federal do Brasil é de USD 300 (trezentos dólares) por pessoa. Compras acima desse limite devem ser declaradas na Ponte da Amizade, e o consumidor deve recolher o respectivo imposto de importação. 
Fim do conteúdo da página