Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Alertas > Ebola na República Democrática do Congo
Início do conteúdo da página

Ebola na República Democrática do Congo

O Ministério da Saúde da República Democrática do Congo (RDC) divulgou em 8 de maio comunicado pelo qual informa passar o país por nova epidemia de febre hemorrágica causada pelo vírus ebola. Trata-se do nono surto da doença registrado na RDC, onde o vírus causador da febre hemorrágica foi detectado pela primeira vez em 1976, nas proximidades do rio Ebola.

De acordo com as autoridades RD congolesas, até o momento foram identificados 21 casos de febre com sinais hemorrágicos que resultaram em 17 óbitos na localidade de Bikoro, província do Equador, noroeste do país. Exames laboratoriais confirmaram a presença do vírus ebola, variação "Zaire", em duas das amostras analisadas. Apesar de Bikoro estar localizada relativamente próxima a Kinshasa (cerca de 500 km em linha reta), não há estradas que conectem aquela localidade à capital, sendo o único acesso possível por meio de pequenas embarcações. O aeroporto mais próximo a Bikoro encontra-se a duas horas de carro, na cidade de Mbandaka, capital provincial. Nesse sentido, como verificado por ocasião das outras epidemias registradas no noroeste da RDC, as autoridades locais esperam que esta também seja contida em sua área de manifestação original.

Em que pese o isolamento geográfico da região afetada, o governo brasileiro recomenda que se evitem viagens à cidade de Mbandaka e arredores, até que a epidemia esteja totalmente sob controle.

Fim do conteúdo da página