Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Alertas > Surto de dengue nas Ilhas Marshall
Início do conteúdo da página

Surto de dengue nas Ilhas Marshall

O governo das Ilhas Marshall declarou "estado de emergência de saúde", resultante de surto de dengue no país. A decisão decorreu da confirmação de 20 casos de dengue tipo 3 (dentre 634 registros prováveis), nas ilhas de Ebeye e Majuro, bem como pela alta vulnerabilidade do arquipélago a doenças infecciosas, seja pela diminuta população de 53.000 residentes, seja pelo deficitário sistema de saúde em atóis isolados.

Autoridades locais demonstram preocupação pela disseminada presença no país dos mosquitos vetores da doença, "Aedes aegypti" e "Aedes albopictus". Além disso, surto de dengue tipo 4 havido em 2011 atingiu mais de 1.600 pessoas, 3% de seus habitantes.

As recomendações básicas de proteção incluem a preferência por locais climatizados, protegidos com telas apropriadas, isolamento de compartimentos para evitar a circulação de mosquitos no interior das instalações; uso de repelentes específicos para a pele e o vestuário, nos horários de maior risco entre o pôr do sol e o amanhecer; uso de calças compridas e camisas de mangas compridas.

Os sintomas da dengue incluem febre repentina de 2 a 7 dias, mais dois dos seguintes sintomas: dor de cabeça, fraqueza corporal, dores articulares e musculares, dor atrás dos olhos, perda de apetite, vômitos, diarreia e erupções cutâneas.

Fim do conteúdo da página