Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Alertas > Terremoto e risco de tsunami em Bali, Gili e Lombok
Início do conteúdo da página

Terremoto e risco de tsunami em Bali, Gili e Lombok

A Agência Nacional de Mitigação de Desastres da Indonésia (BNPB) registrou, às 18h46 do dia 5 de agosto de 2018, terremoto de aproximadamente 7 graus na escala Richter, com epicentro na região norte da ilha de Lombok, em Nusa Tenggara. O terremoto, que devastou alguns prédios na cidade de Mataram, não teve potencial para causar tsunamis, mas há estimativas, até o momento, de 14 tremores secundários.

Um deles, ocorrido no noroeste da ilha, provocou alerta de tsunami de baixa proporção. As autoridades de segurança indonésias reportaram ser possível que novos abalos ocorridos em leito marítimo gerem novos alertas de tsunami, que poderiam afetar a ilha de Lombok, sobretudo sua porção norte (áreas de Mangsit, Pamenang e do Parque Nacional do Monte Rinjani), as ilhas Gili, a região noroeste de Bali (Amlapura, Kubu, Gretek, Tedjakula e Singaraja) e o extremo leste de Java.

AOS CIDADÃOS BRASILEIROS QUE ESTEJAM NAS REGIÕES AFETADAS

A BNPB aconselhou que pessoas nas regiões afetadas fiquem atentas às recomendações de segurança, que incluem permanecer em locais elevados e distantes das praias, além de rever as rotas de evacuação já traçadas. A Agência Nacional de Mitigação de Desastres permanece divulgando periodicamente instruções de segurança em https://www.bnpb.go.id e faz atualizações via twitter na conta @BNPB_Indonesia. O acompanhamento da situação pode ainda ser feito, em inglês, pelo site do Ministério dos Assuntos Estrangeiros da Indonésia, por meio do endereço https:www.kemlu.go.id/en.

Além das recomendações das autoridades de segurança, devem, ainda, ser observadas as seguintes orientações gerais da área consular do Ministério das Relações Exteriores do Brasil para ocorrência de terremotos, conforme listado a seguir:

  • Apague qualquer fonte de chama (fogão, gás, aquecedores elétricos e à querosene, ferros elétricos etc.)
  • Se estiver em uma residência, 1) não corra para ruas ou lugares abertos, 2) abra as portas e janelas para evitar que empenem ou impeçam sua saída em caso de emergência; 3) procure se abrigar embaixo de uma mesa ou local seguro; e 4) esteja preparado para evacuar a área e ir para as "áreas seguras" (abrigos) de cada bairro, levando consigo documentos, dinheiro, lanterna, água potável, comida, roupas de baixo, toalhas e kit de primeiros socorros;
  • Se estiver em hotéis, restaurantes, cinemas, teatros, lojas de departamento e supermercados, não utilize os elevadores, mantenha a calma, e evacue a área seguindo as instruções do pessoal local que indicará a área segura;
  • Se estiver na rua, procure proteger a cabeça da queda de objetos e, principalmente, de cacos; evite ficar perto de postes e procure uma área aberta;
  • Se estiver em um veículo, procure parar o carro imediatamente, busque informações e, caso haja necessidade de evacuação, feche as janelas, deixe a chave no contato e a porta destravada (não deixe objetos de valor dentro do veículo).

Passado o tremor, se houver feridos, deve-se pedir auxílio aos corpos de socorro e evitar ficar perto de postes, cabos elétricos ou árvores, usando o telefone somente em casos de emergência. Os números de emergência da Indonésia são:

Polícia: 110
Corpo de bombeiros: 113
Ambulância: 118

Em razão dos tremores e do risco de tsunamis, o aeroporto de Praya, em Lombok, e serviços de ferry podem sofrer interrupções, com cancelamentos e atrasos consideráveis. A prioridade das equipes de segurança, pelas primeiras 36 horas, refere-se ao resgate de vítimas, e estima-se que a situação possa ser normalizada de 48 a 72 horas.

AOS CIDADÃOS BRASILEIROS QUE ESTEJAM PROCURANDO NOTÍCIAS DE AMIGOS OU FAMILIARES NAS REGIÕES AFETADAS

Em decorrência dos tremores, tem sido registrada alguma dificuldade de comunicação com algumas localidades de Lombok e Gili, devido à falta de energia e/ou ao fato de a rede de comunicações naquelas áreas não estar operacional. Por isso, é possível que cidadãos brasileiros tenham dificuldade em contatar, num primeiro momento, seus amigos ou familiares. Recomenda-se, de toda forma, que a Embaixada seja informada sobre todo cidadão brasileiro nas áreas afetadas, especialmente se estiver ocorrendo falhas na comunicação.

Cidadãos que procurem notícias de amigos ou parentes na região de Bali, Lombok e Gili poderão contatar a Embaixada por meio das informações de contato disponíveis em http://jacarta.itamaraty.gov.b/pt-br/telefones_e_e-mails.xml.

Fim do conteúdo da página