Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Grécia

Alertas para este país

Trata-se de alerta que exige algum grau de cautela. Os efeitos ou consequências da situação descrita no alerta ainda podem ser sentidos, em grau variável, por brasileiros que se encontrem no país.
Febre do Nilo Ocidental26/09/2018Grécia
Trata-se de alerta que exige pouca cautela. Muitas vezes, refere-se a uma situação já solucionada ou superada, que muito provavelmente não trará maiores efeitos ou consequências para brasileiros que estejam no país. Algum grau de alerta, no entanto, é sempre necessário.
Controle de movimentações financeiras na Grécia 29/06/2015Grécia

Informações básicas

Capital Atenas
Língua Grego
Moeda Euro
Validade do passaporte Deve ter validade superior a 3 meses quando da saída do Espaço Schengen
Página do passaporte em branco Uma página é necessária
Visto de turista necessário Favor consultar a tabela disponível na seção Vistos.
Vacinações Nenhuma vacina especifica é necessária
Restrições de moeda para entrar Não há
Restrições de moeda para sair Máximo 10.000 euros ou equivalentes

Recomendações de viagem

A recomendação de viagem do Ministério das Relações Exteriores considera o contexto de infraestrutura, segurança e saúde, bem como a situação geral do país escolhido como destino, avaliando os riscos potenciais de uma viagem a cidadãos brasileiros.

 

X

Viajar com precauções normais de segurança

 

Viajar com grau moderado de cautela

 

Viajar com alto grau de cautela

 

Evitar viagens não-essenciais  

 

Não viajar

 

Não há, na Grécia, avisos específicos ou situações que demandem grande atenção por parte dos viajantes brasileiros, mas algum grau de cautela é sempre necessário ao viajar, independentemente do destino escolhido. Cidadãos brasileiros devem viajar à Grécia com precauções normais de segurança. Para maiores informações, recomenda-se a cuidadosa leitura dos tópicos desta página. 

Cidadãos brasileiros devem ter sempre as informações de contato da Embaixada do Brasil em Atenas, que, se necessário, poderá prestar assistência consular a nacionais na Grécia.        

A depender da natureza de sua solicitação, a melhor opção poderá ser entrar em contato com sua família, amigos, companhia aérea, agente de viagem, operador de turismo, empregador ou seguro de viagem em primeiro lugar. Os Postos com serviço consular estão a disposição para auxiliar em casos de maior complexidade. Acesse o Portal Consular para saber o que uma Repartição Consular pode ou não pode fazer por você.

Para assuntos graves e de natureza jurídica, recomenda-se entrar em contato, inicialmente, com as autoridades de polícia e/ou de saúde locais, a partir dos dados de contato informados nos tópicos “Segurança” e “Saúde” do Portal Consular. Caso necessário, a Rede Consular do Brasil poderá ser contatada.   

Para solicitações fora do horário de expediente e casos de comprovada emergência, o plantão consular da Embaixada ou Consulado do Brasil poderá ser acionado. Contate a página Emergências do Portal Consular para maiores informações.

Rede Consular do Brasil

Recomenda-se que cidadãos brasileiros portem relação com os números de telefone da Embaixada e/ou do Consulado instalado na região em que pretende transitar ou permanecer. A assistência consular é um direito reconhecido por tratados internacionais, e o cidadão estrangeiro deve sempre exigir das autoridades locais a oportunidade de comunicar-se com Representação Diplomática de seu país. O Itamaraty recorda que a assistência consular prestada ao cidadão brasileiro é isenta de custos, embora não exista previsão legal para o custeio de despesas com, por exemplo, advogados e tratamento médico/hospitalar.

 

Embaixada do Brasil em Atenas

Endereço Brazilian Embassy in Athens, Greece 23, Vassilissis Sophias Ave 106 74 Athens Greece

Telefone: (+30) 210 721 30 39 /   (+30) 210 723 44 50

Plantão Consular: 693 6921673 (SOMENTE PARA EMERGÊNCIAS)

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Site da Repartição: http://atenas.itamaraty.gov.br/

 

Para saber o que uma Embaixada ou Consulado brasileiro pode e não pode fazer por você, clique aqui.

Em caso de morte de cidadão brasileiro no exterior, acidentes, inadmissões e demais emergências consulares, clique aqui.

Em caso de dúvidas, clique aqui.

Consulados Honorários do Brasil

Consulado Honorário do Brasil em Tessalônica

Titular: Polytimi Bakatselou

Endereço:

Telefone:

Email:

 

Consulado Honorário do Brasil em Pireu

Titular: Ioannis Lyras

Endereço: Vassileos Gergiou A, nr. 21 - Código Postal 18532-Pireu

Telefone: (+30) 210-4124444

Site da Repartição: http://www.ioannislyras.gr/

Comunidade brasileira e principais destinos

Principais destinos   

A Comunidade brasileira está concentrada basicamente nas cidades de Atenas, Salônica e Pireu, com grande afluência de turistas nas ilhas situadas nos Mares Egeu e Jônico. Nas cidades de Salônica e Pireu existem Consulados Honorários brasileiros.

Entrada

O conteúdo a seguir está sujeito a mudanças e pode não ter as informações completas que assegurem a entrada no país escolhido. Para mais informações, recomenda-se a leitura completa das páginas do Portal Consular, incluindo os alertas migratórios e a seção Vistos. Recomenda-se, ainda, que, antes de viajar, cidadãos brasileiros contatem uma Embaixada ou Consulado do país escolhido como destino para certificar-se dos requisitos de visto e entrada e permanência.

Inadmissões de cidadãos brasileiros

A prerrogativa de cada país de determinar quem pode ou não entrar em seu território é decisão soberana de cada Estado. O Governo do Brasil não poderá intervir a favor de cidadãos brasileiros não admitidos por não terem cumprido os requerimentos de entrada.

O Ministério das Relações Exteriores tem mantido contatos sistemáticos com autoridades estrangeiras, no sentido de sensibilizá-las sobre a necessidade de adoção de critérios claros na política de controle migratório, de maneira a serem evitados comportamentos que possam ser interpretados como discriminatórios ou que atentem contra a dignidade e moralidade dos indivíduos.

Recomenda-se a leitura da seção Inadmissões/deportações de cidadãos brasileiros para mais informações.

Febre amarela          

A febre amarela é considerada endêmica no Brasil. Por isso, alguns países podem exigir de cidadãos brasileiros comprovante de vacinação contra a doença. Mais informações sobre o assunto e outras vacinas eventualmente necessárias podem ser encontradas no tópico Saúde do viajante.

Visto  

Favor consultar a tabela disponível na seção Vistos.

Requisitos de entrada

São requisitos básicos para entrada e permanência na Grécia:

a) Passagens de ida-e-volta

b) A partir de 19 de julho de 2013, entraram em vigor novas normas européias referentes a todos os nacionais de terceiros-países, entre os quais brasileiros, para ingresso no espaço europeu. Segundo tais normativas, o passaporte do viajante deverá ter, no mínimo, três meses de validade após a planejada data de partida do território europeu. Ainda segundo essas novas regras, o passaporte deverá ter sido emitido nos últimos dez anos. Portanto, antes de viajar, verifique a validade de seu documento de viagem para evitar problemas ao ingressar no Espaço europeu;

c) Comprovar a posse de recursos para manter-se durante a estada, seja por apresentação de cartão de crédito, ou dinheiro em espécie na quantia equivalente a 50 euros diários multiplicados pelos dias que permanecerá na Europa;

d) Carta-convite da pessoa ou entidade que o hospedará com tradução para o idioma do país de entrada ou reserva paga de hotel;

e) cartão de vacina contra febre amarela atualizado

f) Antes de embarcar para qualquer viagem internacional seja ela para turismo, educação, estágio, trabalho ou permanência por tempo determinado, é aconselhável que seja contratado um seguro de viagem para a tranquilidade e comodidade de sua estada no país. O seguro-viagem proporciona assistência médica em caso de doença ou acidente, cobertura de gastos com medicamentos e serviços odontológicos, indenização suplementar à da companhia aérea por perda de bagagem, ajuda em caso de perda de documentos, serviços de localização e identificação de bagagens, auxílio em problemas jurídicos e até traslados do corpo, em caso de morte.

Acordo de Schengen           

O país faz parte do chamado Espaço Schengen, área criada por convenção entre países europeus na qual não há controles fronteiriços ou alfandegários. Assim, cidadãos brasileiros que desejam circular entre os países do Acordo de Schengen não precisarão apresentar passaportes nas fronteiras. Ressalta-se, no entanto, que o controle fronteiriço de cada país é prerrogativa unicamente das autoridades locais, que poderão adotar as medidas que julgarem necessárias para controlar a circulação de pessoas em seus territórios. Mais informações poderão ser obtidas no Alerta migratório – Espaço Schengen.

Vacinação     

As autoridades sanitárias gregas não exigem comprovação de vacina para ingresso em seu território. É, porém, recomendado que o turista que tenha que se vacinar, não deixe de fazê-lo com alguma antecedência em relação à viagem, pois as vacinas requerem um período para surtirem efeito e podem causar reação e mal-estar durante sua estada no país.

Requisitos de entrada         

Recomenda-se aos visitantes que viajem preparados para provar condição de turista ou qualquer outra que precise, eventualmente, declarar às autoridades migratórias. Constituem os requisitos básicos para entrada e permanência na Grécia: posse de passaporte válido; cartão de vacina contra febre amarela atualizado; bilhete de passagem de ida e volta; reserva de hotel ou carta-convite da pessoa que o hospedará, com tradução para o idioma do país de entrada, e comprovação de posse de recursos para manter-se durante sua estada, seja por apresentação de cartão de crédito, ou dinheiro em espécie na quantia equivalente a 50 euros diários multiplicado pelos dias que permanecerá na Europa.

Porte de dinheiro     

Cidadãos brasileiros em viagem ao país que estejam portando mais de 10.000 euros ou equivalente devem declarar a quantia. Dinheiro não declarado pode ser confiscado na ocasião da partida, e cidadãos poderão ser processados pelas autoridades locais.

Dupla nacionalidade           

O país permite a dupla nacionalidade. Destaca-se, no entanto, que, no Brasil, nacionais devem entrar e sair portando passaporte brasileiro. Assim, cidadãos com dupla nacionalidade devem viajar necessariamente com o passaporte brasileiro. Mais informações estão disponíveis no aviso Brasileiros com dupla nacionalidade.

Entrada de menores             

Em esforços para prevenir sequestro internacional de menores, alguns Governos estrangeiros começaram a verificar o status de menores em pontos de entrada do país. Essas verificações frequentemente incluem exigência de documentos que comprovem a relação do menor com a pessoa que o estiver acompanhando e autorização de viagem,  por escrito,  do genitor ausente. Caso um dos genitores tenha falecido, é necessário portar cópia do certificado de óbito. Para mais informações, pode-se acessar a página Viagem de menores brasileiros ao exterior.

Entrada de animais domésticos     

Paras as normas sobre a entrada de animais domésticos, ver o seguinte link: http://www.mfa.gr/usa/en/services/services-for-greeks/pets-animals.html. Recomenda-se, ainda, a leitura das instruções existentes no site do Ministério da Agricultura: http:www.agricultura.gov.br/animal/animais-de-companhia

Saída de menores     

Menores com dupla nacionalidade brasileira e grega, viajando acompanhados por apenas um dos genitores, por terceiros ou desacompanhados necessitarão de autorização de viagem para deixar o território grego. Na Grécia, esta autorização deve ser feita mediante o preenchimento do documento "Ypefthini Dilosi - Declaração de Responsabilidade da Lei n. 1599/86", que pode ser impresso gratuitamente na internet <<http:www.entypa.info/genika/55-ypeyuynh-dhlvsh.html>> ou adquirido em bancas de jornal ou papelarias. O reconhecimento de firma do(s) genitor(es) deverá ser feito no KEP (Centro de Atendimento ao Cidadão) ou em Delegacias de Polícia.

No caso de menores que tenham somente a nacionalidade brasileira e estejam viajando com apenas um dos genitores, com terceiros ou desacompanhados, é necessária autorização de viagem emitida no país de residência permanente, acompanhada da tradução oficial para o inglês ou grego. A autorização de viagem, independentemente do país onde for emitida, deverá ser assinada pelos dois genitores quando o menor brasileiro estiver saindo do território grego desacompanhado ou acompanhado por terceiros, e também pelo genitor ausente, quando o menor brasileiro estiver saindo do território grego acompanhado por apenas um dos genitores.

Permanência

Imigração irregular

Assistência consular é prestada a todos os cidadãos brasileiros no exterior, independentemente de sua situação migratória. No entanto, o Governo brasileiro recomenda fortemente que nacionais do Brasil no exterior busquem sempre estar em situação migratória regular. A legislação de determinados países pode punir a imigração irregular de maneiras severas, prevendo multas de valor expressivo e, em alguns casos, detenção. Recomenda-se, nesse sentido, a leitura detalhada das informações publicadas na seção Imigrar para outros países.

Estudantes brasileiros no exterior  

Cidadãos que pretendem viajar ao exterior para estudar devem atentar-se à necessidade de planejar cuidadosamente sua estadia, especialmente se for a primeira vez que realizam viagem internacional. Devem solicitar visto à Embaixada do país com a devida antecedência; pesquisar e conhecer a realidade do país e da cidade onde pretendem estudar, em particular sobre seu sistema de ensino; conhecer os costumes locais; ter domínio do  idioma do ensino e verificar antes com as autoridades competentes do Ministério da Educação do Brasil e das universidades federais sobre os procedimentos para efetuar a revalidação de seus estudos e diplomas no Brasil. Antes de viajar, recomenda-se anotar os números de contato da Embaixada ou Consulado do Brasil mais próximo, em caso de necessidade, e efetuar sua matrícula consular na Representação brasileira, para que possa entrar em contato em caso de emergências.  Se tiver de usar medicamentos para condição de saúde ou enfermidade, deve-se verificar se a receita médica será válida no país de estudo ou quais seriam as exigências para receber receita médica no local. Mais informações estão disponíveis na seção Estudar em outros países.

Trabalhar no exterior           

Modelos, jogadores/técnicos de futebol e outros profissionais brasileiros que pretendem trabalhar no exterior devem ler cuidadosamente a cartilha Orientações para o Trabalho no Exterior, elaborada para ajudar cidadãos brasileiros que pretendem trabalhar no exterior. Recomenda-se vivamente que a leitura seja feita antes da assinatura de qualquer contrato de trabalho com clube, empresa ou representação estrangeira.

Registro de estrangeiros     

Não há necessidade de tomar nenhuma providência particular junto a órgãos oficiais gregos ou brasileiros ao chegar à Grécia.

Permanência na Grécia       

Sugere-se consulta à "Cartilha do Brasileiro na Grécia", disponível no website da Embaixada http://atenas.itamaraty.gov.br/pt-br/cartilha_do_brasileiro_na_grecia_.xml, para maiores detalhes.

Segurança

Crimes, com diferentes graus de violência, ocorrem em qualquer lugar do mundo. Durante viagens ao exterior, cidadãos brasileiros devem permanecer atentos e ter sempre cautela, independentemente do destino escolhido. A maior parte dos crimes não violentos, como furtos e roubos, pode ser evitada tomando-se precauções normais de segurança, com atenção redobrada a pertences pessoais e a movimentações estranhas em lugares públicos, por exemplo. Em caso de ocorrência de crimes com vítimas, cidadãos brasileiros devem contatar imediatamente as autoridades policiais locais e a  Embaixada ou Repartição consular do Brasil mais próxima. Para mais informações, pode-se acessar a informação Segurança do viajante.

Perda de documentos brasileiros    

No exterior, cidadãos brasileiros devem ter sempre o máximo de cuidado com seu passaporte brasileiro e seguir todas as orientações escritas nas páginas do documento de viagem. Durante a viagem, recomenda-se manter cópia autenticada de documento de identidade e de certidão de nascimento, além de cópia simples do passaporte em local seguro. A posse dessas cópias facilitará a emissão de novo passaporte, em caso de perda ou furto dos documentos originais. Cidadãos que estejam em retorno ao Brasil podem solicitar Autorização de Retorno ao Brasil (ARB), cuja emissão é mais rápida e mais barata que um novo passaporte, sob determinadas condições. Em caso de dúvidas, recomenda-se a leitura das informações da seção Perda de documentos brasileiros no exterior e, para saber sobre emissão de documentos brasileiros no exterior, pode-se consultar a página Emissão de documentos no exterior.

Vítimas de crimes     

Providências que o cidadão brasileiro deve tomar caso seja vítima de algum crime:

a) consultar um médico, se necessário;

b) dirigir-se imediatamente à autoridade policial mais próxima e registrar boletim de ocorrência, com as seguintes informações: data, local e hora do incidente, perdas materiais e lesões corporais da agressão ou crime (fornecendo todos os elementos úteis ao inquérito); descrição física do autor, tipo e cores de vestimenta, sinais particulares, modelo, cor e número de placa do automóvel, se for o caso;

c) informar Representação diplomática ou Repartição consular do Brasil sobre sua situação.

Segurança pública   

Nota-se, diante da crise econômica pela qual passa o país, aumento da criminalidade nos últimos anos na cidade de Atenas, ainda que os índices de crimes violentos sejam relativamente baixos, principalmente se comparados aos grandes centros urbanos brasileiros. Recomenda-se, assim, certos cuidados nos deslocamentos em território grego, sobretudo em Atenas, nas proximidades dos principais pontos turísticos e ruas comerciais centrais, bem como nos locais de acesso aos meios de transportes públicos.

Manifestações populares    

As manifestações políticas públicas, em áreas centrais, são frequentes na Grécia, intensificadas nos últimos anos pela crise econômica. A presença de grupos radicais, inclusive xenófobos, em algumas dessas manifestações pode levar a situações de insegurança, com confronto com forças policiais e depredações. Recomenda-se que o turista mantenha-se afastado desses eventos e certifique-se, com antecedência, sobre a operacionalidade dos sistemas públicos de transporte. Ainda que os protestos sejam pacíficos, recomenda-se que cidadãos brasileiros evitem áreas com registro de manifestações, já que esse tipo de atividade pode escalar para conflitos em caso de confrontação com autoridades policiais locais.

Instituições fraudulentas

Recomenda-se aos brasileiros que planejam viajar ao país para estudar que se informem sobre a situação das instituições de ensino escolhidas. Antes de viajar, cidadãos brasileiros devem checar as informações sobre idoneidade das instituições e verificar aquelas credenciadas junto ao Governo local.

Terremotos   

A Grécia sofre abalos sísmicos. A maioria é de baixa intensidade, sem maiores consequências. No entanto, no caso de ocorrência de terremotos, pede-se que as pessoas procurem manter a calma e não corram, afastem-se das janelas de vidro, posicionem-se ao lado de colunas ou das quinas das paredes se estiverem dentro de casas ou prédios, procurem abaixar-se e proteger a cabeça, por exemplo, sob mesas ou sob vãos de portas.

Passado o tremor, se houver feridos, deve-se pedir auxílio aos corpos de socorro, ligar o rádio para ouvir as recomendações das autoridades, evitar ficar perto de postes, cabos elétricos ou árvores, seguir rotas de evacuação e procurar usar o telefone somente em casos de emergência.

Para informações suplementares sobre como proceder em situação de terremotos, acesse o link direcionado à Cartilha do Brasileiro na Grécia (disponível no sítio eletrônico da Embaixada): http://atenas.itamaraty.gov.br/pt-br/cartilha_do_brasileiro_na_grecia_.xml.

Tsunamis

A baixa altitude das ilhas torna sensível a subida do nível do mar. Além disso, há riscos de tsunamis no país. Recomenda-se que cidadãos brasileiros permaneçam atentos aos comunicados emitidos pelas agências locais de meteorologia e sismologia quanto à incidência de desastres naturais. Em caso de ocorrência de tsunamis, cidadãos brasileiros devem seguir cuidadosamente as orientações de segurança das autoridades locais contatando, sempre que possível, alguma Embaixada ou Consulado do Brasil, que avaliará a possibilidade de evacuação. 

Vulcões

As autoridades avisarão com antecedência caso detectem atividade vulcânica com potencial de risco para a população. Deve-se seguir as recomendações caso haja alertas. Em caso de erupção, as autoridades também darão instruções. Havendo evacuação de alguma área, não se deve voltar ao local, mesmo depois de passada a erupção, até que haja autorização das autoridades locais para tanto. 

Assédio sexual e crimes contra a mulher  

Denúncias de assédio sexual são raras, mas podem ocorrer em qualquer país, independentemente do destino escolhido. Mulheres devem evitar andar sozinhas pelo país, especialmente durante a noite e/ou em áreas isoladas.

 Para casos de violência contra a mulher, o Ministério das Relações Exteriores, a Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM) e o Ministério da Justiça lançaram o "Disque 180 Internacional", para atendimento telefônico gratuito e confidencial às brasileiras vítimas de violência no exterior, que poderão ligar para 900 990 055 (Embratel), selecionar a opção 3 e, em seguida, solicitar à atendente que conecte com o número 61-3799.0180. A chamada será atendida pela central de atendimento da SPM em Brasília e encaminhada, para as providências cabíveis, para a Rede Consular brasileira, serviços de assistência e acolhimento no exterior ou para a Polícia Federal, a depender da solicitação recebida.

Mais informações estão disponíveis no aviso Mulheres em viagens ao exterior.

Tráfico de pessoas   

A polícia brasileira, em cooperação com autoridades policiais de outros países e da INTERPOL, segue investigando casos de tráfico de mulheres envolvendo nacionais do Brasil. O Governo brasileiro preparou uma cartilha sobre o tema, para a difusão de informação sobre esse tipo de crime, com o intuito de prevenir potenciais vítimas. Mais informações podem ser encontradas no Guia de Atuação no Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.

Contatos importantes

Número europeu de emergência (urgências policiais, medicais e de incêndio) -112

Emergência Polícia -100

EKAB Serviço de ambulância -166

Corpo de Bombeiros -199

Delegacia de Polícia- Call center -1033

Polícia Marítima -108

Serviços Especiais da Polícia (terrorismo) -1014

Agência Florestal -191

Emergências de hospitais e farmácias -14944 /1434

Informações Médicas (em inglês e grego) -210 8983146

Centro de Intoxicações -210 7793777

Polícia Turística -171

Polícia de Trânsito de Atenas -210 52184000

Emergências médicas (Medical

Emergency help line) -210 7460000

SOS DOCTOR -1016

Saúde

A situação geral de saúde em outros países pode ser bem diferente daquela do Brasil. Cidadãos estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita em grande número de países. Recomenda-se vivamente que viajantes brasileiros sempre contratem seguro internacional de saúde adequado, mesmo que tal documento não seja exigido pelas autoridades migratórias locais. O Ministério das Relações Exteriores não poderá se responsabilizar por despesas médicas de brasileiros no exterior.

Antes de viajar, nacionais brasileiros devem certificar-se de sua saúde física, tomando as vacinas indicadas para o destino escolhido. Vacinas contra difteria, tétano, hepatite B, sarampo, caxumba, rubéola e tuberculose são recomendadas para todo tipo de viagem. Em caso de dúvidas, o Ministério da Saúde poderá ser consultado.

Para obter informações sobre surtos de doenças infecciosas no exterior, é importante consultar o sítio da Organização Mundial da Saúde (OMS), que contém dados detalhados sobre a situação específica de saúde de cada país.

Ao retornar de países com ocorrência de endemias, quaisquer sintomas devem ser imediatamente comunicados às autoridades de saúde brasileiras.

Falecimento de cidadão brasileiro

Na infeliz ocorrência de falecimento de cidadão brasileiro no exterior, Repartições consulares do Brasil permanecerão à disposição para prestar a assistência cabível aos familiares. Recomenda-se que a família do cidadão brasileiro falecido contate a Embaixada ou o Consulado da jurisdição para orientações, por meio dos telefones regulares ou, se for o caso, do celular de plantão. Cabe aos familiares do falecido custear as despesas de traslado dos restos mortais ao Brasil, se for o caso. Mais informações estão disponíveis na seção Emergências.

Vacinação     

As autoridades sanitárias gregas não exigem comprovação de vacina para ingresso em seu território. É, porém, recomendado que o turista que tenha que se vacinar, não deixe de fazê-lo com alguma antecedência em relação à viagem, pois as vacinas requerem um período para surtirem efeito e podem causar reação e mal-estar durante sua estada no país.

Contatos importantes          

Andreas Syngkros (Dermatologia) 5 Dragoumi, Athens - tel.

+30 210-726 5000, +30 210-726 5100

MITERA SA (Maternidade) - 6 Erythrou Stavrou Street, Marousi, Athens -tel.: +30 210-686 9000

ERRIKOS DYNAN - 107 Mesogion, Athens - tel. +30 210-697 2000

EVANGELISMOS - 45-47 Ipsilantou, Athens - tel. +30 210-720 1000

HYGEIA HOSPITAL - 4 Erythrou Stavrou & Kifisias Av., Marousi, Athens -Tel: +30 210-686 7000

IATRIKO KENTRO ATHINON - Distomou Street, Marousi - Tel: +30 210-619 8100

PAEDON, PAN & AGLAIAS KYRIAKOU (Infantil) Thivon & Livadias sts, Goudi -tel.: +30 210 -772 6000

PAEDON, AGIA SOFIA (Infantil) Thivon & Papadiamantopoulou sts, Goudi -tel.: +30 210-746 7000

ONASIO (Cardiológico) 356 Syngrou, Kallithea - tel.: +30 210-949 3000

HOSPITAIS PSIQUIÁTRICOS

Athens Psychiatric clinic - 360 Athinon, Haidari - tel.: +30 210-538 8899

Children's Psychiatric clinic - Crossroads, Rafina 190 09 tel.: +30 22940 77777

CLÍNICOS E ESPECIALISTAS QUE ATENDEM A COMUNIDADE BRASILEIRA

MÉDICOS

Ioannis Lyras (57 Vas. Sofias - Atenas; Tel. +30 2107219600)

Nicolaos Papoudos (60 Vas. Othonos - Kifissia - Atenas; Tel. +30 210-8013324)

DENTISTAS

Dr. Eleanna Stoufi (19, Alexandrou Soutsou - Atenas; Tel. +30 210-3626300)

Sra. Márcia Maria Fagundes Papoudos (60 Vas. Othonos - Kifissia 145 61 - Atenas; Tel. +30 210-8013324)

HOSPITAIS NAS DEMAIS CIDADES IMPORTANTES DA GRÉCIA

PIREU:

-Hospital Guenikó Kratikó Nikea: Rua Mandouvalou, 3, Nikea -Tel. +30 2132077000

SALÔNICA:

-Hospital Ypokrátio: Rua Konstantinopoleos, 49, Tel. +30 2313 312000

-Hospital Papanikolau

CRETA/IRAKLEON:

-Hospital Guenikó & Panepistimiako: Av. Knosou - Tel. +30 2813 408000/2810 392111

CORFU:

- Hospital Guenikó Kerkyras, Lugar de Kondokali Kerkyras - Tel. +30 26613 60400

MYKONOS:

-Centro de Saúde (Cidade) - Tel. +30 22890 23994

RHODES:

-Hospital Guenikó, Lugar de Aghios Apostoli - Tel. +30 22410 80000

Transportes

Infraestrutura de transportes         

A infraestrutura de transportes rodoviário, aéreo, ferroviário e marítimo, bem como de transportes públicos, de táxis e de aluguel de veículos pode ser bem diferente no destino escolhido, quando comparada à infraestrutura do Brasil, especialmente em regiões inóspitas. Antes de viajar, recomenda-se leitura detalhada das informações sobre meios de transporte no país escolhido, procurando, se necessário, dados adicionais. Em caso de dúvidas, a Embaixada ou Representação consular do Brasil poderá ser contatada. Outras informações podem ser obtidas, ainda, na página Carteira de Habilitação do Portal Consular.

Transporte aéreo

O Aeroporto Internacional "Eleftherios Venizelos", em Atenas, está situado a 33 km do centro da cidade, com ligações de ônibus expresso, trem e metrô ao centro da cidade. Tanto Salônica como várias ilhas são servidas por aeroportos.

As principais companhias aéreas da Grécia são : Aegean Airlines, Aeroland Airways, Air Miles, AirSea Lines, Aviator Airways, EuroAir, GainJet Aviation, Gee Bee Air, Hellas Jet, Hellenic, Imperial Airways, Hellenic Star Airways, InterJet, K2 SmartJets, Mediterranean Air Freight, Olympic Airlines, Olympic Aviation, Sky Express,Ver-Avia.

Adverte-se que ocorrem, com frequência, greves e manifestações de protesto, que podem causar perturbações nos transportes públicos, incluindo o aéreo, com impacto para dentro e fora da Grécia.

Transporte ferroviário

Há ligações ferroviárias para todo o território continental. No entanto, em um esforço para tornar a Greek Railways rentável, a TRAINOSE desativou várias rotas, principalmente as internacionais.

Transporte marítimo

Os principais portos da Grécia para transporte de passageiros são: Aegina, Antirrio, Corfu, Heraklion (Creta), Igoumenitsa, Keramoti, Kyllini, Mykonos, Paloukia (Salamis), Paros, Patras, Perama, Piraeus, Rafina, Rio, Rodes, Souda Bay (Creta), Thasos, Thira (Santorini), Tinos, Zakynthos, etc.

Adverte-se que ocorrem, com frequência, greves e manifestações de protesto, que podem causar perturbações nos transportes públicos, incluindo o marítimo, com impacto para dentro e fora da Grécia.

Transporte público

O metrô de Atenas tem 3 linhas. Linha 1 (linha verde - Kifisia - Piraeus) entrou em operação em 1869, tornando-se o segundo mais antigo sistema de metrô do mundo, depois do metro de Londres. As linhas 2 (linha vermelha) Anthoupoli – Eliniko) e 3 (linha azul - Aeroporto - Douk. Plakentias - Aghia Marina), inauguradas em 2000, aumentaram a sua difusão devido à diminuição do tempo de locomoção na cidade, limpeza e segurança.  O metrô de Atenas conecta-se a marcos importantes da capital grega, como a Acrópole, o aeroporto de Atenas, o porto de Pireu, a Estação Ferroviária Central e o Estádio Olímpico. Todas as estações são acessíveis a pessoas com deficiência. Horário de funcionamento é de 5:30-00:30 h, e toda sexta-feira e sábado à noite as linhas 2 e 3 funcionam até 02:30 h.

O moderno sistema de bondes liga o centro da cidade à orla marítima sul da cidade e possui 3 linhas: Linha 1 « Syntagma - SEF » centro de Atenas ao Estádio da Paz e Amizade; Linha 2 « Syntagma - Voula » centro de Atenas ao bairro de Voula; e Linha 3 « Voula - SEF » Estádio da Paz e Amizade ao bairro de Voula pela zona costeira. Horário de funcionamento é 5:30 -01:00 h. Às sextas-feiras e sábados, opera aproximadamente entre 05h30 - 02h30 h.

Ônibus KTEL são redes de ônibus com base em cada prefeitura/ilha da Grécia de propriedade privada e muitas vezes são os meios mais acessíveis e convenientes de transporte intermunicipal, embora a qualidade do serviço possa variar. Informações detalhadas sobre rotas, horários, tarifas de bilhetes e informações práticas podem ser encontradas no site livingingreece.gr .

Taxis  

Sempre que utilize um táxi exija ao motorista que ligue o taxímetro e evite que o taxista admita mais passageiros, prática corrente na Grécia. Os taxis em Atenas são baratos se comparados às grandes capitais europeias e circulam em abundância. Muitos taxistas, no entanto, não falam inglês. Em seus deslocamentos, o turista deve optar por meios de transporte seguros: usar os serviços de táxis com agendamento por telefone ou os táxis recomendados pelos principais hotéis, evitando tomar taxis avulsos.

Transporte rodoviário          

A Grécia tem o privilégio de estar em uma fascinante encruzilhada entre continentes e culturas. Sua vasta rede de estradas, constantemente ampliada e melhorada, liga o país à região dos Balcãs, na Europa, bem como à Ásia, pela fronteira com a Turquia. Outro caminho para se chegar à Grécia seria via a Itália (ou Turquia), por meio de um dos muitos serviços existentes de ferryboats. Os pontos de passagem fronteiriços para se entrar na Grécia por estrada, a partir dos países vizinhos, são os seguintes: dos Balcãs (Exochi Drama, para a Bulgária; Evzones Kilkis, para Macedônia/FYROM; Kakavia na Prefeitura de Ioannina, para a Albânia; e Kipoi Evrou, para a Turquia).

Se comparado a outras cidades europeias, o trânsito em Atenas pode ser considerado relativamente denso. Os deslocamentos, a depender do horário, são demorados em razão da particular configuração viária da cidade, com ruas estreitas e poucas avenidas arteriais. Nas demais cidades gregas a situação é semelhante, principalmente nas cidades históricas, cujo patrimônio arqueológico impede o estabelecimento de rede viária que dê fluxo satisfatório ao trânsito. A Grécia é bem servida de auto-estradas, ainda que nem sempre o deslocamento se dê de maneira rápida, devido ao relevo tipicamente montanhoso. Vale ter presente que menores de 14 anos não poderão estar acomodados nos assentos dianteiros de automóveis.

Os principais eixos rodoviários na Grécia estão listados abaixo, seguidos do número rodoviário na Europa:         
Atenas- Salônica (E 75)

Atenas - Corinto (E 94)

Corinto Patras (E 65)

Corinto-Trípoli Kalamata (E 65)

Patras-Pyrgos-Oly MPIA (E 55)

Salônica-Kavala-Alexandroupoli (E 90)

Igoumenitsa-Alexandroupoli (Egnatia Odos auto-estrada)

Chania-Agios Nikolaos (Creta E 75)

Na Grécia, dirige-se do lado esquerdo e as normas de condução e ultrapassagem são praticamente as mesmas do Brasil. A Grécia tem o maior índice de acidentes de trânsito da Europa; muitos condutores tendem a ignorar os sinais de trânsito, inclusive o semáforo vermelho. É aconselhável evitar deslocamentos em Atenas nas horas de grande movimento, momento em que o trânsito fica bastante denso.

Ainda na capital grega, assinala-se a existência de um sistema de rodízio de automóveis (no centro histórico da cidade), de acordo com a placa do veículo. Em dias alternados, somente e´ permitida a circulação de veículos emplacados com números pares, e vice-versa.

Auto-estradas: Na Grécia, as principais rodovias expressas conectam Atenas com Salônica (Thesaloniki) e Atenas com Patras e Tripoli (Peloponeso). As outras rodovias tendem a ser secundárias. Como a Grécia é um país montanhoso, as estradas tendem a ser sinuosas e há bastante incidência de ventos. Por tais motivos, recomenda-se sempre muito cuidado ao dirigir.

Direito de Passagem: Os veículos que entram em um cruzamento pelo lado direito normalmente têm a preferência.

Estacionamento: Nas principais cidades gregas o estacionamento na rua é muito restrito. A melhor solução é estacionar em estacionamentos públicos ou de hotel, pois deixar o automóvel em locais proibidos pode resultar no cancelamento e retirada de sua placa.

 Combustível: A maioria dos postos de gasolina está aberta de 7:00h às 19:00h e aceita cartões de crédito A gasolina regular sem chumbo tem um índice de octanagem de 95; a octanagem do combustível "super" é de 100. Os automóveis movidos a diesel também são permitidos na Grécia.

  Sinais de Trânsito: Os sinais de trânsito são relativamente fáceis de se entender, já que não contém texto e são semelhantes aos sinais internacionais.

 Limites de velocidade:

Área Automóveis Motocicletas

Vias expressas 120 km/h 90 km/h

Vias urbanas 110 km/h 70 km/h

Estradas de mão dupla 120 km/h 90 km/h

Áreas urbanas 0 km/h 40 km/h

Fora das áreas urbanas 110 km/h 70 km/h

Pedágios

Na Grécia há duas auto-estradas com pedágios. Uma vai desde Atenas até o Peloponeso, e a outra vai de Atenas a Salônica) Thessaloniki. O valor do pedágio variará de acordo com o trajeto.

Carteira de Habilitação 

Tanto a habilitação internacional quanto a carteira da União Européia são aceitas na Grécia.

Aluguel de veículos  

É preciso ser maior de 21 anos para poder alugar um carro (dependendo da categoria), e ter tido a habilitação por, pelo menos, 1 ano. O Seguro contra terceiros é obrigatório, assim como seguro contra incêndio. Ambos estão incluídos em todos os carros de aluguel.

Multas

A idade mínima para dirigir na Grécia é de 18 anos. O uso de cinto de segurança é obrigatório para todos os passageiros acomodados nos assentos dianteiros, bem como para qualquer criança (inclusive nos assentos traseiros). A idade mínima permitida para uma criança andar no banco da frente é de 14 anos.

Motociclismo

É obrigatório o uso de capacete para dirigir uma motocicleta na Grécia. Esteja sempre atento(a) aos limites de velocidade. Convém ter presente o risco de acidentes motivados, dentre outros motivos, pelo elevado número de motocicletas na estrada. Apesar de ser corrente ver motociclistas conduzirem sem o uso do capacete, o uso do mesmo é exigido por lei. Assegure-se de que pode atravessar em segurança uma rua, mesmo que o semáforo esteja verde.

Contatos importantes

Polícia 100

Bombeiros 199

Ambulância 166

Emergência 112

Informações adicionais        

DrivingAbroad About.com

GreekLandscapes.com

The Ellada Site

Autoeurope

Hellas Guide

Wonderfull Greece

Infraestrutura turística

Orientações gerais    

Ao planejar suas viagens, cidadãos brasileiros devem estar cientes de orientações básicas, válidas para todo tipo de viagem ao exterior, independentemente do país escolhido como destino. Recomenda-se, assim, a leitura cuidadosa das informações disponíveis em Orientações gerais para quem vai viajar ao exterior.

Bancos

Bancos estrangeiros com operação no Brasil operam, também, no país. Destaca-se, na Grécia, o HSBC.

Ligações internacionais       

Pelo plano Brasil Direto, a Embratel oferece a possibilidade de que cidadãos brasileiros possam ligar para um número telefônico no Brasil a partir de telefone público, fixo ou celular no exterior. As ligações são pagas somente a partir do Brasil. Em caso de dúvidas, é possível contatar um telefonista da Embratel, que atende em português. Para mais informações sobre o plano Brasil Direto, inclusive sobre países de abrangência e valores, consulte o portal da Embratel, em http://portal.embratel.com.br/fazum21/brasil-direto/numeros-de-acesso/.

Comunicação e idiomas      

O idioma oficial da Grécia é o grego. Em Atenas, é possível, na maior parte das situações, comunicar-se em inglês.

Opções de comércio

Atenas é bem servida no que se refere ao comércio. Embora o horário de funcionamento varie conforme a área de atuação, tamanho e localização, a maior parte das lojas e supermercados não funcionam aos domingos.

Costumes locais e legislações específicas

Legislação local         

Durante sua estadia em outro país, cidadãos brasileiros estão sujeitos às leis locais, ainda que elas sejam bem diferentes da legislação do Brasil. Viajantes que desobedeçam às leis locais podem ser multados, processados ou presos. Recomenda-se que, antes de viajar, cidadãos brasileiros estudem a legislação e os costumes do destino escolhido, contatando, se necessário, a Embaixada ou Repartição consular do Brasil no exterior, em caso de dúvidas sobre questões pontuais.        

Questões de gênero   

Normas legais e/ou religiosas que regulam o direito das mulheres podem variar consideravelmente de país a país. Cidadãs brasileiras podem encontrar, em outros países, realidade completamente diferente daquela do Brasil. Recomenda-se que mulheres em viagens ao exterior leiam  detalhadamente as informações da página Mulheres em viagens ao exterior

Prisão de cidadão brasileiro             

Em caso de prisões envolvendo cidadãos brasileiros, os detidos têm o direito de contatar agentes consulares do Brasil para pedir assistência. Nesses casos, nacionais devem sempre requisitar às autoridades policiais locais que comuniquem a situação à Embaixada ou Repartição consular brasileira o mais rápido possível. O Posto esclarecerá ao brasileiro detido quais são seus direitos no país e prestará apoio para que sua integridade física e psicológica seja respeitada. Para mais informações, deve-se acessar a página Detenção no exterior. Em casos de detenção por tráfico de drogas, recomenda-se, ainda, a leitura do guia Detenção por tráfico de drogas no exterior.

Identificação 

Pela lei local, todos os cidadãos estrangeiros no país devem portar documento de identificação. Assim, recomenda-se que cidadãos brasileiros portem, a todo momento,  cópia do passaporte brasileiro, deixando o original em local seguro, para evitar perdas ou furtos.  Autoridades policiais podem requisitar, a qualquer momento, prova de identificação. Nessas ocasiões, cidadãos que não tenham em mãos documento de identidade estão sujeitos a multas, possíveis interrogatórios e, em casos mais graves, até detenção.

Particularidades culturais  

Não há particularidades culturais que possam levar a situações constrangedoras ou de risco para brasileiros.

Sincretismo cultural            

A Grécia recebeu um grande número de imigrantes a partir do início da década de 1990. A maioria deles de países vizinhos. A partir de 2006, o número de estrangeiros em um total estimado de 11.148.533 de pessoas era de 695.979, ou 6,24%. Os principais grupos étnicos são: gregos, albaneses, búlgaros, romenos, ucranianos, paquistaneses, russos, georgianos e hindus.

Tolerância religiosa

A Igreja Ortodoxa possui grande poder e influência no país. Não há separação entre o Estado e a Igreja. Embora garanta liberdade religiosa, a Constituição grega reconhece que a religião ortodoxa é a fé predominante no país e o proselitismo de outras religiões é desestimulado.

A principal minoria religiosa do país é a dos muçulmanos, que representam cerca de 1,3% da população e é integrada basicamente por pessoas de origem turca (da região da Trácia) e imigrantes econômicos, como albaneses e paquistaneses.

Tolerância LGBT    

A grande influência da Igreja Ortodoxa na vida política da Grécia tem dificultado o reconhecimento de uniões e/ou casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Para mais informações, recomenda-se a leitura cuidadosa do aviso LGBT em viagens ao exterior.

Portadores de necessidades especiais ou com mobilidade reduzida

O acesso para pessoas com deficiência em Atenas é possível nos principais pontos turísticos. Todas as estações de metro têm elevadores nas plataformas, o que torna o metro um mais acessíveis na Europa. Os desafios para as pessoas com deficiência em Atenas referem-se principalmente à existencia de muitas áreas com pedras, a natureza montanhosa da cidade e ao traçado irregular de muitas de suas calçadas.

Seguem o nome de algumas instituições de apoio para pessoas com deficiência visual: Centro de Educação e Reabilitação de Cegos ( CERB ) , Confederação Nacional das Pessoas com Deficiência ( E.S.A.meA ), Federação Nacional dos Cegos ( EOT ), Farol para Cegos Grécia, Associação Pan-helênico para Cegos ( P.S.T ) e Retinopatia União Nacional (PEO )

De acordo com a legislação local, as pessoas com deficiência ou com deficiência visual têm o direito de serem acompanhadas por um cão de serviço em instalações públicas, serviços, áreas de reunião pública e nos meios de transporte públicos. A mesma política se aplica para instalações particulares e serviços. Os cães de serviço têm permissão para entrar em áreas públicas de mercados de alimentos e lojas de licor, desde que os animais atendam às exigências da lei de saúde pública, e que tanto o usuário quanto o animal estejam devidamente documentados e acessíveis a quaisquer verificações de suas condições. Para obter mais informações ou assistência adicional, recomenda-se telefonar para o número 011-30-66932414189 do “Geek of Service Dogs”. 

Para mais informações, recomenda-se a leitura da página Pessoas com deficiência em viagens ao exterior.

Entorpecentes          

A legislação grega relacionada com a posse e a comercialização de drogas é significativamente mais rígida que a brasileira, incluindo prisão perpétua e aplicação de multas vultosas.

Penalidades que destoam das leis brasileiras

A Constituição Federal brasileira de 1988 proíbe a pena de morte (em tempos de paz), prisão perpétua, banimento, trabalhos forçados e quaisquer outras penalidades consideradas cruéis. Nessa linha, o Brasil é membro do Protocolo da Convenção Americana de Direitos Humanos para a Abolição da Pena de Morte (ratificado em 13 de agosto de 1996).

No ordenamento jurídico interno de outros países, as penalidades previstas podem ser bem distintas daquelas permitidas no Brasil. Recorda-se  que cidadãos brasileiros em viagem ao exterior estarão sujeitos às leis do país em que se encontram, podendo ser condenados, inclusive, a penas proibidas no Brasil. 

Não existem penalidades que destoam do ordenamento jurídico brasileiro na Grécia.

Informações adicionais

IMPORTANTE: A relação de fontes para leitura adicional é meramente indicativa. O Itamaraty não se responsabiliza pelo conteúdo do material indicado.

 

Sugere-se consultar a "Cartilha do Brasileiro na Grécia" disponível aqui.

 

Recomenda-se leitura da seção Guia de países para verificar se há mais informações sobre o destino escolhido.

 

Para informações sobre as relações diplomáticas do Brasil com a Grécia clique aqui.

Fim do conteúdo da página