Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Seu destino > Liechtenstein
Início do conteúdo da página

Liechtenstein

Alertas para este país

Sem alertas para este país.

Informações básicas

Capital Vaduz
Língua Alemão
Moeda Franco Suíço
Validade do passaporte Deve ter validade superior a 3 meses quando da saída do espaço Schengen
Página do passaporte em branco Uma página é necessária
Visto de turista necessário Favor consultar a tabela disponível na seção Vistos.
Vacinações Nenhuma vacina é necessária
Restrições de moeda para entrar Valor mínimo de 10.000 euros
Restrições de moeda para sair Valor mínimo de 10.000 euros

Recomendações de viagem

A recomendação de viagem do Ministério das Relações Exteriores considera o contexto de infraestrutura, segurança e saúde, bem como a situação geral do país escolhido como destino, avaliando os riscos potenciais de uma viagem a cidadãos brasileiros.

 

X

Viajar com precauções normais de segurança

 

Viajar com grau moderado de cautela

 

Viajar com alto grau de cautela

 

Evitar viagens não-essenciais  

 

Não viajar

 

Não há, em Liechtenstein, avisos específicos ou situações que demandem grande atenção por parte dos viajantes brasileiros, mas algum grau de cautela é sempre necessário ao viajar, independentemente do destino escolhido. Cidadãos brasileiros devem viajar a Liechtenstein com precauções normais de segurança. Para maiores informações, recomenda-se a cuidadosa leitura dos tópicos desta página.

Não há Representação diplomática do Brasil em Liechtenstein, e cidadãos brasileiros devem ter sempre as informações de contato do Consulado-Geral do Brasil em Zurique, que, se necessário, poderá prestar assistência consular a nacionais em Liechtenstein.         

A depender da natureza de sua solicitação, a melhor opção poderá ser entrar em contato com sua família, amigos, companhia aérea, agente de viagem, operador de turismo, empregador ou seguro de viagem em primeiro lugar. Os Postos com serviço consular estão a disposição para auxiliar em casos de maior complexidade. Acesse o Portal Consular para saber o que uma Repartição Consular pode ou não pode fazer por você.

Para assuntos graves e de natureza jurídica, recomenda-se entrar em contato, inicialmente, com as autoridades de polícia e/ou de saúde locais, a partir dos dados de contato informados nos tópicos "Segurança" e "Saúde" do Portal Consular. Caso necessário, a Rede Consular do Brasil poderá ser contatada.

Para solicitações fora do horário de expediente e casos de comprovada emergência, o plantão consular da Embaixada ou Consulado do Brasil poderá ser acionado. Contate a página Emergências do Portal Consular para maiores informações.

Rede Consular do Brasil

Recomenda-se que cidadãos brasileiros portem relação com os números de telefone da Embaixada e/ou do Consulado instalado na região em que pretende transitar ou permanecer. A assistência consular é um direito reconhecido por tratados internacionais, e o cidadão estrangeiro deve sempre exigir das autoridades locais a oportunidade de comunicar-se com Representação Diplomática de seu país. O Itamaraty recorda que a assistência consular prestada ao cidadão brasileiro é isenta de custos, embora não exista previsão legal para o custeio de despesas com, por exemplo, advogados e tratamento médico/hospitalar.

 

Consulado Geral do Brasil em Zurique

Endereço: Stampfenbachstrasse 138, 8006 Zürich - Schweiz.

Telefone: 00 41 44 206 9020/30

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Site da Repartição: http://zurique.itamaraty.gov.br/

 

Para saber o que uma Embaixada ou Consulado brasileiro pode e não pode fazer por você, clique aqui.

Em caso de morte de cidadão brasileiro no exterior, acidentes, inadmissões e demais emergências consulares, clique aqui.

Em caso de dúvidas, clique aqui.

Consulados Honorários do Brasil

Não há Consulado Honorário no país.

Comunidade brasileira e principais destinos

Comunidade brasileira

Estima-se em 1.000 indivíduos o número de integrantes da comunidade brasileira radicada no Principado. Trata-se de comunidade coesa e ativa que fundou em 2013 a associação "Verein - Casa Brasil".

Principais destinos

A principal cidade é a capital Vaduz, com 5.229 habitantes, seguida pelos outros 10 municípios ou comunas, a saber: Schaan, Triesen, Balzers, Eschen, Triesenberg, Planken, Mauren, Gamprin, Ruggell e Schellenberg.

Entrada

O conteúdo a seguir está sujeito a mudanças e pode não ter as informações completas que assegurem a entrada no país escolhido. Para mais informações, recomenda-se a leitura completa das páginas do Portal Consular, incluindo os alertas migratórios e a seção Vistos. Recomenda-se, ainda, que, antes de viajar, cidadãos brasileiros contatem uma Embaixada ou Consulado do país escolhido como destino para certificar-se dos requisitos de visto e entrada e permanência.

Inadmissões de cidadãos brasileiros

A prerrogativa de cada país de determinar quem pode ou não entrar em seu território é decisão soberana de cada Estado. O Governo do Brasil não poderá intervir a favor de cidadãos brasileiros não admitidos por não terem cumprido os requerimentos de entrada.

O Ministério das Relações Exteriores tem mantido contatos sistemáticos com autoridades estrangeiras, no sentido de sensibilizá-las sobre a necessidade de adoção de critérios claros na política de controle migratório, de maneira a serem evitados comportamentos que possam ser interpretados como discriminatórios ou que atentem contra a dignidade e moralidade dos indivíduos.

Recomenda-se a leitura da seção Inadmissões/deportações de cidadãos brasileiros para mais informações.

Febre amarela          

A febre amarela é considerada endêmica no Brasil. Por isso, alguns países podem exigir de cidadãos brasileiros comprovante de vacinação contra a doença. Mais informações sobre o assunto e outras vacinas eventualmente necessárias podem ser encontradas no tópico Saúde do viajante.

Visto  

Favor consultar a tabela disponível na seção Vistos.

Viagens a trabalho   

Para viagens de negócio, faz-se necessário visto, por até 90 dias.       

Requisitos de entrada           

No guichê de controle de chegada ao Espaço Schengen (vôo direto para a Suíça, já que o Liechtenstein não tem aeroporto internacional) as autoridades imigratórias poderão exigir os seguintes documentos:

a) Passaporte válido por pelo menos 3 meses após a saída planejada de Schengen e emitido há menos de 10 anos (data da primeira emissão do passaporte).
b) Passagem de ida-e-volta dentro de 90 dias.
c) Comprovante de recursos financeiros (cartão de crédito internacional, cheques de viagem, dinheiro em moeda corrente no país).
d) Reserva de hotel ou carta-convite (em inglês ou alemão) da pessoa residente no Principado, quando se tratar de uma visita a convite.          
Se além da Suíça e do Liechtenstein, a viagem incluir escala em algum outro país do Espaço Schengen, será imprescindível certificar-se de que o outro país não possui exigências adicionais para cidadãos brasileiros. Informações a este respeito serão fornecidas pelas Repartições Consulares do país em questão.    

Espaço Schengen     

Embora o Principado do Liechtenstein seja parte integrante do Espaço Schengen, a decisão sobre admissão, estada e saída de seu território é prerrogativa das autoridades imigratórias locais. Mais informações poderão ser obtidas no Alerta migratório – Espaço Schengen.

Carta-convite

O cidadão brasileiro deverá trazer consigo, mesmo para viagens de turismo ou negócio, carta-convite assinada pela  pessoa residente no Principado do Liechtenstein na casa da  qual ficará hospedado ou pela empresa e/ou instituição que  patrocinar sua vinda ao Principado. A carta-convite deverá ser escrita na língua alemã. Não há modelo específico para a  carta-convite, mas ela deverá conter obrigatoriamente as  seguintes informações:

a) Declaração do anfitrião residente no Principado de que o viajante é seu convidado redigida em alemão e datada;

b) Nome completo, números de telefone e endereço completo doanfitrião no Liechtenstein;

c) Nome completo, números de telefone e endereço completo do hóspede convidado;

d) Assinatura do anfitrião residente no Liechtenstein.

A carta-convite pode incluir também informações sobre:

e) Que o residente no Liechtenstein pretende providenciar a alimentação e acomodação do viajante;

f) Motivo da visita.

Entrada de menores de idade

Menores de idade deverão viajar munidos de passaporte válido, não bastando apenas a certidão de nascimento. Menores de idade que viajem acompanhados de apenas um dos  pais ou de terceiro (s) deverão estar munidos de "autorização  de viagem" assinada pelo pai ou pela mãe ausente ou por  ambos, com reconhecimento da firma em cartório.

Seguro-saúde

Os cidadãos brasileiros deverão viajar para o Liechtenstein munidos de seguro contra acidentes e de assistência médico-hospitalar, válido durante todo o período da estada. A  cobertura mínima do seguro recomendada é EUR 30.000 euros, a exemplo da Suíça, e deverá cobrir custos de repatriação por razões médicas, tratamento médico de urgência, hospitalização e traslado do corpo em casos de óbito. O cidadão brasileiro deve precaver-se contra seguros mais baratos, que podem  oferecer apólices que não cobrem os custos mencionados. Mais informações sobre o assunto podem ser encontradas no tópico Saúde do viajante.

Vacinação

Não há exigência específica de vacinas obrigatórias para turistas viajarem ao Principado. Para informações pormenorizadas e atualizadas sobre vacinas, o turista deverá dirigir-se ao Departamento de Saúde do Principado "Amt für Gesunddheit" (no sítio eletrônico http : // llv . li / # / 1908 /amt - fur gesundheit) ou às Representações Diplomáticas e Consulares suíças, que representam os  interesse do Liechtenstein.

Entrevistas

No momento da entrevista com as autoridades de fronteira, recomenda-se postura tranquila e séria, evitando postura excessivamente informal. É importante que o viajante brasileiro não conte com gestões ou facilidades proporcionadas pelo agente de imigração. Nesse sentido, recomenda-se que o cidadão brasileiro viaje com todos os documentos e provas de sua estadia impressos, e não na dependência de poder obtê-las por via eletrônica, já que não contará com um computador nem internet, nem mesmo com a possibilidade de buscar tais documentos na bagagem despachada.

Informações alfandegárias

Entre o Principado de Liechtenstein e a Suíça não há barreiras alfandegárias, sendo as regras unificadas. Desta forma, deverão ser seguidas as regras suíças especificadas a seguir: 

Ao passar pelos controles alfandegários nos aeroportos ou nas fronteiras, os turistas brasileiros deverão apresentar, quando exigido, os documentos de viagem válidos (passaportes) e declarar espontaneamente todas as mercadorias e animais que estiverem transportando.

As pessoas que nada têm a declarar devem utilizar a fila com sinalização verde. Em caso de dúvida, é aconselhável declarar. Se a entrada no país for feita por veículo, em caso de  declaração, a regra é colocar formulário de declaração  visível no painel de veículo.

Os bens de uso pessoal e, no caso de veículos, o combustível para uso do próprio veículo não são tributáveis. As demais  mercadorias transportadas poderão ser taxadas a partir do valor de CHF 300,00, com base no Imposto sobre Valor Agregado  (TVA). Bebidas alcóolicas são taxadas a CHF 15,00 por litro, cigarros e charutos, a CHF 0,25 por unidade e outros produtos  de tabaco manufaturados, a CHF 0,10 por grama.     

Restrições alfandegárias

Devem ser seguidas as mesmas regras para a Confederação Suíça. É proibida e entrada de dinheiro em espécie, moedas estrangeiras ou em cheques, ações ou obrigações com valor  igual ou superior a CHF 10.000,00. São, igualmente proibidos,  produtos alimentícios de origem animal ou vegetal não provenientes do Espaço Schengen, produtos diretos ou  derivados de animais e plantas sob ameaça de extinção, substâncias entorpecentes, mercadorias falsificadas, bens culturais ou artísticos, joias e relógios de alto valor, medicamentos que não sejam para uso pessoal com receita médica, plantas e detectores de radar.

Entrada de animais domésticos

Se cidadãos brasileiros desejarem viajar animais de estimação viagens de turismo ou negócio, deverão submeter-se às determinações do Governo do Principado de Liechtenstein, análogas às da Suíça.

Animais de estimação, a exemplo de cães  e gatos, deverão ter certificação de identidade legível, por  meio de microchip ou tatuagem, com comprovação de vacina  contra a raiva com validade de no mínimo 30 dias antes da  viagem ou no máximo obtida há 12 meses. 

O Instituto Pasteur em São Paulo é o único laboratório do Brasil reconhecido pelos Estados Schengen para tais fins. Caso deseje levar o seu animal de estimação para a Suíça, o Liechtenstein ou a Europa, todas as vacinas e testes precisam ser realizados naquela instituição:

Instituto Pasteur

Avenida Paulista, 2393

Cerqueira César, São Paulo

Telefones; +55 11 3289 77 38

Fax: +55 11 3289 0831

E-mail: pasteur @ pasteur.saude.sp.gov.br    

Sítio: http : // www . saúde . sp . gov . br / instituto pasteur

Para pormenores, os turistas deverão dirigir-se ao sítio  eletrônico do Departamento de Controle Alimentício e  Veterinário (http : // llv . li / # / 11017 / amt - fur lebensmittelkontrolle -und -veterinarwesen)

Reembolsos alfandegários

Os turistas poderão solicitar reembolso do Imposto local sobre o Valor Agregado. O Imposto sobre o Valor Agregado ("Mehrwertsteuer") do Principado de Liechtenstein é de 8% sobre o valor da mercadoria. Para solicitar o reembolso, suger-se consulta à  modalidade por correio constante do sítio eletrônico do Correio do Liechtenstein (https : www . post . li / privatkunden / postdienstleistungen / mehrwertsteuer rueckerstattung), em alemão, ou no sítio do Departamento de Adminsitração Fiscal "Amt f¨r Steuerverwaltung" do país (http : // www . llv . li / # / 11610 /steurverwaltung)

Informações adicionais

Mais informações podem ser obtidas junto a algum dos seguintes órgãos:

a) Ministério do Exterior, da Educação e da Cultura do Principado de Liechtenstein ("Ministerium für Äusseres, Bildung und Kultur").

b) Embaixada de Liechtenstein em Berna, localizada na Willadingweg, 65, CH-3000, Berna, e-mail : info (at) brn . llv . li (http : // www . regierung . li / ministerien / ministerium - fuer - aeusseres -bildung - und - kultur / diplomatische - vertretungen / deutsch / bern - ch / mitarbeitende - kontakt /).

c) Embaixada da Suíça em Brasília e das Representações Consulares suíças no Brasil (https://www.eda.admin.ch/brasilia). A Suíça representa os interesses do Principado de Liechtenstein, que só possui Representações Diplomáticas, Consulares e Delegações Multilaterais físicas em Berlim, Berna, Bruxelas, Genebra, Nova York, Estrasburgo, Viena e Washington.

d) O Governo do Principado indica, ainda, o sítio eletrônico www . bfm . admin . ch para as regras referentes à entrada no Principado.

Permanência

Imigração irregular

Assistência consular é prestada a todos os cidadãos brasileiros no exterior, independentemente de sua situação migratória. No entanto, o Governo brasileiro recomenda fortemente que nacionais do Brasil no exterior busquem sempre estar em situação migratória regular. A legislação de determinados países pode punir a imigração irregular de maneiras severas, prevendo multas de valor expressivo e, em alguns casos, detenção. Recomenda-se, nesse sentido, a leitura detalhada das informações publicadas na seção Imigrar para outros países.

Estudantes brasileiros no exterior 

Cidadãos que pretendem viajar ao exterior para estudar devem atentar-se à necessidade de planejar cuidadosamente sua estadia, especialmente se for a primeira vez que realizam viagem internacional. Devem solicitar visto à Embaixada do país com a devida antecedência; pesquisar e conhecer a realidade do país e da cidade onde pretendem estudar, em particular sobre seu sistema de ensino; conhecer os costumes locais; ter domínio do  idioma do ensino e verificar antes com as autoridades competentes do Ministério da Educação do Brasil e das universidades federais sobre os procedimentos para efetuar a revalidação de seus estudos e diplomas no Brasil. Antes de viajar, recomenda-se anotar os números de contato da Embaixada ou Consulado do Brasil mais próximo, em caso de necessidade, e efetuar sua matrícula consular na Representação brasileira, para que possa entrar em contato em caso de emergências.  Se tiver de usar medicamentos para condição de saúde ou enfermidade, deve-se verificar se a receita médica será válida no país de estudo ou quais seriam as exigências para receber receita médica no local. Mais informações estão disponíveis na seção Estudar em outros países.

Trabalhar no exterior           

Modelos, jogadores/técnicos de futebol e outros profissionais brasileiros que pretendem trabalhar no exterior devem ler cuidadosamente a cartilha Orientações para o Trabalho no Exterior, elaborada para ajudar cidadãos brasileiros que pretendem trabalhar no exterior. Recomenda-se vivamente que a leitura seja feita antes da assinatura de qualquer contrato de trabalho com clube, empresa ou representação estrangeira.

Registro de estrangeiros 

À exceção de estadas de turismo não superiores a 3 meses, a permanência no Liechtenstein exige permissão oficial. Não é necessário registrar-se como turista junto às autoridades locais.

Excetuados cidadãos da Suíça e da União Europeia, que têm privilégios diferenciados de estada no país, cidadãos de terceiros-países, inclusive o Brasil, podem candidatar-se a permissões de residência mais prolongadas sem atividades laborais. A análise das candidaturas será feita pelo Governo local com base em razões de interesse público e econômico para o Principado. A permissão de residência pode ser extensiva aos cônjuges e descendentes menores de 18 anos.

Os requerentes devem submeter suas solicitações ao Departamento de Migração e Passaportes ("Ausländer-und Passamt").

Para pormenores, deve-se consultar o sítio eletrônico (http://www.llv.li/#/11359/auslanderund-passam), com informações em inglês e alemão.

Para aqueles que ficarão por períodos prolongados, faz-se necessária a inscrição, após permissão oficial, no "Ausländer-und Passamt".

Visto temporário      

Os cidadãos brasileiros que pretenderem exercer outras atividades no país, como estudo de longa duração ou trabalho, ou que solicitem visto permanente por terem cônjuge liechtensteinense, ou por reagrupamento familiar, ou visto para preparação de casamento, dentre outros, deverão candidatar-se ao visto temporário apropriado, com as regras previstas pelo Governo do Principado que, no Brasil, poderão ser verificadas em português nos sítios eletrônicos do Departamento Federal de Assuntos Estrangeiros da Suíça (http://www.eda.admin.ch/eda/pt/home/reps/sameri/vbra/refvisinf/vissao.html), junto à Embaixada da Confederação Suíça em Brasília (http://www.eda.admin.ch/brasilia), e junto aos Consulados-Gerais da Suíça em São Paulo e no Rio de Janeiro e aos Consulados da Suíça em Curitiba, Fortaleza, Joinville, Manaus, Porto Alegre, Recife, Salvador.

Penalidades por estada irregular     

Cidadãos estrangeiros que apresentem documentos de viagem não aceitos pelo Espaço Schengen ou que permaneçam em território do Liechtenstein além do prazo regulamentar de 90 dias em um período de 180 dias, em viagens de turismo ou negócio, ou que fiquem além do prazo regulamentar concedido para outros tipos de visto, poderão ser punidos pelas autoridades locais, inclusive com deportação, abertura de procedimento administrativo ou procedimento penal com pena de reclusão.

Para pormenores sobre direitos e deveres dos estrangeiros deve-se consultar o sítio eletrônico do "Ausländer-und Passamt" sobre integração (http://www.integration.li/CFDOCS/cmsout/admin/index.cfm?GroupID=220&MandID=1&meID=50&) ou enviar correio eletrônico para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Informações adicionais       

Para mais informações, os endereços, telefones e e-mails das Repartições Consulares suíças no Brasil, que representam os interesses do Principado de Liechtenstein, podem ser acessados mediante o endereço eletrônico: http://www.eda.admin.ch/eda/en/home/reps/sameri/vbra/afobra.html.

Os endereços dos Consulados-Gerais da Suíça representando o Principado do Liechtenstein em São Paulo e no Rio de Janeiro são:

Consulado Geral da Suíça Rio de Janeiro Rua Cândido Mendes 157 11° andar Glória 20241-220 Rio de Janeiro / Telefone: +55 21 3806 2100 Fax: +55 21 3806 2129 CNPJ: 03.720.975/0001-82 http://www.eda.admin.ch/eda/pt/home/reps/sameri/vbra/cgrio.html.

Consulado Geral da Suíça São Paulo Av. Paulista 1754, 4º andar Edifício Grande Avenida CEP: 01310-920 São Paulo - SP Telefone: +55 11 3372 8200 Fax: +55 11 3253 5716 http://www.eda.admin.ch/eda/pt/home/reps/sameri/vbra/embbra/st0saç.html

Segurança

Crimes, com diferentes graus de violência, ocorrem em qualquer lugar do mundo. Durante viagens ao exterior, cidadãos brasileiros devem permanecer atentos e ter sempre cautela, independentemente do destino escolhido. A maior parte dos crimes não violentos, como furtos e roubos, pode ser evitada tomando-se precauções normais de segurança, com atenção redobrada a pertences pessoais e a movimentações estranhas em lugares públicos, por exemplo. Em caso de ocorrência de crimes com vítimas, cidadãos brasileiros devem contatar imediatamente as autoridades policiais locais e a  Embaixada ou Repartição consular do Brasil mais próxima. Para mais informações, pode-se acessar a informação Segurança do viajante.

Perda de documentos brasileiros    

No exterior, cidadãos brasileiros devem ter sempre o máximo de cuidado com seu passaporte brasileiro e seguir todas as orientações escritas nas páginas do documento de viagem. Durante a viagem, recomenda-se manter cópia autenticada de documento de identidade e de certidão de nascimento, além de cópia simples do passaporte em local seguro. A posse dessas cópias facilitará a emissão de novo passaporte, em caso de perda ou furto dos documentos originais. Cidadãos que estejam em retorno ao Brasil podem solicitar Autorização de Retorno ao Brasil (ARB), cuja emissão é mais rápida e mais barata que um novo passaporte, sob determinadas condições. Em caso de dúvidas, recomenda-se a leitura da seção Perda de documentos brasileiros no exterior e, para saber sobre emissão de documentos brasileiros no exterior, pode-se consultar a página Emissão de documentos no exterior.

Vítimas de crimes     

Providências que o cidadão brasileiro deve tomar caso seja vítima de algum crime:a) consultar um médico, se necessário;

b) dirigir-se imediatamente à autoridade policial mais próxima e registrar boletim de ocorrência, com as seguintes informações: data, local e hora do incidente, perdas materiais e lesões corporais da agressão ou crime (fornecendo todos os elementos úteis ao inquérito); descrição física do autor, tipo e cores de vestimenta, sinais particulares, modelo, cor e número de placa do automóvel, se for o caso;

c) informar Representação diplomática ou Repartição consular do Brasil sobre sua situação.

Representação Diplomática do Brasil       

Não há representação diplomática brasileira no país, e os serviços consulares são prestados à distância, a partir do Consulado-Geral do Brasil em Zurique. Cidadãos brasileiros em viagens ao país devem ter tal situação em mente, já que isso pode significar limites à assistência prestada pelo Governo brasileiro.

Segurança pública    

O Principado do Liechtenstein não oferece riscos específicos de segurança para cidadãos brasileiros.  As cidades do Principado são pequenas, confortáveis, organizadas, limpas, seguras e bem policiadas.

Furtos e roubos        

O turista terá que estar alerta para eventualidades de furtos e roubos, sobretudo em lugares com grande aglomeração de pessoas. No entanto, a questão da segurança para turistas no Principado não deveria ser um item de preocupação para turistas brasileiros em Liechtenstein.

Os turistas poderão, na hipótese de serem vítimas de crime, fazer queixa junto à polícia local ("Landespolizei"). Uma parcela dos agentes policiais poderá falar inglês. O sítio eletrônico da polícia é http : // www . landespolizei . li. A "Landespolizei" está aberta de segunda a sexta-feira, das 08:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00 horas. Nos finais de semana e feriados, deve-se ligar para o número de emergência central +42 323671111 ou enviar e-mail para info @landespolizei.li. O endereço do Comando Central da "Landespolizei" em Vaduz é:

Gewerbeweg 4

FL-9490 Vaduz

T: +423 236 78 01

F: +423 236 77 22

E-Mail : Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Turismo de aventura

À parte a precaução quanto a furtos ocasionais ou batedores de carteira, o turista deve lembrar-se do rigor do clima no inverno e adotar as regras de segurança na prática de esportes invernais. Nesse sentido, turistas brasileiros devem contratar seguro-saúde que ofereça cobertura contra ferimentos decorrentes de acidentes. Mais informações podem ser obtidas no aviso Turismo de aventura.

Assédio sexual e crimes contra a mulher   

Denúncias de assédio sexual são raras, mas podem ocorrer em qualquer país, independentemente do destino escolhido. Mulheres devem evitar andar sozinhas pelo país, especialmente durante a noite e/ou em áreas isoladas. Mais informações estão disponíveis no aviso Mulheres em viagens ao exterior.

Tráfico de pessoas   

A polícia brasileira, em cooperação com autoridades policiais de outros países e da INTERPOL, segue investigando casos de tráfico de mulheres envolvendo nacionais do Brasil. O Governo brasileiro preparou uma cartilha sobre o tema, para a difusão de informação sobre esse tipo de crime, com o intuito de prevenir potenciais vítimas. Mais informações podem ser encontradas no Guia de Atuação no Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.

Caso seja vítima ou tenha alguma informação sobre eventual caso de tráfico internacional de pessoas envolvendo cidadão ou cidadã brasileira, recomenda-se fortemente que procure a Representação consular, para relatar o caso e receber orientações. Os dados serão tratados com a devida confidencialidade. Mais informações estão disponíveis em http://www.justica.gov.br/sua-protecao/trafico-de-pessoa

Contatos importantes

Polícia ("Landespolizei") - 117

Bombeiros ("Feuerwehr") - 118

Emergências Hospitalares ("Sanitätsnotruf

Notrufzentrale des Landesspitals in Vaduz") - 144

Emergências Europeias ("Europäische Notruf") - 112

Salvamento por Helicóptero ("REGA Rettunghelikopter") - 1414

Assistência e Pane de Veículos em Vias Públicas ("Strassenhilfe -Pannenhilfe") -140

A Mão Estendida - Parcerias de Aconselhamento para Pessoas em Situações de Crise ("Die dargebotene Hand - Gesprächspartner fur Menschen in Krisensituationen") -143

Envenenamento ("Vergiftungsnotfälle Schweiz-Tox-Zentrum-Zürich) - 145

Auxílio Telefônico para Crianças e Jovens com Aconselhamento ("Telefonhilfe für Kinder und Jugendliche")- 147

Número de serviço para informações e emergências da Polícia - +42 323671111

Saúde

A situação geral de saúde em outros países pode ser bem diferente daquela do Brasil. Cidadãos estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita em grande número de países. Recomenda-se vivamente que viajantes brasileiros sempre contratem seguro internacional de saúde adequado, mesmo que tal documento não seja exigido pelas autoridades migratórias locais. O Ministério das Relações Exteriores não poderá se responsabilizar por despesas médicas de brasileiros no exterior.

Antes de viajar, nacionais brasileiros devem certificar-se de sua saúde física, tomando as vacinas indicadas para o destino escolhido. Vacinas contra difteria, tétano, hepatite B, sarampo, caxumba, rubéola e tuberculose são recomendadas para todo tipo de viagem. Em caso de dúvidas, o Ministério da Saúde poderá ser consultado.

Para obter informações sobre surtos de doenças infecciosas no exterior, é importante consultar o sítio da Organização Mundial da Saúde (OMS), que contém dados detalhados sobre a situação específica de saúde de cada país.

Ao retornar de países com ocorrência de endemias, quaisquer sintomas devem ser imediatamente comunicados às autoridades de saúde brasileiras.

Falecimento de cidadão brasileiro 

Na infeliz ocorrência de falecimento de cidadão brasileiro no exterior, Repartições consulares do Brasil permanecerão à disposição para prestar a assistência cabível aos familiares. Recomenda-se que a família do cidadão brasileiro falecido contate a Embaixada ou o Consulado da jurisdição para orientações, por meio dos telefones regulares ou, se for o caso, do celular de plantão. Cabe aos familiares do falecido custear as despesas de traslado dos restos mortais ao Brasil, se for o caso. Mais informações estão disponíveis na seção Emergências.

Rede de saúde          

Os hospitais aceitam internações, desde que os pacientes estejam munidos do seguro de assistência médico-hospitalar. Se os pacientes não puderem comprovar a existência do seguro, deverão ser feitos depósitos prévios, que podem atingir cifras de CHF 20.000,00 ou mais. A qualidade das instalações médicas do país é bem alta, mas, em caso de situações de saúde graves, pode ser necessário tratamento especializado na Suíça ou na Áustria.

Seguro-saúde

O seguro-saúde é exigido pelas autoridades imigratórias, como pré-requisito de entrada no país. Os cidadãos brasileiros deverão viajar para o Liechtenstein munidos de seguro contra acidentes e de assistência médico-hospitalar, válido durante todo o período da estada. A  cobertura mínima do seguro recomendada é EUR 30.000 euros, a exemplo da Suíça, e deverá cobrir custos de repatriação por razões médicas, tratamento médico de urgência, hospitalização e traslado do corpo em casos de óbito. O cidadão brasileiro deve precaver-se contra seguros mais baratos, que podem  oferecer apólices que não cobrem os custos mencionados.

Vacinação

Não há exigência específica de vacinas obrigatórias para turistas viajarem ao Principado. Para informações pormenorizadas e atualizadas sobre vacinas, o turista deverá dirigir-se ao Departamento de Saúde do Principado "Amt für Gesunddheit" no sítio eletrônico (http://llv.li/#/1908/amt-furgesundheit) ou às Representações Diplomáticas e Consulares suíças, que representam os  interesse do Liechtenstein.

Dentistas       

Para pesquisa a dentistas no país, sugere-se consulta ao sítio eletrônico, que mantém lista de endereços e telefones de consultórios odontológicos em Liechtenstein: http://www.welcome.li/liechtenstein-arzt-128.html

Farmácias     

Para pesquisa a farmácias no país, sugere-se consulta ao sítio eletrônico abaixo, que mantém lista de endereços e telefones de farmácias em Liechtenstein: http://www.welcome.li/Liechtenstein-apotheken.118.html.

Contatos importantes          

Para emergências médico-hospitalares, estão listados, abaixo, endereço de hospital no Principado e os dois mais próximos na Áustria e na Suíça:

a) LIECHTENSTEIN LANDESSPITAL

Heiligkreuz 25

9490 Vaduz

Tel.: +423 / 235 44 11

Fax: +423 / 232 06 55

Sítio eletrônico: www.landesspital.li

b) LKH FELDKIRCH (Áustria)

Carinagasse 47 6800 Feldkirch Áustria Tel: +435522303

Sítio eletrônico: www.lkhf.at

c) SPITAL GRABS (Suíça)

Spitalstrasse, 44

9472 Grabs Suíça

TEL.: +41 / (81) 772 51 11

FAX: +41 / (81) 772 51 12

Sítio eletrônico: www.spitalgrabs.ch

Transportes

Infraestrutura de transportes         

A infraestrutura de transportes rodoviário, aéreo, ferroviário e marítimo, bem como de transportes públicos, de táxis e de aluguel de veículos pode ser bem diferente no destino escolhido, quando comparada à infraestrutura do Brasil, especialmente em regiões inóspitas. Antes de viajar, recomenda-se leitura detalhada das informações sobre meios de transporte no país escolhido, procurando, se necessário, dados adicionais. Em caso de dúvidas, a Embaixada ou Representação consular do Brasil poderá ser contatada. Outras informações podem ser obtidas, ainda, na página Carteira de Habilitação do Portal Consular.

Transporte aéreo     

O Principado do Liechtenstein não tem aeroporto internacional. O Aeroporto Internacional de Zurique/Kloten (http://www.flughafen-zuerich.ch), a 115 quilômetros por autoestrada, é a mais próxima grande porta de entrada aeroportuária para o Liechtenstein e está há duas horas, aproximadamente, da capital Vaduz.

Há ainda, os aeroportos para aeronaves de pequeno porte de St. Gallen-Altenrhein (Suíça), a 50 quilômetros) e de Friedriechshafen (Alemanha), a 85 quilômetros.

O Aeroporto Internacional de Zurique tem voos diretos e conexões para grandes centros urbanos europeus e mundiais. Para o Brasil, há voos diários para São Paulo, pela empresa aérea Swiss, ou por outras empresas, com conexões em Lisboa (TAP), Paris (Air France), Madri (Iberia), Milão (Alitalia), Londres (British Airways), Frankfurt (Lufthansa), Munique (Lufthansa) ou Amsterdã (KLM). As empresas TAM e GOL podem ser utilizadas como alternativas de conexão em outras capitais europeias, embora não ofereçam voos para a Suíça.

Transporte ferroviário

O Principado de Liechtenstein pode ser alcançado por trem da Suíça, a partir de Sargans, ou da Aústria, a partir de Feldkirch, cidades nas quais o turista deverá tomar ônibus com serviços regulares para Vaduz (LIEmobil). Para verificação de horários e preços, sugere-se consulta aos sítios eletrônicos da Ferrovia Federal Suíça (www.sbb.ch) ou de Ferrovia Federal Austríaca (www.oebb.at) e dos ônibus (www.liemobil.li).

Cumpre lembrar que os trens suíços oferecem preços mais módicos para turistas e o acesso é mais fácil para o Liechtenstein. Para os turistas, na Suíça, é possível comprar cartões de ½ tarifa de transportes em geral, urbanos ou interurbanos (trens, bondes e ônibus), por uma semana ou até 30 dias. As modalidades mais baratas para turistas podem ser verificadas em balcões específicos das estações ferroviárias, inclusive daquela situada no Aeroporto Internacional de Zurique.

Os passes têm diferentes custos a depender da idade, do sexo, da profissão ou de portadores de necessidades especiais, bem como da escolha pela primeira ou segunda classe. Os atendentes nas estações ferroviárias ("Gare", "Bahnhof", "Stazione" ou "Staziun") podem falar alemão, francês, italiano e inglês ou espanhol.

Transporte público

As cidades do Principado são interligadas pelo mesmo serviço de ônibus que faz a ligação com as cidades suíça Sargans e austríaca Feldkirch. Para horários, sugere-se verificar o sítio eletrônico

http://www.liemobil.li/contente.aspx?auswahl=5395&mid=5395

Taxis    

Os táxis são caros. Há várias empresas locais, cujos dados podem ser obtidos no sítio eletrônico http://www.tourismus.li/en/our-country/arrival-and-transport/local-transport/taxi-and-bus-companies.html .  

Em seus deslocamentos, o turista deve optar por meios de transporte seguros: usar os serviços de táxis com agendamento por telefone ou os táxis recomendados pelos principais hotéis, evitando tomar taxis avulsos.

Transporte rodoviário          

O Liechtenstein é facilmente alcançado por autoestradas de excelente qualidade, a a saber: de Zurique, vias A3 e A13 (1 hora); de St. Gallen, via A13 (45 minutos) (Suíça); de Munique (Alemanha), via A96 e A14 (3 horas); e de Innsbruck (Áustria), vias A12, S16 e A14 (2 horas e meia).

Não há controle de alfândega entre a Suíça e o Liechtenstein. Existe, contudo, na fronteira com a Áustria, membro da União Europeia.

O limite de velocidade nas autoestradas é de 120Km por hora. Nas estradas vicinais a velocidade máxima é definida pelas autoridades locais, mas nunca ultrapassam 80km por hora e nas cidades, o limite varia de 30km a 50 km por hora. O sentido de direção é o mesmo do Brasil, diferindo daquele do Reino Unido.

Os carros particulares têm acesso restrito a determinadas áreas do centro de Vaduz e das demais cidades, embora haja estacionamentos pagos nas proximidades, com custos variáveis, que atingem montantes de CHF 5,00 por hora ou 40,00 por dia.

Carteira de Habilitação        

O turista brasileiro pode dirigir nas estradas do Principado munidos da carteira de motorista brasileira desde que esteja válida. A idade mínima para dirigir é de 18 anos.

Aluguel de veículos              

Ao utilizar o veículo de terceiros, as autoridades suíças recomendam que o motorista traga consigo autorização escrita do proprietário do veículo, para comprovar que está autorizado a utilizá-lo e que não se trata de automóvel roubado ou furtado. 

Veículos podem ser alugados facilmente no Liechtenstein ou na Suíça, Alemanha e Áustria, com empresas internacionais e locais, que mantêm agências nos aeroportos e estações centrais de trem. O sítio eletrônico local de referência é ohttp://www.tourismus.li/en/our-country/arrivaland-transport/local-transport/car-rental.html

Um selo de autorização para colocação no veículo é obrigatório ("Autobahnvignette") para dirigir no Liechtenstein.

Multas

O limite de álcool no sangue é de 0,05%. Como no Brasil, condutores e passageiros devem usar o cinto de segurança a todo momento. Crianças pequenas não podem sentar-se no banco da frente.

Multas de trânsito recebidas no Liechtenstein não podem ser pagas nas Repartições Consulares da Suíça, que representam os interessses do Liechtenstein, no Brasil. Elas devem ser pagas através de transferência internacional bancária ou via boleto bancário para o Principado, diretamente ao orgão que emitiu a multa. Em caso de dúvidas, os interessados devem entrar em contato por e-mail ou telefone com o próprio órgão no Liechtensetein que emitiu a infração de trânsito.      

Ciclovias e pedestres

As cidades de Liechtenstein dispõem de áreas para ciclovias, não obstante o espaço exíguo que ocupam.

Pedestres

No Liechtenstein, os motoristas e pedestres, em geral, respeitam as regras de trânsito e de tráfego, sendo que os veículos param espontaneamente nas faixas para pedestres, quando não há sinais luminosos.

Contatos importantes          

a) Polícia de Segurança e Trânsito      

T: +423 236 78 41

F: +423 236 77 22

E-Mail : Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

b) Polícia Criminal

T: +423 236 78 71

F: +423 236 77 22

E-Mail : Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

c) Serviços de comando

T: +423 236 78 01

F: +423 236 77 22

E-Mail : Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Infraestrutura turística

Orientações gerais    

Ao planejar suas viagens, cidadãos brasileiros devem estar cientes de orientações básicas, válidas para todo tipo de viagem ao exterior, independentemente do país escolhido como destino. Recomenda-se, assim, a leitura cuidadosa das informações disponíveis em Orientações gerais para quem vai viajar ao exterior.

Roteiros turísticos

O Liechtenstein é um país predominante alpino e é visitado por turistas que o adicionam às belezas dos cantões suíços de St. Gallen e dos Grisões e da região austríaca de Voralberg, atraídos por sua condição de microestado e por ser uma das casas principescas mais antigas da Europa. As principais atrações estão em Vaduz .

Atrações turísticas   

Destacam-se, em Vaduz, o Castelo de Vaduz, o Edifício do Governo, o Museu Nacional de Liechtenstein e a "Gasthof Löwen" (Estalagem Leões). Além destes, incluem-se as ruínas do Castelo de Schellenberg, o Museu Agrícola de Schellenberg, "Das Rote Haus" (A Casa Vermelha), a "Pfrundhaus" em Balzers, o Castelo Gutenberg, em Balzers, a "Alte Rheinbrücke" (Ponte Velha sobre o Reno em Vaduz), a igreja "Kirchhügel Berndern" e o "Wildschloss" (Castelo de Schalun) ou a estação de esqui de Malbun.

Clima 

O Principado tem clima continental seco de montanha, com invernos rigorosos e verões temperados, à semelhança da Suíça e da Áustria. Há precipitação abundante de neve no inverno e precipitação pluviométrica moderada na primavera, verão e outono.

Opções culturais e de lazer

A vida cultural e a vida noturna do Principado são proporcionais ao seu tamanho, embora a excelente situação econômica do país permita a promoção de eventos e de exposições temporárias, a exemplo daquelas do Museu Nacional do Liechtenstein ("Liechtensteinische Landesmuseum") ou do Museu de Belas Artes de Liechtenstein ("Kunstmuseum Liechtenstein"), em Vaduz.

Gastronomia

A gastronomia do Principado, assim como a da Suíça e da Áustria, está voltada para os hábitos de montanha, como reflexo do rigor invernal nos Alpes. Os pratos mais típicos são o "Käsknöpfle", à base de queijo, e "Ribel" ou "Rebl", à base de milho. Para buscar restaurantes típicos e de alta gastronomia, sugere-se consulta ao sítio eletrônico http://www.tourismus.li/em/culture-cuisine/gastronomy-wine/gastronomy-restaurants.html.

Viticultura

Quanto às bebidas alcoólicas, há bons vinhos locais, inclusive aqueles do vinhedo do Príncipe de Liechtenstein, visitável por turistas, e boa cerveja, além da Destilaria Telser, responsável pela fabricação de bons destilados.

Ligações internacionais

Do Principado do Liechtenstein, pode-se ligar para o Brasil e para os demais países, discando-se 00 + o prefixo de país + o número desejado. Os custos costumam ser altos, se as ligações forem feitas de telefones fixos em hotéis ou de telefones celulares com "roaming". Como na Suíça ou em outros países europeus, existe a possibilidade de compra de cartões com números especiais, com custos mais baixos.

Hospedagem

 Principado de Liechtenstein dispõe de uma pequena rede hoteleira, incluindo desde hotéis de categoria superior, em Vaduz e outras cidades, até estabelecimentos mais em conta. Os preços de hotéis de categoria três, quatro e cinco estrelas podem variar de CHF 150,00 a CHF 600,00 por pernoite, com o acréscimo de eventuais taxas municipais de estada e Imposto sobre Valor Agregado, incluindo, em geral, o café-da-manhã.  Os turistas podem reservar hotéis mais em conta pelos sítios eletrônicos internacionais especializados, como o suíço www.hotels4you.ch ou o britânico www.booking.ch, ou do próprio Principado como http://booking.tourismus.li/lihot/en/accomodation/search.

Cartões de crédito e débito 

Para pagamento de hotéis, restaurantes e demais estabelecimentos comerciais do país é possível utilizar dinheiro em espécie, cartões de crédito e cartões de débito internacionais.

Comunicação e idiomas 

O alemão-padrão é a língua oficial do país. O povo do Principado, contudo, a exemplo dos cantões suíços, utiliza uma variação dialetal germânica própria, que também é considerada língua oficial no país, embora o alemão seja a língua escrita oficial do Governo. O inglês é utilizado como língua veicular para turistas estrangeiros.

Informações adicionais 

O sítio eletrônico www.welcome.li lista outras informações de cunho prático para cidadãos que estejam no Principado para estadas mais prolongadas.

Costumes locais e legislações específicas

Legislação local         

Durante sua estadia em outro país, cidadãos brasileiros estão sujeitos às leis locais, ainda que elas sejam bem diferentes da legislação do Brasil. Viajantes que desobedeçam às leis locais podem ser multados, processados ou presos. Recomenda-se que, antes de viajar, cidadãos brasileiros estudem a legislação e os costumes do destino escolhido, contatando, se necessário, a Embaixada ou Repartição consular do Brasil no exterior, em caso de dúvidas sobre questões pontuais.        

Questões de gênero   

Normas legais e/ou religiosas que regulam o direito das mulheres podem variar consideravelmente de país a país. Cidadãs brasileiras podem encontrar, em outros países, realidade completamente diferente daquela do Brasil. Recomenda-se que mulheres em viagens ao exterior leiam  detalhadamente as informações da página Mulheres em viagens ao exterior.

Prisão de cidadão brasileiro             

Em caso de prisões envolvendo cidadãos brasileiros, os detidos têm o direito de contatar agentes consulares do Brasil para pedir assistência. Nesses casos, nacionais devem sempre requisitar às autoridades policiais locais que comuniquem a situação à Embaixada ou Repartição consular brasileira o mais rápido possível. O Posto esclarecerá ao brasileiro detido quais são seus direitos no país e prestará apoio para que sua integridade física e psicológica seja respeitada. Para mais informações, deve-se acessar a página Detenção no exterior. Em casos de detenção por tráfico de drogas, recomenda-se, ainda, a leitura do guia Detenção por tráfico de drogas no exterior.

Identificação 

Pela lei local, todos os cidadãos estrangeiros no país devem portar documento de identificação. Assim, recomenda-se que cidadãos brasileiros portem, a todo momento,  cópia do passaporte brasileiro, deixando o original em local seguro, para evitar perdas ou furtos.  Autoridades policiais podem requisitar, a qualquer momento, prova de identificação. Nessas ocasiões, cidadãos que não tenham em mãos documento de identidade estão sujeitos a multas, possíveis interrogatórios e, em casos mais graves, até detenção.

Particularidades culturais

O Principado de Liechtenstein é um país seguro e organizado. Os nacionais do país são discretos, corteses, simpáticos e pontuais.

Reciclagem 

As cidades do Principado são impecáveis e obedecem a regras estritas de limpeza pública e de reciclagem de lixo.

Silêncio

A exemplo da Suíça, o silêncio é respeitado, das 22:00 às 06:00, sendo essa informação válida para hotéis e para os transportes públicos.

Minorias 

As minorias étnicoculturais convivem pacificamente com os locais.

Portadores de necessidades especiais ou com mobilidade reduzida

Os edifícios públicos e os prédios privados, bem como hotéis, hospitais e transportes públicos oferecem acessibilidade facilitada para os cidadãos locais e estrangeiros que tenham necessidades especiais ou mobilidade reduzida. Para mais informações, recomenda-se a leitura da página Pessoas com deficiência em viagens ao exterior.

Mulheres em Liechtenstein

As questões de gênero são relevantes no Principado de Liechtenstein, atuante na defesa dos Direitos Humanos na ONU, e mulheres fazem parte do Governo.  

Tolerância LGBT       

O respeito à individualidade e à privacidade permite às minorias sexuais viverem integrados à sociedade, embora os avanços tenham sido recentes. O reconhecimento de uniões estáveis entre pessoas do mesmo sexo foi efetuado pela publicação de diploma legal que entrou em vigor em 1º de setembro de 2011, após um processo que se iniciou em 2001 com projeto apresentado pelo Partido "Freie Liste". Locais especializados para a comunidade LGBT são encontráveis, porém raros, em virtude da dimensão da capital Vaduz e das demais cidades. A Associação FLAY "Schwule und Lesben - Voralberg, Rheintal um Liechtenstein" promove eventos para a comunidade LGBT no Principado, no Voralberg austríaco e no Vale do Reno suíço. O sítio eletrônico é http://orgs.tigweb.org/flayschwule-und-lesben-voralberg-rheintal-und-liechtenstein. Para mais informações, recomenda-se a leitura cuidadosa do aviso LGBT em viagens ao exterior.

Tolerância religiosa

O país tem 79% de católicos, tendo sido Vaduz elevada à condição de Arcebispado pelo Papa João Paulo II; 8% de protestantes e 13% de outras religiões ou sem religião  declarada. Até 15 de novembro de 2012, o catolicismo era a religião do Estado, tornando-se o país laico a partir de então.

Prostituição 

A prostituição não é legal no Principado, porém tolerada, desde que não seja ostensiva nas ruas, diferentemente da Suíça, da Áustria e da Alemanha, países de tradição germânica, nos quais a prostituição é legal, dentro de parâmetros estabelecidos por Lei. A tolerância não afasta a possibilidade de existência de crimes ligados ao tráfico de pessoas, ao tráfico de substâncias ilícitas, ao abuso sexual e à violência em ambientes destinados a esse fim.

Penalidades que destoam das leis brasileiras

A Constituição Federal brasileira de 1988 proíbe a pena de morte (em tempos de paz), prisão perpétua, banimento, trabalhos forçados e quaisquer outras penalidades consideradas cruéis. Nessa linha, o Brasil é membro do Protocolo da Convenção Americana de Direitos Humanos para a Abolição da Pena de Morte (ratificado em 13 de agosto de 1996).

No ordenamento jurídico interno de outros países, as penalidades previstas podem ser bem distintas daquelas permitidas no Brasil. Recorda-se  que cidadãos brasileiros em viagem ao exterior estarão sujeitos às leis do país em que se encontram, podendo ser condenados, inclusive, a penas proibidas no Brasil. 

Não existem penalidades em Liechtenstein que destoam do ordenamento jurídico brasileiro.

Informações adicionais

IMPORTANTE: A relação de fontes para leitura adicional é meramente indicativa. O Itamaraty não se responsabiliza pelo conteúdo do material indicado.

 

Informações sobre Liechtenstein em alemão e inglês www.liechtenstein.li

Informações sobre turismo em alemão e inglês: www.tourismus.li

Informações de ordem prática em diversos domínios de atividade, com endereços e telefones em alemão e inglês:
www.welcome.li

Sítio eletrônico sobre a Casa Principesca de Liechtenstein em alemão e inglês
www.fuerstenhaus.li

Sítio eletrônico dos órgãos governamentais em alemão e inglês:

www.regierung.li

Sítio eletrônico do Ministério do Exterior, Educação e Cultura em alemão e inglês

http://www.regierung.li/minsiterien/ministeriumfuer-aeusseres-bildung-und-kultur

Sítio eletrônico do principal jornal do país, o "Volksblatt"www.volksblatt.li, em alemão

 

Sítio eletrônico do Palácio de Liechtenstein em Viena

http://www.palaisliechtenstein.com

Sítio eletrônico da Universidade de Liechtenstein em Vaduz

http://www.uni.li/Home/tabid/36/language/enUS/Default.aspx

 

Recomenda-se leitura da seção Guia de países para verificar se há mais informações sobre o destino escolhido.

 

Para informações sobre as relações diplomáticas do Brasil com a Liechtenstein clique aqui.

Fim do conteúdo da página