Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Malásia

Alertas para este país

Trata-se de alerta de grande urgência, que pode exigir extrema cautela. Há grande probabilidade de que os efeitos ou consequências da situação descrita no alerta sejam sentidos por brasileiros que estejam no país.
Terrorismo e extremismo violento na Malásia05/07/2016Malásia

Informações básicas

Capital Kuala Lumpur
Língua Malaia e Inglês
Moeda Ringgit
Validade do passaporte Deve ter validade de no mínima de 6 meses
Página do passaporte em branco É necessário uma página para carimbo de entrada
Visto de turista necessário Favor consultar a tabela disponível na seção Vistos.
Vacinações É exigido comprovante de vacina contra febre amarela 
Restrições de moeda para entrar Não há
Restrições de moeda para sair Não há

Recomendações de viagem

A recomendação de viagem do Ministério das Relações Exteriores considera o contexto de infraestrutura, segurança e saúde, bem como a situação geral do país escolhido como destino, avaliando os riscos potenciais de uma viagem a cidadãos brasileiros.

 

 

Viajar com precauções normais de segurança

X

Viajar com grau moderado de cautela

 

Viajar com alto grau de cautela

 

Evitar viagens não-essenciais  

 

Não viajar

 

Cidadãos brasileiros devem viajar à Malásia com grau moderado de cautela. Para maiores informações, recomenda-se a cuidadosa leitura dos tópicos desta página.

Cidadãos brasileiros devem ter sempre as informações de contato da Embaixada do Brasil em Kuala Lumpur, que, se necessário, poderá prestar assistência consular a nacionais na Malásia. 
A depender da natureza de sua solicitação, a melhor opção poderá ser entrar em contato com sua família, amigos, companhia aérea, agente de viagem, operador de turismo, empregador ou seguro de viagem em primeiro lugar. Os Postos com serviço consular estão a disposição para auxiliar em casos de maior complexidade. Acesse o Portal Consular para saber o que uma Repartição Consular pode ou não pode fazer por você.

Para assuntos graves e de natureza jurídica, recomenda-se entrar em contato, inicialmente, com as autoridades de polícia e/ou de saúde locais, a partir dos dados de contato informados nos tópicos "Segurança" e "Saúde" do Portal Consular. Caso necessário, a Rede Consular do Brasil poderá ser contatada.      

Para solicitações fora do horário de expediente e casos de comprovada emergência, o plantão consular da Embaixada ou Consulado do Brasil poderá ser acionado. Contate a página Emergências do Portal Consular para maiores informações.

Rede Consular do Brasil

Recomenda-se que cidadãos brasileiros portem relação com os números de telefone da Embaixada e/ou do Consulado instalado na região em que pretende transitar ou permanecer. A assistência consular é um direito reconhecido por tratados internacionais, e o cidadão estrangeiro deve sempre exigir das autoridades locais a oportunidade de comunicar-se com Representação Diplomática de seu país. O Itamaraty recorda que a assistência consular prestada ao cidadão brasileiro é isenta de custos, embora não exista previsão legal para o custeio de despesas com, por exemplo, advogados e tratamento médico/hospitalar.

 

Embaixada do Brasil em Kuala-Lumpur

Endereço: Suite 20-01, 20th Floor, Menara Tan & Tan, 207 Jalan Tun Razak, 50400 - Kuala Lumpur, Malásia.

Telefone: (+603) 2171-1420

Plantão Consular: (6012) 306-3744 (SOMENTE PARA EMERGÊNCIAS)

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Site da Repartição: http://kualalumpur.itamaraty.gov.br

 

Para saber o que uma Embaixada ou Consulado brasileiro pode e não pode fazer por você, clique aqui.

Em caso de morte de cidadão brasileiro no exterior, acidentes, inadmissões e demais emergências consulares, clique aqui.

Em caso de dúvidas, clique aqui.

Consulados Honorários do Brasil

Não há Consulado Honorário no país.

Comunidade brasileira e principais destinos

Comunidade brasileira         

A Malásia conta com comunidade brasileira considerável, de cerca de 360 pessoas, composta principalmente de executivos de empresas estrangeiras e funcionários de empresas brasileiras que operam no país. Grande parte da comunidade localiza-se na capital, Kuala Lumpur.  Há também professores de capoeira que se dedicam à difusão dessa arte, do futebol e da cultura brasileira em geral, além de prestarem serviço social em instituições de assistência a crianças carentes.

Principais destinos   

Capital da Malásia, Kuala Lumpur é uma cidade moderna, e urbanizada, com boa infraestrutura, bons bairros residenciais, serviços de boa qualidade, excelente comércio para compras, boas livrarias e oferecimento razoável de programas culturais e de lazer. A cidade conta 1.6 milhão de habitantes, mas faz parte de uma aglomeração metropolitana com mais de 7 milhões, que se estende por toda a área em torno da foz do Rio Klang, conhecida como Klang Valley. É encravada no Estado de Selangor e confunde-se, em continuidade urbana, com a municipalidade de Petaling Jaya, pertencente àquele Estado.

Entrada

O conteúdo a seguir está sujeito a mudanças e pode não ter as informações completas que assegurem a entrada no país escolhido. Para mais informações, recomenda-se a leitura completa das páginas do Portal Consular, incluindo os alertas migratórios e a seção Vistos . Recomenda-se, ainda, que, antes de viajar, cidadãos brasileiros contatem uma Embaixada ou Consulado do país escolhido como destino para certificar-se dos requisitos de visto e entrada e permanência. 

Inadmissões de cidadãos brasileiros

A prerrogativa de cada país de determinar quem pode ou não entrar em seu território é decisão soberana de cada Estado. O Governo do Brasil não poderá intervir a favor de cidadãos brasileiros não admitidos por não terem cumprido os requerimentos de entrada.

O Ministério das Relações Exteriores tem mantido contatos sistemáticos com autoridades estrangeiras, no sentido de sensibilizá-las sobre a necessidade de adoção de critérios claros na política de controle migratório, de maneira a serem evitados comportamentos que possam ser interpretados como discriminatórios ou que atentem contra a dignidade e moralidade dos indivíduos.

Recomenda-se a leitura da seção Inadmissões/deportações de cidadãos brasileiros para mais informações.

Febre amarela          

A febre amarela é considerada endêmica no Brasil. Por isso, alguns países podem exigir de cidadãos brasileiros comprovante de vacinação contra a doença. Mais informações sobre o assunto e outras vacinas eventualmente necessárias podem ser encontradas no tópico Saúde do viajante.

Visto

Favor consultar a tabela disponível na seção Vistos.

Requisitos de entrada          

Mesmo não sendo necessário apresentação de visto para entrar em território malásio, há alguns requisitos básicos para a entrada de turistas brasileiros:  
a) bilhete válido de retorno ou saída da Malásia;         
b) passaporte com validade superior a seis meses;      
c) Certificado Internacional de Vacinas.          
Além disso, o viajante não deve constar de lista de impedidos de entrar no país e deve preencher e entregar às autoridades imigratórias o cartão de entrada/saída do país.

Validade do passaporte

O viajante, ao entrar ou passar pelos aeroportos da Malásia e, muito especialmente de Kuala Lumpur, precisa apresentar, em qualquer circunstância, passaporte com validade superior a seis meses. A Imigração local costuma ser extremamente rigorosa nesse aspecto e vem causando transtornos a diversos passageiros brasileiros, que se veem obrigados a modificar seus itinerários em função da necessidade de confecção de novo documento de viagem.

Vacinação

É obrigatória a apresentação do Certificado Internacional de Vacinas para ingresso na Malásia. No certificado, deve constar vacina contra a febre amarela – sem a referida vacina, o viajante brasileiro terá sua entrada barrada ficará em quarentena no aeroporto e arcará com os custos de hospedagem forçada.

Saída de menores    

Crianças cujo pai tenha nacionalidade malásia podem ter dificuldade para sair do país sem a autorização paterna. Mesmo que a criança tenha passaporte brasileiro e/ou tenha mãe e pai brasileiros, a lei local estipula que o pai deverá autorizar previamente a viagem para que a criança possa sair do país. A norma é válida para todos os casos, incluindo situações em que a mãe tenha guarda exclusiva da criança.

Entrada de animais domésticos      

A Malásia admite a entrada de animais de estimação, como cães e gatos. O animal deverá cumprir exames veterinários e chegar acompanhado Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos, emitido pelo Ministério da Agricultura. A autorização de saída do animal, após os exames veterinários previstos, deverá ser solicitada às seccionais da Secretaria de Defesa Animal do Ministério da Agricultura, seguindo as orientações contidas na página eletrônica daquele Ministério.

É preciso, no entanto, levar em conta as raças caninas banidas na Malásia: Pit Bull Terrier, em suas diversas variantes de denominação / Bulldog americano / Mastim Napolitano / Tosa Japonês / Akita / Dog Argentino / Fila Brasileiro. Além das raças banidas, há que se considerar, ainda, aquelas de importação restrita, requerendo pedido especial à Divisão de Serviços Veterinários do Ministério da Agricultura malásio: Rottweiler / Doberman / Pastor Alemão – Belga – Alsaciano / Bull Mastim / Bull Terrier / Perro de Presa Canário.Vale igualmente levar em conta que, embora admitidas no país, há raças que não são aceitas para transporte pelas companhias aéreas.

A quarentena de animais leva normalmente de uma semana a dez dias, e as instalações são consideradas adequadas.

Dupla nacionalidade 

Mesmo que o país permita a dupla nacionalidade, no Brasil, nacionais devem entrar e sair portando passaporte brasileiro. Mais informações estão disponíveis no aviso Brasileiros com dupla nacionalidade

Informações adicionais        

O endereço eletrônico da autoridade local é: www.imi.gov.my.

Permanência

Imigração irregular

Assistência consular é prestada a todos os cidadãos brasileiros no exterior, independentemente de sua situação migratória. No entanto, o Governo brasileiro recomenda fortemente que nacionais do Brasil no exterior busquem sempre estar em situação migratória regular. A legislação de determinados países pode punir a imigração irregular de maneiras severas, prevendo multas de valor expressivo e, em alguns casos, detenção. Recomenda-se, nesse sentido, a leitura detalhada das informações publicadas na seção Imigrar para outros países.  

Estudantes brasileiros no exterior 

Cidadãos que pretendem viajar ao exterior para estudar devem atentar-se à necessidade de planejar cuidadosamente sua estadia, especialmente se for a primeira vez que realizam viagem internacional. Devem solicitar visto à Embaixada do país com a devida antecedência; pesquisar e conhecer a realidade do país e da cidade onde pretendem estudar, em particular sobre seu sistema de ensino; conhecer os costumes locais; ter domínio do  idioma do ensino e verificar antes com as autoridades competentes do Ministério da Educação do Brasil e das universidades federais sobre os procedimentos para efetuar a revalidação de seus estudos e diplomas no Brasil. Antes de viajar, recomenda-se anotar os números de contato da Embaixada ou Consulado do Brasil mais próximo, em caso de necessidade, e efetuar sua matrícula consular na Representação brasileira, para que possa entrar em contato em caso de emergências.  Se tiver de usar medicamentos para condição de saúde ou enfermidade, deve-se verificar se a receita médica será válida no país de estudo ou quais seriam as exigências para receber receita médica no local. Mais informações estão disponíveis na seção Estudar em outros países.

Trabalhar no exterior     

Modelos, jogadores/técnicos de futebol e outros profissionais brasileiros que pretendem trabalhar no exterior devem ler cuidadosamente a cartilha "Orientações para o Trabalho no Exterior", elaborada para ajudar cidadãos brasileiros que pretendem trabalhar no exterior. Recomenda-se vivamente que a leitura seja feita antes da assinatura de qualquer contrato de trabalho com clube, empresa ou representação estrangeira.

Viagens de até 90 dias         

Não há requisitos específicos para permanência temporária de turista brasileiro por até 90 dias.

Viagens superiores a 90 dias          

Para estender o período de estada, é possível sair do país (em direção a país vizinho, por exemplo) e realizar nova entrada, o que assegura mais três meses de permissão de estadia. Recorda-se, no entanto, que sempre é preciso apresentar bilhete válido de retorno ou saída do país para ingressar na Malásia.

Segurança

Crimes, com diferentes graus de violência, ocorrem em qualquer lugar do mundo. Durante viagens ao exterior, cidadãos brasileiros devem permanecer atentos e ter sempre cautela, independentemente do destino escolhido. A maior parte dos crimes não violentos, como furtos e roubos, pode ser evitada tomando-se precauções normais de segurança, com atenção redobrada a pertences pessoais e a movimentações estranhas em lugares públicos, por exemplo. Em caso de ocorrência de crimes com vítimas, cidadãos brasileiros devem contatar imediatamente as autoridades policiais locais e a  Embaixada ou Repartição consular do Brasil mais próxima. Para mais informações, pode-se acessar a informação Segurança do viajante.     

Perda de documentos brasileiros    

No exterior, cidadãos brasileiros devem ter sempre o máximo de cuidado com seu passaporte brasileiro e seguir todas as orientações escritas nas páginas do documento de viagem. Durante a viagem, recomenda-se manter cópia autenticada de documento de identidade e de certidão de nascimento, além de cópia simples do passaporte em local seguro. A posse dessas cópias facilitará a emissão de novo passaporte, em caso de perda ou furto dos documentos originais. Cidadãos que estejam em retorno ao Brasil podem solicitar Autorização de Retorno ao Brasil (ARB), cuja emissão é mais rápida e mais barata que um novo passaporte, sob determinadas condições. Em caso de dúvidas, recomenda-se a leitura da seção Perda de documentos brasileiros no exterior e, para saber sobre emissão de documentos brasileiros no exterior, pode-se consultar a página Emissão de documentos no exterior

Vítimas de crimes    

Providências que o cidadão brasileiro deve tomar caso seja vítima de algum crime:

a) consultar um médico, se necessário;

b) dirigir-se imediatamente à autoridade policial mais próxima e registrar boletim de ocorrência, com as seguintes informações: data, local e hora do incidente, perdas materiais e lesões corporais da agressão ou crime (fornecendo todos os elementos úteis ao inquérito); descrição física do autor, tipo e cores de vestimenta, sinais particulares, modelo, cor e número de placa do automóvel, se for o caso;

c) informar Representação diplomática ou Repartição consular do Brasil sobre sua situação.

Segurança Pública   

A Malásia é um país razoavelmente seguro, porém é importante que o viajante adote as precauções de praxe, como evitar locais ermos ou deixar objetos em situação propícia a furto, especialmente de telefones celulares. Recomenda-se, ainda, que o viajante faça cópias do e tenha à mão o telefone do banco para comunicação de perda/roubo de cartões de crédito.

Manifestações populares    

Alguns protestos podem ocorrer no país, sobretudo em datas simbólicas, como o dia do trabalho ou demais comemorações civis. Ainda que os protestos sejam pacíficos, recomenda-se que cidadãos brasileiros evitem áreas com registro de manifestações, já que esse tipo de atividade pode escalar para conflitos em caso de confrontação com autoridades policiais locais.

Furtos e roubos

Ocorrência comum em diversos países do Sudeste da Ásia, verifica-se também na Malásia o roubo de bolsas por motociclistas que passam na beira da calçada.

Clonagem de cartões

Há casos, no país, de clonagem de cartões de crédito. Aconselha-se, portanto, evitar pagamentos com cartão em lugares de aparência pouco confiável e evitar perdê-lo de vista no momento do pagamento.

Terrorismo

O risco de ato terrorista é baixo, porém requer cuidado por parte de viajantes que visitam a costa leste do estado de Sabah (Bornéu) e ilhas vizinhas, uma vez que esses locais já foram palco de operações de grupos terroristas filipinos e malásios. Por essa razão, aconselha-se que a visita a esses locais seja planejada por profissionais experientes e a hospedagem ocorra em estruturas turísticas organizadas. De todo modo, deve-se evitar a circulação em locais isolados e a excursão, sem guia, por lugares afastados. Salienta-se que o policiamento foi reforçado nos últimos anos, não se registrando episódios terroristas recentemente. Para mais informações sobre atentados terroristas, recomenda-se seguir cuidadosamente as instruções contidas no guia Atentados terroristas no exterior

Enchentes e inundações   

A pluviosidade em Kuala Lumpur é elevada, registrando  média anual de 2.600 mm em meses de chuva intensa. Dependendo da concentração e da intensidade das chuvas, inundações podem ocorrer em determinados bairros da cidade.

Catástrofes naturais

Deve-se ter em mente que a Malásia é situada em uma zona de grande atividade sísmica. Recentemente, não há casos de terremotos de grande magnitude, mas deve-se ficar atento ao noticiário local quanto à possibilidade de incidência de terremotos no país.

Tsunamis

A baixa altitude das ilhas torna sensível a subida do nível do mar. Além disso, há riscos de tsunamis no país. Recomenda-se que cidadãos brasileiros permaneçam atentos aos comunicados emitidos pelas agências locais de meteorologia e sismologia quanto à incidência de desastres naturais. Em caso de ocorrência de tsunamis, cidadãos brasileiros devem seguir cuidadosamente as orientações de segurança das autoridades locais contatando, sempre que possível, alguma Embaixada ou Consulado do Brasil, que avaliará a possibilidade de evacuação. 

Assédio sexual e crimes contra a mulher  

Denúncias de assédio sexual são raras, mas podem ocorrer em qualquer país, independentemente do destino escolhido. Mulheres devem evitar andar sozinhas pelo país, especialmente durante a noite e/ou em áreas isoladas. Mais informações estão disponíveis no aviso Mulheres em viagens ao exterior.

Tráfico de pessoas   

A polícia brasileira, em cooperação com autoridades policiais de outros países e da INTERPOL, segue investigando casos de tráfico de mulheres envolvendo nacionais do Brasil. O Governo brasileiro preparou uma cartilha sobre o tema, para a difusão de informação sobre esse tipo de crime, com o intuito de prevenir potenciais vítimas. Mais informações podem ser encontradas no Guia de Atuação no Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.

Caso seja vítima ou tenha alguma informação sobre eventual caso de tráfico internacional de pessoas envolvendo cidadão ou cidadã brasileira, recomenda-se fortemente que procure a Representação consular, para relatar o caso e receber orientações. Os dados serão tratados com a devida confidencialidade. Mais informações estão disponíveis em http://www.justica.gov.br/sua-protecao/trafico-de-pessoas

Saúde

A situação geral de saúde em outros países pode ser bem diferente daquela do Brasil. Cidadãos estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita em grande número de países. Recomenda-se vivamente que viajantes brasileiros sempre contratem seguro internacional de saúde adequado, mesmo que tal documento não seja exigido pelas autoridades migratórias locais. O Ministério das Relações Exteriores não poderá se responsabilizar por despesas médicas de brasileiros no exterior.

Antes de viajar, nacionais brasileiros devem certificar-se de sua saúde física, tomando as vacinas indicadas para o destino escolhido. Vacinas contra difteria, tétano, hepatite B, sarampo, caxumba, rubéola e tuberculose são recomendadas para todo tipo de viagem. Em caso de dúvidas, o Ministério da Saúde poderá ser consultado.

Para obter informações sobre surtos de doenças infecciosas no exterior, é importante consultar o sítio da Organização Mundial da Saúde(OMS), que contém dados detalhados sobre a situação específica de saúde de cada país.

Ao retornar de países com ocorrência de endemias, quaisquer sintomas devem ser imediatamente comunicados às autoridades de saúde brasileiras.

Falecimento de cidadão brasileiro 

Na infeliz ocorrência de falecimento de cidadão brasileiro no exterior, Repartições consulares do Brasil permanecerão à disposição para prestar a assistência cabível aos familiares. Recomenda-se que a família do cidadão brasileiro falecido contate a Embaixada ou o Consulado da jurisdição para orientações, por meio dos telefones regulares ou, se for o caso, do celular de plantão. Cabe aos familiares do falecido custear as despesas de traslado dos restos mortais ao Brasil, se for o caso. Mais informações estão disponíveis na seção Emergências.

Rede de saúde           

Kuala Lumpur é um centro médico que se apresenta como referência para a região, sendo a atração de pacientes estrangeiros para tratamento médico um dos focos de interesse da política oficial. Os serviços médicos, dentários e oftalmológicos, bem como os equipamentos, nas clínicas frequentadas por expatriados, são, em geral, de primeira qualidade.
Segue breve lista dos hospitais de categoria internacional, dotados de centros médicos com todas as especialidades, inclusive oftamologia e odontologia, e diálogo fluido com as seguradoras internacionais.         

Prince Court Medical Centre   

39 Jalan Kia Peng, 50450 Kuala Lumpur, Malaysia                

T: (+603) 2160 0010(+603) 2160 0010         

W: www.princecourt.com        

E: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Gleneagles Medical Centre      

282 & 286 Jalan Ampanh, 50450 Kuala Lumpur, Malaysia     

T: (+603) 4141 3000(+603) 4141 3000         

F: (+603) 4257 9233   

W: gleneagleskl.com.my           

E: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Global Doctors Hospital & Specialist Centre   

No.18, Jalan Kiara 3, Mont Kiara, 50480, Kuala Lumpur, Malaysia   

T: +603 6203 0999+603 6203 0999  

F: +603 6203 0909     

W: http://globaldoctorshospital.com     

E: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Pantai Hospital 

8, Jalan Bukit Pantai, 59100 Kuala Lumpur.    

T: (+603) 2296 0888(+603) 2296 0888         

W: www.pantai.com.my   

E: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Tropicana Hospital & Medical Centre  

11, Jalan Teknologi, PJU 5, Kota Damansara, 47810 – Petaling Jaya  

Tel (03)6287 1111(03)6287 1111      

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

MCC Clinic (Centro clínico)    

Bangsar Shopping Center, 2dn floor, 117-A, Bangsar 

Tel: (03) 2093 6136

Endemias em geral    

Há, na Malásia, risco de doenças e epidemias: principalmente, gripe aviária (H1N1) e dengue.

Malária

O risco de saúde apresentado pela malária ou impaludismo pode ser alto em regiões florestais do país. As medidas de proteção básicas incluem a preferência por locais climatizados, protegidos com telas apropriadas, isolamento de compartimentos para evitar a circulação de mosquitos no interior das instalações; usa de repelentes específicos para a pele e o vestuário, nos horários de maior risco entre o pôr do sol e o amanhecer. Note-se que o mosquito pode também apresentar risco em período diurno, sempre que tenha entrado durante a noite. A disciplina de proteção é de mais difícil manutenção no caso de crianças.

A decisão de tratamento preventivo com medicamentos disponíveis pode ser tomada com a assistência de médicos locais, em função do quadro clínico e preferências e indicações de cada individuo. O recurso ao médico no Brasil e no país de origem é indispensável para uma decisão ajuizada. 

Transportes

Infraestrutura de transportes         

A infraestrutura de transportes rodoviário, aéreo, ferroviário e marítimo, bem como de transportes públicos, de táxis e de aluguel de veículos pode ser bem diferente no destino escolhido, quando comparada à infraestrutura do Brasil, especialmente em regiões inóspitas. Antes de viajar, recomenda-se leitura detalhada das informações sobre meios de transporte no país escolhido, procurando, se necessário, dados adicionais. Em caso de dúvidas, a Embaixada ou Representação consular do Brasil poderá ser contatada. Outras informações podem ser obtidas, ainda, na página Carteira de Habilitação do Portal Consular.

Transporte aéreo      

Diversas companhias aéreas fazem a ligação de Kuala Lumpur com São Paulo e Rio de Janeiro. O tempo médio, unicamente de voo, situa-se em torno de 22 a 26 horas, com espera variável na escala, mínima de duas horas, dependendo da empresa e do dia do voo.

Transporte ferroviário        

Por estrada de ferro se pode igualmente atingir diversas áreas de Kuala Lumpur, partindo do centro e chegando a bairro mais distantes ou cidades vizinhas na área metropolitana. Os vagões têm qualidade mediana, dependendo de seu tempo de uso. Tal como no LRT, há vagões dedicados especialmente a passageiras do sexo feminino.         

Transporte público  

Em Kuala Lumpur, o mais prático meio de locomoção é o metrô (Light Transit Rail, ou LRT), seguido do monotrilho, que circula nas áreas mais próximas do centro, fazendo a junção entre elas. Ambos são limpos, confortáveis e regulares. Os dois sistemas têm certo grau de integração.

Os ônibus urbanos são dotados de ar condicionado e relativo conforto, sendo utilizados principalmente por estudantes e trabalhadores de menor renda. Têm, porém, a desvantagem de serem menos regulares. As duas principais empresas que servem a Capital são a RapidKL e a Metro Bus. Pode-se consultar suas linhas nos seguintes endereços eletrônicos: http//www.myrapid.com.my/e https://www.facebook.com/MetrobusNationwide

Táxis

Os táxis trabalham por taxímetro e cobram taxa extra após meia-noite. Registra-se que alguns taxistas, no país, podem cobrar muito acima da tabela ao perceberam estar com clientes que desconhecem o país. Boa solução, em tais casos, é ligar para uma das empresas de táxi que servem a cidade, as quais, para clientes cadastrados, enviarão um veículo para transportar o passageiro a preço justo. Pedido por telefone, o táxi pode chegar normalmente entre 5 e 15 minutos, avisando o cliente em caso de atraso.

Em seus deslocamentos, o turista deve optar por meios de transporte seguros: usar os serviços de táxis com agendamento por telefone ou os táxis recomendados pelos principais hotéis, evitando tomar taxis avulsos.

As seguintes empresas têm maior número de veículos circulando pela cidade e têm registrado o endereço do cliente, a partir de seu número de telefone, para agilizar o atendimento.              

PublicCab - 603-6259 2020 (http://www.publiccab.com/booking.htm)       
Sunlight Taxi - 1-300-800-222 (http://www.sunlighttaxi.com/unicablink)   
Blue Cab (taxis especiais) – (03)8948-2193(03)8948-2193 http://Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.         

Transporte rodoviário

Além de excelentes estradas, a Malásia possui moderno sistema de pedágio, mediante o cartão “Touch’n Go”, que pode ser adquirido e recarregado nos caixas automáticos e lojas de conveniência, e o aparelho de leitura automática “Smart-Tag”, os quais agilizam a passagem pelo pedágio sem parar para pagamento.

A mão de direção na Malásia é a inglesa, com volante à direita do veículo. Os motoristas malásios mostram-se menos competitivos e mais corteses, em média, do que os ocidentais, em geral cedendo passagem a quem sinaliza corretamente sua intenção. São também, mais velozes do que a média da região, de modo que a maioria dos acidentes ocorre por excesso de velocidade.

Outra causa de acidente é a presença indisciplinada dos motociclistas em todos os corredores formados pelas filas de carros em movimento, e sua imprudência ao cortarem, muitas vezes abruptamente, o trajeto dos automóveis.

Uma regra do trânsito local é a de que a buzina é considerada uma espécie de descompostura de um motorista a outro, por algum tipo de inconveniência causada ao primeiro. Representa, portanto, uma espécie de ofensa, muitas vezes tomada demasiadamente a sério.

Pedestres        

O sentido da circulação viária é à esquerda. Pedestres não habituados a esse sistema devem ter cuidado ao atravessar ruas.

Infraestrutura turística

Orientações gerais    

Ao planejar suas viagens, cidadãos brasileiros devem estar cientes de orientações básicas, válidas para todo tipo de viagem ao exterior, independentemente do país escolhido como destino. Recomenda-se, assim, a leitura cuidadosa das informações disponíveis em Orientações gerais para quem vai viajar ao exterior.

Clima

A Malásia tem clima equatorial e úmido, marcado por duas prolongadas estações chuvosas, trazidas pelas Monções do Sudoeste (entre abril e agosto), e do Nordeste (entre outubro e março). As temperaturas mínimas situam-se entre 21 e 24 graus centígrados e as máximas entre 31 e 34 graus. 

Estabelecimentos comerciais          

O país apresenta bons destinos de turismo locais, com ótima infraestrutura, além de proximidade e facilidade de viagens aos países vizinhos, a preços acessíveis. Há, ainda, ampla oferta de produtos de alimentação familiares aos brasileiros. Lista-se, a seguir, algumas das opções de comércio e lazer da capital malásia:  
Comércio: Principais centros de compras

Suria KLCC – situado nos primeiros pisos das Torres Gêmeas: além das lojas das grandes marcas internacionais de moda, bolsas, perfumaria e esportes, abriga as lojas de departamentos Parkson e Isetan e grande número de restaurantes, bem como várias salas de cinema de primeira linha.

Pavillion – Jalan Bukit Bintang,  possivelmente o de melhor apresentação e mais funcional dos centros de compras da região, com lojas de departamentos, grandes marcas, restaurantes, cinemas. Possibilidade para os estrangeiros de isentar-se de impostos.

Star Hill,  Fahrenheit e vários outros, igualmente na Bukit Bintang

Plaza Low Yat – nas proximidades da Bukit Bintang,  especializado em eletrônicos, como câmeras, laptops e telefones celulares, além de peças avulsas em geral. Porém, para aparelhos acabados e de maior valor,  pode-se obter preço igual no terceiro andar do Suria, nas Torres Gêmeas, com maior segurança quanto à autenticidade.

Midvalley Megamall - próximo à Estação Central e ao distrito de Bangsar: gigantesco centro de compras conjugado com o “The Gardens Mall” - este último mais selecionado - onde se encontram cinemas,  e grandes lojas de departamentos, além de grandes marcas.

The Curve – localizado ao lado da IKEA, em Petaling Jaya (continuaçao de Kuala Lumpur pelo norte); grande e também movimentado centro de compras e de restaurantes, com lojas das principais marcas famosas e bons cinemas.

One Utama Shopping –  distrito de Bukit Utama, gigantesco centro de compras com todas as ofertas de serviços dos demais, preferido por praticar preços mais populares.

Bangsar Shopping Centre e Bangsar Village: localizam-se  nos dois extremos da Jalan Maarof, principal artéria de Bangsar. Oferecem variedade de artigos e opções de restaurantes, além de supermercados com variados itens de alimentação internacional.  Uma das áreas favoritas de expatriados.

Publika Shopping Gallery – localizado em Sri Hartamas, norte da cidade,  concebido como um sistema de ruas internas e a céu aberto, com excelentes lojas – porém não as grandes marcas - e um andar especialmente dedicado a galerias de arte. Também possui bons restaurantes com preços médios e um muito bem aparelhado supermercado,  o “BIG” – Ben’s Independent Grocers - , especializado, como os de Bangsar, em artigos refinados de culinária para expatriados.

Golden Triangle – movimentada  área de comércio de rua, no centro da cidade, formada pela Jalan Pudu, Jalan Sultan Ismail e Jalan Bukit Bintang, com lojas, restaurantes, hotéis e bancos. Aí se localizam também os conhecidos “shoppings” Star Hill e  Fahrenheit, já citados,  ambos em frente ao “Pavillion”.

 Compra de gêneros alimentícios frescos: todos os centros de compras abrigam um grande supermercado, em geral da rede “Cold Storage”, “Tesco”, “Giant”. Há também os conhecidos “Hock Choon”, na Jalan Ampang 241, o “BIG”, já citado, no Publika Mall, em Sri Hartamas (com excelente panificadora), e o “Mercato”, no Pavillion e no Sri Hartamas Shopping Mall, em Sri Hartamas.

Mercados tradicionais (“wet markets”)– há ainda os mercados tradicionais, onde se pode comprar produtos frescos por preços bastante favoráveis. Para os moradores do centro, destaca-se o que fica na área da Jalan Pudu e, para os do norte, o mercado do TTDI (Taman Tun Dr. Ismail).          

Comunicações e idioma       

O idioma inglês é o meio de comunicação corrente em Kuala Lumpur e nas cidades em geral.

Livros, revistas e jornais     

Kuala Lumpur abriga grandes e excelentes livrarias, com ampla oferta de títulos em inglês de todos os gêneros. Praticamente todas localizam-se no interior dos grandes “shopping centers”, alguns deles com mais de uma grande loja desse tipo.Nelas, assim como nas bancas de jornais em geral, encontram-se os principais jornais internacionais em língua inglesa distribuídos na Ásia,

Padrões de rede elétrica      

A rede elétrica na Malásia opera em ciclagem de 50 Hz e em voltagem superior à brasileira, 240 V. As tomadas possuem três pinos com corte retangular, um de orientação vertical e dois horizontais, recomendando-se, portanto, o uso de adaptadores. O fornecimento de eletricidade, feito pela "Tenaga Nasional Barhad" (Sociedade Nacional de Energia) e é regular e são bastante raros os apagões, ocasionados por incidentes técnicos localizados. Recomenda-se, ainda, o uso de estabilizadores de voltagem, como proteção contra os raios durante as tempestades.

Telefonia móvel        

Há três provedores de telefonia celular, que oferecem variada escolha de planos, aos quais é geralmente incorporada a compra amplamente favorecida de um aparelho novo de última geração, mediante compromisso de assinatura por um mínimo de dois anos. É requerido um depósito inicial de RM 500.00 (US$ 165.00) e o consumo regular médio, sem chamadas internacionais, situa-se em torno de RM 200 mensais (US$ 65.00).

Aluguel de veículos  

Kuala Lumpur conta com diversas empresas de aluguel de carros. Dentre elas, destaca-se a Avis Malaysia (+603) 2162 2144(+603) 2162 2144; a Hertz Car Rental (+603) 20262497(+603) 20262497; a Orix Car Rentals  (+603) 2142 3009(+603) 2142 3009; a Advantage Car Rentals  (+603) 2142 5855(+603) 2142 5855; e a Mayflower Car Rental (+603) 6253 1888(+603) 6253 1888. 

Costumes locais e legislações específicas

Legislação local         

Durante sua estadia em outro país, cidadãos brasileiros estão sujeitos às leis locais, ainda que elas sejam bem diferentes da legislação do Brasil. Viajantes que desobedeçam às leis locais podem ser multados, processados ou presos. Recomenda-se que, antes de viajar, cidadãos brasileiros estudem a legislação e os costumes do destino escolhido, contatando, se necessário, a Embaixada ou Repartição consular do Brasil no exterior, em caso de dúvidas sobre questões pontuais.        

Questões de gênero   

Normas legais e/ou religiosas que regulam o direito das mulheres podem variar consideravelmente de país a país. Cidadãs brasileiras podem encontrar, em outros países, realidade completamente diferente daquela do Brasil. Recomenda-se que mulheres em viagens ao exterior leiam detalhadamente as informações da página Mulheres em viagens ao exterior.

Prisão de cidadão brasileiro             

Em caso de prisões envolvendo cidadãos brasileiros, os detidos têm o direito de contatar agentes consulares do Brasil para pedir assistência. Nesses casos, nacionais devem sempre requisitar às autoridades policiais locais que comuniquem a situação à Embaixada ou Repartição consular brasileira o mais rápido possível. O Posto esclarecerá ao brasileiro detido quais são seus direitos no país e prestará apoio para que sua integridade física e psicológica seja respeitada.

Para mais informações, deve-se acessar a página Detenção no exterior. Em casos de detenção por tráfico de drogas, recomenda-se, ainda, a leitura do guia Detenção por tráfico de drogas no exterior.

Identificação 

Pela lei local, todos os cidadãos estrangeiros no país devem portar documento de identificação. Assim, recomenda-se que cidadãos brasileiros portem, a todo momento,  cópia do passaporte brasileiro, deixando o original em local seguro, para evitar perdas ou furtos.  Autoridades policiais podem requisitar, a qualquer momento, prova de identificação. Nessas ocasiões, cidadãos que não tenham em mãos documento de identidade estão sujeitos a multas, possíveis interrogatórios e, em casos mais graves, até detenção.

Respeito às leis locais

Reforça-se ao turista brasileiro a importância de que as leis locais sejam estritamente seguidas durante a permanência no país. Desobediência aos valores islâmicos, incluindo os mais conservadores, e qualquer crítica pública ao Governo, à religião ou aos costumes podem gerar deportação e, mesmo, prisão.

Vigilância      

O Governo local pode manter intenso programa de vigilância tanto de seus nacionais quanto de cidadãos estrangeiros. Dessa forma, quartos de hotéis, conferências, conexões de internet, fax e telefone podem ser monitorados. Cidadãos brasileiros devem ter em mente que interações constantes de estrangeiros com cidadãos locais são investigadas e, em caso de essas interações terem alguma forma de natureza política, estrangeiros podem sofrer penalidades legais, inclusive prisão.

Particularidades culturais    

Embora o ambiente social seja bastante amigável, cabe ter consideração com o sentimento religioso islâmico, cujos padrões morais são mais restritos que os ocidentais e mesmo os das demais religiões praticadas no país.

Condutas sociais      

Não são comuns, na Malásia, manifestações públicas de afeto entre casais, que sequer caminham abraçados ou de mãos dadas. Carícias mais básicas entre homem e mulher são censuradas inclusive nas produções do cinema.

Em contato com malaio-muçulmanos, deve-se atentar ao uso, unicamente, da mão direita, para cumprimentar, dar e receber coisas e para tocar pessoas ou objetos que requeiram tratamento respeitoso. Deve-se também evitar tocar as mulheres muçulmanas, a menos que estas adiantem a aproximação. Embora esta regra seja menos observada na capital, onde metade da população é não-malaia, , sua aplicação é imperativa fora da área metropolitana.

Outro costume vigente na Ásia Oriental, de modo geral, é o de tirar-se os sapatos para entrar na residência de um habitante local, quando não expressamente indicado o contrário, e mesmo nesse caso, quando se trate de visita pessoal.  O costume de tirar os sapatos fundamenta-se na preservação da higiene e pureza do ambiente doméstico. Esta é a utilidade das grandes sapateiras que se encontram à entrada das casas do país.

Vestuário

Nos estados predominantemente muçulmanos, como Kelantan e Terengganu, é aconselhável adotar um vestuário discreto, evitando-se roupas curtas e decotes, principalmente próximo aos locais de culto e praias.

Ramadã         

Durante o mês santo do Ramadã, muçulmanos jejuam do nascer ao pôr do sol. Comer, beber, fumar, tocar música alta e dançar em locais públicos (fora dos horários apropriados) é punível por lei, inclusive para os não-muçulmanos. As datas exatas do Ramadã seguem um calendário lunar e mudam a cada ano.

Tolerância LGBT     

A tolerância e o respeito a cidadãos LGBT variam de país a país. Para mais informações, recomenda-se a leitura cuidadosa da página LGBT em viagens ao exterior.

Portadores de necessidades especiais ou com mobilidade reduzida       

Nos “shopping centers”, edifícios e áreas centrais da cidade de construção mais moderna há rampas para acesso a cadeiras de rodas e banheiros públicos adaptados a necessidades especiais. Há elevadores nas estações de metrô. Não há, porém, a mesma facilidade nos ônibus urbanos nem nos edifícios e áreas mais antigas da cidade. Para mais informações, recomenda-se a leitura da página Pessoas com deficiência em viagens ao exterior

Entorpecentes

A legislação anti-drogas da Malásia é muito severa e pune, inclusive, a posse para consumo próprio. O tráfico de drogas é passível de pena de morte.

Penalidades que destoam das leis brasileiras

A Constituição Federal brasileira de 1988 proíbe a pena de morte (em tempos de paz), prisão perpétua, banimento, trabalhos forçados e quaisquer outras penalidades consideradas cruéis. Nessa linha, o Brasil é membro do Protocolo da Convenção Americana de Direitos Humanos para a Abolição da Pena de Morte (ratificado em 13 de agosto de 1996).

No ordenamento jurídico interno de outros países, as penalidades previstas podem ser bem distintas daquelas permitidas no Brasil. Recorda-se  que cidadãos brasileiros em viagem ao exterior estarão sujeitos às leis do país em que se encontram, podendo ser condenados, inclusive, a penas proibidas no Brasil. 

A Malásia possui penas destoantes do ordenamento jurídico do Brasil, incluindo punições corporais, prisão perpétua e pena capital. Vários dos tipos penais mencionados na legislação são passíveis de diferentes níveis de punição, a depender de determinadas circunstâncias agravantes específicas.

Pena de morte 

A pena capital, ainda aplicada no país, pode ser mandatória ou discricionária, a depender do tipo penal e agravantes. Nos casos de homicídio, ofensas graves relacionadas a armas de fogo, tráfico de drogas perigosas, terrorismo, e ataques contra a pessoa do monarca, a pena de morte é aplicada madatoriamente. Para os casos de crimes desequestro, porte de arma ou explosivos, roubo, e promoção de guerra contra o monarca, é discricionária ao juiz acondenação à morte do perpetradores. Pressão recente porparte de organizações locais e do Governo tentam reverter aobrigatoriedade da aplicação da pena de morte, especialmente nos casos de tráfico de drogas. Em todos os casos, a forma de execução é via enforcamento.

Menores de 18 anos e pessoas portadoras de doenças mentais no momento do delito não podem ser executados. Os últimos dados seguros, publicados pela Anistia Internacional para o ano de 2013, confirmam que pelo menos duas pessoas foram efetivamente executadas naquele ano. Atualmente, encontram-se setenciados e aguardando execução por volta de 900 pessoas, incluindo cerca de 100 estrangeiros. Não há dados concretos sobre a efetiva execução de estrangeiros. Segundo dados daquela instituição, a maioria das condenações e execuções se referem a delitos relacionados ao tráfico de substâncias entorpecentes.

A despeito da ausência de estatísticas oficiais, tais punições continuam a ser aplicadas no país, conforme noticiado pelos jornais locais e organizações internacionais. Estrangeiros são passíveis de quaisquer dessas punições sem distinção.

Prisão perpétua

A prisão perpétua pode ser aplicada em crimes contra o Estado, ofensas relacionadas ao tráfico de drogas, tráfico de armas de fogo, terrorismo, estupro e outros. A depender das circunstâncias do crime, entretanto, esse tipos penais podem ter punição capital.

Prisão por tempo indeterminado 

A prisão por tempo indeterminado é também prevista noordenamento jurídico malásio.

Castigos corporais 

As punições corporais no país, aplicadas na forma dechibatadas, são utilizadas tanto por tribunais laicos, quantopor cortes da sharia. Nos tribunais laicos, a punição éaplicada somente a homens. Menores entre 10 e 16 anos podem  ser sentenciados a até dez chibatadas "leves" (demenor calibre). Dentre os crimes que permitem tal tipo desentença em cortes laicas estão a possessão de substânciaentorpecente, facilitação de imigração ilegal, estupro, roubo, sequestro, entre outros crimes. 

Nas setenças proferidas por cortes da sharia, aplicáveissomente a muçulmanos, malásios ou não, tanto mulheres quanto homens podem ser punidos com até seis chibatadas. Nesses casos, incluem-se os crimes de prostituição, sodomia e ofensas sexuais, dentre outros.

Informações adicionais

IMPORTANTE: A relação de fontes para leitura adicional é meramente indicativa. O Itamaraty não se responsabiliza pelo conteúdo do material indicado.

Guia Expat-Arrivals – Malaysia           

Disponível no endereço http://www.expatarrivals.com/malaysia/moving-to-malaysia -

“Kuala Lumpur – Smart Guide”, da coleção “Insight Guides”  

Contém informações sobre o estilo de vida, a cultura e os códigos sociais vigentes em Kuala Lumpur, além de informação turística útil para o reconhecimento inicial da cidade.

Recomenda-se leitura da seção Guia de países para verificar se há mais informações sobre o destino escolhido.

 

Para informações sobre as relações diplomáticas do Brasil com a Malásia clique aqui.

Fim do conteúdo da página