Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Turquia

Alertas para este país

Trata-se de alerta que exige algum grau de cautela. Os efeitos ou consequências da situação descrita no alerta ainda podem ser sentidos, em grau variável, por brasileiros que se encontrem no país.
Necessidade de transitar com passaporte original14/10/2019Turquia
Trata-se de alerta que exige pouca cautela. Muitas vezes, refere-se a uma situação já solucionada ou superada, que muito provavelmente não trará maiores efeitos ou consequências para brasileiros que estejam no país. Algum grau de alerta, no entanto, é sempre necessário.
Validade do Passaporte para Entrada na Turquia 10/07/2019Turquia
Trata-se de alerta que exige algum grau de cautela. Os efeitos ou consequências da situação descrita no alerta ainda podem ser sentidos, em grau variável, por brasileiros que se encontrem no país.
Terremoto na Turquia e na Grécia21/07/2017Turquia
Trata-se de alerta de grande urgência, que pode exigir extrema cautela. Há grande probabilidade de que os efeitos ou consequências da situação descrita no alerta sejam sentidos por brasileiros que estejam no país.
Situação na Turquia15/07/2016Turquia
Trata-se de alerta de grande urgência, que pode exigir extrema cautela. Há grande probabilidade de que os efeitos ou consequências da situação descrita no alerta sejam sentidos por brasileiros que estejam no país.
Atentados na Turquia29/06/2016Turquia

Informações básicas

Capital Ancara
Língua Turco
Moeda Lira Turca
Validade do passaporte Passaporte com no mínimo 6 meses de validade 
Página do passaporte em branco Uma página é necessária para carimbo de entrada
Visto de turista necessário Dispensa de visto por até 90 dias.
Vacinações nenhuma
Restrições de moeda para entrar Não há
Restrições de moeda para sair Até USD 5.000,00 para estrangeiros. Valores superiores devem ser declarados.

Recomendações de viagem

A recomendação de viagem do Ministério das Relações Exteriores considera o contexto de infraestrutura, segurança e saúde, bem como a situação geral do país escolhido como destino, avaliando os riscos potenciais de uma viagem a cidadãos brasileiros.

 

 

Viajar com precauções normais de segurança

X

Viajar com grau moderado de cautela

 

Viajar com alto grau de cautela

 

Evitar viagens não-essenciais  

 

Não viajar

 

Cidadãos brasileiros devem viajar à Turquia com grau moderado de cautela Para maiores informações, recomenda-se a cuidadosa leitura dos tópicos desta página.

Cidadãos brasileiros devem ter sempre as informações de contato da Embaixada do Brasil em Ancara e do Consulado-Geral do Brasil em Istambul, que, se necessário, poderão prestar assistência consular a nacionais na Turquia.

A depender da natureza de sua solicitação, a melhor opção poderá ser entrar em contato com sua família, amigos, companhia aérea, agente de viagem, operador de turismo, empregador ou seguro de viagem em primeiro lugar. Os Postos com serviço consular estão a disposição para auxiliar em casos de maior complexidade. Acesse o Portal Consular para saber o que uma Repartição Consular pode ou não pode fazer por você.

Para assuntos graves e de natureza jurídica, recomenda-se entrar em contato, inicialmente, com as autoridades de polícia e/ou de saúde locais, a partir dos dados de contato informados nos tópicos "Segurança" e "Saúde" do Portal Consular. Caso necessário, a Rede Consular do Brasil poderá ser contatada.

Para solicitações fora do horário de expediente e casos de comprovada emergência, o plantão consular da Embaixada ou Consulado do Brasil poderá ser acionado. Contate a página Emergências do Portal Consular para maiores informações.

Rede Consular do Brasil

Recomenda-se que cidadãos brasileiros portem relação com os números de telefone da Embaixada e/ou do Consulado instalado na região em que pretende transitar ou permanecer. A assistência consular é um direito reconhecido por tratados internacionais, e o cidadão estrangeiro deve sempre exigir das autoridades locais a oportunidade de comunicar-se com Representação Diplomática de seu país. O Itamaraty recorda que a assistência consular prestada ao cidadão brasileiro é isenta de custos, embora não exista previsão legal para o custeio de despesas com, por exemplo, advogados e tratamento médico/hospitalar.

 

Embaixada do Brasil em Ancara (E)

Endereço: RESIT GALIP CADDESI, ILKADIM SOKAK, Nº. 1 GAZIOSMANPASA 06700 ANKARA – TURKEY

Telefone: (0090312) 448-1840 / 41 / 42 / 43

Plantão Consular: 90 05334240429 (SOMENTE PARA EMERGÊNCIAS)

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Site da Repartição:  http://ancara.itamaraty.gov.br

 

Consulado-Geral do Brasil em Istambul (CG)

Endereço: Consulate General of Brazil, Süzer Plaza, 4th floor, Askerocagi Caddesi No 9, Elmadag 34367 Sisli,Istambul Turkey

Telefone: +90 212 252 0013

Plantão Consular: (90) 554  834 5952 (SOMENTE PARA EMERGÊNCIAS)

Email: http://istambul.itamaraty.gov.br

Facebook: https://www.facebook.com/cgbrasil.istambul/

Site da Repartição:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Para saber o que uma Embaixada ou Consulado brasileiro pode e não pode fazer por você, clique aqui.

Em caso de morte de cidadão brasileiro no exterior, acidentes, inadmissões e demais emergências consulares, clique aqui.

Em caso de dúvidas, clique aqui.

Consulados Honorários do Brasil

Consulado Honorário em Adana

Titular: Sra. Görde Demir Çelen

Endereço: Resatbey Mah. Turkkusu Cad. Cünep Panorama B Blok K:8, D: 804, Seyhan, Adana

Telefone: +90 322 351 04 79

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Consulado Honorário em Alanya

Titular: OSMAN MAYATEPEK

Endereço: --

Telefone: --

Email: --

 

Consulado Honorário em Antália

Titular: Ahmet Cemal Özgörkey

Endereço: Hasim Iscan Mah. Fevzi Çakmak Cad. Peker Apt. K: 6, nº 1, Antalya

Telefone: +90 242 247 20 60

Fax: +90 242 247 20 55

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Horário de Expediente: 09:00 - 12:00

Consulado Honorário em Bursa

Titular: Silvyo Benbassat

Telefone: +90 212 526 67 38 (pabx)

Fax: +90 212 520 90 50

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Horário de Expediente: 09:00 - 12:00

 

Consulado Honorário em Eskisehir

Titular: Muharrem Özgüven

Endereço: Ismet Inödu Cad. Köprübasi/Sarar Ishani nº:1 K:1 Büro nº:108 26000 Eskisehir

Telefone: +90 222 231 00 08

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Consulado Honorário em Gaziantep

Titular: Murat Kökoglu

Endereço: Köksan Pet ve Plastik Amb.San. Ve Tic. A.S 4.058 /B3422 nºlu Cad. Nº:10 PK:39 Baspinar

Telefone: 90 342 357 03 30

Email: --

Consulado Honorário em Izmir

Titular: Ali Tamer Bozoklar

Endereço: Ali Çetinkaya Bulvari, Nº 12/1 - Yunus Apartmani - Alsancak 35220, Izmir

Telefone: +90 232 463 86 07

Fax: +90 232 463 23 25

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Consulado Honorário em Mersin

Titular: Mahmut Cengiz Sönmez

Endereço:  Gazi Mahallesi, Adnan Menderes Bulvarl - 1328 Sokak, Sönmez Apt. Nº 4/1 - Pozcu / 33,130, Mersin

Telefone: +90 324 329 17 17

Fax: +90 324 329 17 21

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Horário de Expediente: 10:00 - 12:00; 15:00 - 17:00

 

Consulado Honorário em Nevsehir

Titular: Omer Tosun

Endereço: Yukarl Mah. Eski Göreme Cad. Nº:33 - Uçhisar Kasabas - 50240, Nevsehir

Telefone: +90 384 219 27 77

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

Comunidade brasileira e principais destinos

Comunidade brasileira         

Estima-se que cerca de 500 brasileiros vivam na Turquia, nas mais diferentes cidades do país. 

Principais destinos

Istambul: Cosmopolita e gigantesca, Istambul é a cidade mais populosa do país, com 15 milhões de habitantes em 2018. Mesmo com uma população predominantemente muçulmana, trata-se de uma metrópole moderna, onde não se percebem preconceitos religiosos ou constrangimentos por diferenças de costume ou vestuário.O Estreito de Bósforo, que liga o Mar Negro (norte) ao Mar de Mármara (sul), corta a cidade, conferindo-lhe uma porção asiática e outra européia. A porção européia é ainda dividida pelo Chifre de Ouro, um estuário natural que separa os atuais distritos de Fatih a sul (núcleo de Bizâncio e Constantinopla) e Beyoglu a norte do Chifre de Ouro (antigos bairros de Pera e Gálata). De geografia acidentada, a cidade se assenta sobre colinas, e os morros são uma constante na paisagem recortada pelo Bósforo e pelo Chifre de Ouro. Dentre os principais bairros comerciais e residenciais, do lado europeu, destacam-se Beyoglu (onde está localizada a famosa Praça Taksim e a Avenida Istiklal), Nisantasi, Maçka, Besiktas, Sisli, Ulus, Ortakoy, Etiler, Karakoy, Levent e Bebek. Os principais pontos turísticos estão concentrados na área da Praça Sultanahmet, no bairro de Fatih. Do lado asiático, Uskudar, Kadikoy, Atasehir, Moda e Bostanci são referências de bairros comerciais e residenciais. A Avenida Bagdá é famosa no comércio local com suas lojas de grife, restaurantes e cafés. Pela geografia da cidade, o variado sistema de transporte público inclui metrô, “metrobus”, ônibus, “tramway”, teleférico e barcos, que cruzam o Estreito de Bósforo, fazendo o transporte entre o lado asiático e europeu, e navegam pelo Chifre de Ouro.

Izmir: A terceira cidade mais populosa da Turquia, com uma população de 4.3 milhões de habitantes em 2018, foi berço do poeta Homero e um importante centro de turismo, arte, cultura, comércio e indústria. A cidade, conhecida como Bayrakli em 3.000 a.C., teve influência do Estado Hitita nos anos 1.500 a.C. A fortaleza,  Kadifekale, foi construída sob ordens de Alexandre Magno no século IV A.C.  A cidade passou por domínio do Império romano, Bizantino e Otomano. Nas proximidades de Izmir, localizam-se as ruínas de Éfeso, um dos sítios arqueológicos mais bem preservados da Turquia; a Casa da Virgem Maria, importante local de peregrinação onde se acredita que a Virgem Maria tenha vivido no final de sua vida; e a cidade de Kusadasi, que abriga importante porto turístico. Çesme é um dos lugares mais belos de Izmir e está entre os mais populares lugares de férias da Turquia. Sua história remete a 3.000 a.c.. Entre os principais pontos turísticos de Izmir estão o Castelo de Çesme, construído pelos otomanos no século XVI, e o “Caravansarai” do Sultão Kanuni Süleyman, ao lado do Castelo, que foi transformado em hotel, também do mesmo século. Ilica, perto de Çesme, é um grande centro termal: só na baía de Ilica encontram-se mais de 250 nascentes de água quente. Sigacik, no sul da Península de Çesme, é um centro importante de iatismo. Nas vizinhanças de Sigacik localiza-se a antiga cidade de Claros onde encontram-se o “Centro de Fé Teos” e o “Templo de Apolo”, dedicados a Dioniso, “deus do vinho”.

Ancara: Ancara é a capital da República da Turquia, e a segunda maior cidade do país, depois de Istambul. É o centro da área metropolitana homônima, que contava com 5 milhões de habitantes em 2018. É a capital da província homônima e faz  parte da região da natólia Central. É a maior cidade do país inteiramente situada no continente asiático. É uma importante cidade comercial, industrial e cultural e está-se desenvolvendo muito ultimamente. Também serve como centro de comércio para a zona agrícola em seu redor. Antes de tornar-se capital do país, a cidade era famosa pela lã das suas cabras (lã de Angorá, antigo nome da cidade). Localizada no centro da Anatólia, a uma altitude média de cerca de 950 metros, é uma importante encruzilhada tanto em sentido figurativo, pelo comércio, como literalmente por ser o centro das redes de autoestradas e ferrovias do país. Conta com várias universidades, a Biblioteca Nacional, o Museu Arqueológico, o Museu Etnográfico e o Museu das Civilizações da Anatólia. O mausoléu de Kemal Atatürk Anitkabir -, a figura mais importante da Turquia do século XX, também está localizado em Âncara.

Antália (ou Antalya) está situada no sul da Turquia, situada na região do Mediterrâneo, capital da área metropolitana de mesmo nome e da província de Antália. De acordo com dados de 2013, a população do conjunto dos distritos urbanos era de 2.4 milhões de habitantes em 2018 (oitava maior cidade do país). A altitude média da cidade é 30 m. Foi fundada cerca de 150 a.C. Construída sobre falésias à beira-mar, a cidade está rodeada de montanhas. Os investimentos feitos a partir dos anos 1970 transformaram a cidade num centro turístico de fama internacional. Atualmente, a cidade e seu entorno recebem mais de 14 milhões de turistas por ano, sendo, segundo a Organização Mundial do Turismo, o quarto destino mundial mais visitado por turistas internacionais. Antália é famosa pelas suas praias, nomeadamente as de Konyaalti, Lara e Karpuzkaldiran. No inverno pode praticar-se esqui nas estâncias próximas de Beydaglari e Saklikent. A cidade tem muitas mesquitas, igrejas e madrassas (escolas islâmicas), "karavansarays" e hamams (banhos turcos). As áreas de Kaleiçi e do porto, rodeadas de muralhas, são as mais antigas da cidade e ainda conservam muitas casas de arquitetura tradicional grega e turca.

Kayseri: Kayseri está situada na região da Anatólia Central, sendo capital da área metropolitana e da província de Kayseri. De acordo com dados de 2018, a população do conjunto dos distritos urbanos era de 1.3 milhão de habitantes (11ª mais populosa da Turquia). A altitude média da cidade é 1.054 metros. Kayseri é a porta de entrada para a região da Capadócia, situada, em sua maior parte, na vizinha província de Nevsehir ou Nevshehir. É a cidade mais importante da região, nomeadamente a capital das províncias romana e bizantina com esse nome. Kayseri é uma grande cidade industrial rodeada de planícies verdes e férteis, e colinas com florestas junto a um vulcão extinto coberto de neve, o Monte Argeu, a montanha mais alta da Anatólia Central, que se destaca no horizonte a sul da  cidade. As construções de betão e diversas zonas industriais rodeiam a antiga cidade seljúcida. Algumas das famílias mais ricas da Turquia, como a Sabanci (dona do segundo maior grupo econômico privado do país), Boydak ou Has são originárias de Kayseri. Além disso, tem muitos emigrantes espalhados por diversos países da Europa Ocidental, que asseguram entradas de divisas direcionadas àquela região. A cidade é considerada como uma das mais conservadoras da Turquia em termos políticos e religiosos. A cidade é uma mistura de riqueza, modernidade e conservadorismo provinciano. É frequentemente referida como uma das cidades que encaixam perfeitamente na definição de "Tigres da Anatólia", um termo usado internacionalmente para referir as cidades turcas que a partir dos anos 1980 apresentaram fortes índices de crescimento económico. A cidade é famosa pelas suas especialidades gastronômicas, como o manti, pastirma e sucuk. Embora a maior parte dos turistas que visitam a cidade o façam de passagem para as atrações mais populares da Capadócia, Kayseri tem muito a oferecer ao visitante, como sejam os monumentos do período do Sultanato seljúcida da parte antiga da cidade e atividades de ar livre (percursos pedestres, alpinismo, etc.) no Monte Argeu.

Entrada

O conteúdo a seguir está sujeito a mudanças e pode não ter as informações completas que assegurem a entrada no país escolhido. Para mais informações, recomenda-se a leitura completa das páginas do Portal Consular, incluindo os alertas migratórios e a seção Vistos. Recomenda-se, ainda, que, antes de viajar, cidadãos brasileiros contatem uma Embaixada ou Consulado do país escolhido como destino para certificar-se dos requisitos de visto e entrada e permanência.

Inadmissões de cidadãos brasileiros

A prerrogativa de cada país de determinar quem pode ou não entrar em seu território é decisão soberana de cada Estado. O Governo do Brasil não poderá intervir a favor de cidadãos brasileiros não admitidos por não terem cumprido os requerimentos de entrada.

O Ministério das Relações Exteriores tem mantido contatos sistemáticos com autoridades estrangeiras, no sentido de sensibilizá-las sobre a necessidade de adoção de critérios claros na política de controle migratório, de maneira a serem evitados comportamentos que possam ser interpretados como discriminatórios ou que atentem contra a dignidade e moralidade dos indivíduos.

Recomenda-se a leitura da seção Inadmissões/deportações de cidadãos brasileiros para mais informações.

Febre amarela          

A febre amarela é considerada endêmica no Brasil. Por isso, alguns países podem exigir de cidadãos brasileiros comprovante de vacinação contra a doença. A Turquia não exige a apresentação de comprovante de vacinação contra a febre amarela de viajantes brasileiros. no entanto, como muitos viajantes utilizam a Turquia como país de trânsito para outros países, é importante verificar se o país de destino final exige o comprovante de vacinação. Mais informações sobre o assunto e outras vacinas eventualmente necessárias podem ser encontradas no tópico Saúde do Viajante.

Visto

Dispensa de visto por até 90 dias para viagens de turismo e negócios.

Requisitos de entrada          

Informações sobre requisitos de entrada para estrangeiros na Turquia estão disponíveis na página eletrônica do Ministério de Relações Exteriores da Turquia (http://www.mfa.gov.tr/consular-info.en.mfa). Informa-se que a validade do passaporte deverá ser de no mínimo seis meses após entrada na Turquia.

Entrada de menores

Em esforços para prevenir sequestro internacional de menores, alguns Governos estrangeiros começaram a verificar o status de menores em pontos de entrada do país. Essas verificações frequentemente incluem exigência de documentos que comprovem a relação do menor com a pessoa que o estiver acompanhando e autorização de viagem,  por escrito,  do genitor ausente. Caso um dos genitores tenha falecido, é necessário portar cópia do certificado de óbito. Para maiores informações, pode-se acessar a página Viagem de menores brasileiros ao exterior

Saída de menores     

Crianças que tenham genitor de nacionalidade turca podem ter dificuldade para sair do país sem a autorização do genitor turco. Mesmo que a criança tenha passaporte brasileiro e/ou tenha mãe e pai brasileiros, a lei local estipula que o pai deverá autorizar previamente a viagem para que a criança possa sair do país. A norma é válida para todos os casos, incluindo situações em que um dos pais tenha guarda exclusiva da criança.

Entrada de animais domésticos

As regras de entrada de animais domésticos na Turquia são definidas pelas autoridades aduaneiras turcas e fiscalizadas nos portos e aeroportos internacionais. As informações abaixo são meramente indicativas e devem ser confirmadas junto às representações diplomáticas da Turquia no Brasil e à empresa aérea que realizará o transporte do animal.

Exigências para entrada na Turquia:

a) Passaporte para trânsito de animais;
b) Microchip;
c) Certificado Veterinário Internacional (CVI);
d) Os Animais domésticos devem estar acompanhados. O limite de animais por passageiro é de 2 animais (gatos, cachorros ou pássaros) ou 10 peixes de aquário.
e) Vacina antirrábica;
f) Exame de sorologia de raiva realizado por laboratório credenciado pela União Europeia;
g) Cães e gatos com menos de três meses não podem receber vacina antirrábica e estarão sujeitos a quarentena na chegada à Turquia;
h) Cães das seguintes raças estão proibidos de entrar na Turquia: Fila Brasileiro, Pitbull Terrier, Tosa Inu e Dogo Argentino. A proibição também vale para cães mestiços dessas raças. Para outras raças consideradas "de luta", recomenda-se consultar previamente as autoridades alfandegárias no ponto de chegada na Turquia;

i) Para espécies ameaçadas de extinção, documentação prevista na Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Flora e Fauna Selvagens em Perigo de Extinção (CITES).

Entrada a partir da Síria      

Devido à atual situação de guerra civil na Síria, a fronteira turco-síria encontra-se em situação instável. Cidadãos brasileiros que desejam ingressar na Turquia a partir da Síria devem comunicar, com urgência, a Embaixada do Brasil em Beirute, a Embaixada do Brasil em Damasco, a Embaixada do Brasil em Ancara ou o Consulado-Geral do Brasil em Istambul. As Repartições Consulares brasileiras poderão prestar toda a assistência cabível para retirar nacionais brasileiros do território sírio.

Seguro-saúde

Apesar de não haver necessidade de comprovação de seguro-saúde para a entrada na Turquia, recomenda-se a contratação de um seguro de viagem que contemple assistência médica e repatriação em caso de acidente. Mais informações sobre o assunto podem ser encontradas no tópico Saúde do viajante.

Vacinas          

Não há necessidade de comprovação de vacinas para a entrada na Turquia. Recomenda-se, no entanto, manter vacinas atualizadas e seguir orientação médica para viagens a locais do país que apresentem riscos epidêmicos. Mais informações sobre o assunto e outras vacinas eventualmente necessárias podem ser encontradas no tópico Saúde do Viajante.

Dupla nacionalidade 

O país permite a dupla nacionalidade. Destaca-se, no entanto, que, no Brasil, nacionais devem entrar e sair portando passaporte brasileiro. Assim, cidadãos com dupla nacionalidade devem viajar necessariamente com o passaporte brasileiro. Mais informações estão disponíveis no aviso Brasileiros com dupla nacionalidade.

Informações adicionais        

Embaixada de República da Turquia em Brasília         

http://brasilia.emb.mfa.gov.tr/Default.aspx

Consulado-Geral da República da Turquia em São Paulohttp://saopaulo.bk.mfa.gov.tr

Permanência

Imigração irregular

Assistência consular é prestada a todos os cidadãos brasileiros no exterior, independentemente de sua situação migratória. No entanto, o Governo brasileiro recomenda fortemente que nacionais do Brasil no exterior busquem sempre estar em situação migratória regular. A legislação de determinados países pode punir a imigração irregular de maneiras severas, prevendo multas de valor expressivo e, em alguns casos, detenção.

Estudantes brasileiros no exterior  

Para estudar na Turquia, é necessário solicitar o visto apropriado. Cidadãos que pretendem viajar ao exterior para estudar devem atentar-se à necessidade de planejar cuidadosamente sua estadia, especialmente se for a primeira vez que realizam viagem internacional. Devem solicitar visto à Embaixada do país com a devida antecedência; pesquisar e conhecer a realidade do país e da cidade onde pretendem estudar, em particular sobre seu sistema de ensino; conhecer os costumes locais; ter domínio do  idioma do ensino e verificar antes com as autoridades competentes do Ministério da Educação do Brasil e das universidades federais sobre os procedimentos para efetuar a revalidação de seus estudos e diplomas no Brasil. Antes de viajar, recomenda-se anotar os números de contato da Embaixada ou Consulado do Brasil mais próximo, em caso de necessidade, e efetuar sua matrícula consular na Representação brasileira, para que possa entrar em contato em caso de emergências.  Se tiver de usar medicamentos para condição de saúde ou enfermidade, deve-se verificar se a receita médica será válida no país de estudo ou quais seriam as exigências para receber receita médica no local. Mais informações estão disponíveis na seção Estudar em outros países.  Mais informações sobre vistos podem ser obtidas no site do Ministério das Relações Exteriores da Turquia https://www.mfa.gov.tr/general-informations-about-turkish-visas.en.mfa ou junto às representações da Turquia no Brasil.

Trabalhar no exterior          

Para trabalhar na Turquia, é necessário solicitar o visto apropriado e autorização de trabalho. Modelos, jogadores/técnicos de futebol e outros profissionais brasileiros que pretendem trabalhar no exterior devem ler cuidadosamente a cartilha Orientações para o Trabalho no Exterior, elaborada para ajudar cidadãos brasileiros que pretendem trabalhar no exterior. Recomenda-se vivamente que a leitura seja feita antes da assinatura de qualquer contrato de trabalho com clube, empresa ou representação estrangeira. Mais informações sobre vistos podem ser obtidas no site do Ministério das Relações Exteriores da Turquia https://www.mfa.gov.tr/general-informations-about-turkish-visas.en.mfa ou junto às representações da Turquia no Brasil.

Viagens de até 30 dias

Quando da entrada em território turco para fins de turismo e negócios, as autoridades imigratórias autorizarão a estadia por 90 dias. Esse prazo pode ser reduzido dependendo da validade do passaporte.

Viagens de 30 a 90 dias       

Brasileiros poderão permanecer no país sem visto por até 90 dias. Turistas brasileiros que pretendem ficar na Turquia por mais tempo deverão se solicitar, antes do término dos 90 dias, autorização de residência ("ikamet") ao departamento de migrações do Ministério do Interior ("Göç Idaresi").

Viagens de 90 a 180 dias

A permanência como turista na Tuquia poderá ser extendida em até 6 meses por ano. O órgão responsável pelo processamento de pedidos de permanência de estrangeiros é a polícia local.

Viagens superiores a 180 dias        

Brasileiros poderão permanecer no país sem visto por até 90 dias. Turistas brasileiros que pretendem ficar na Turquia por mais tempo deverão se solicitar, antes do término dos 90 dias, autorização de residência ("ikamet") ao departamento de migrações do Ministério do Interior ("Göç Idaresi"). O prazo da autorização de residência varia de acordo com a política de imigração da Turquia e pode ser limitado à data de validade do passaporte.

Autorização de Residência     

Agendamentos para pedidos de visto temporário para permanência deverão ser feitos através de formulário eletrônico (http://erandevu.iem.gov.tr/yabancilar/islem_sec.aspx). Os documentos necessários para pedido de residência de estrangeiros com propósito de turismo (entre 3 e 6 meses) na Turquia são:     
a) Formulário para declaração de residência (Ikamet Beyanname Formu) (https://yabancilar.iem.gov.tr/form%20excel.xls)
b) 4 fotos        
c) Passaporte original  
d) Cópia do passaporte (página com foto, data de validade e página com carimbo da última entrada na Turquia)       
e) Extrato bancário ou documento de câmbio emitido por um banco turco no nome do solicitante com USD 500,00 por mês     
f) Caso o estrangeiro se hospede em um apartamento alugado: contrato de aluguel notarizado
g) Caso o estrangeiro se hospede com um cidadão turco: nota de compromisso, com firma reconhecida        
h) Caso o estrangeiro se hospede em um hotel: reserva do hotel         
i) Seguro de saúde

Autorização de Residência          

Agendamentos para pedidos de auorização de residência ("ikamet") dverão ser feitos através de formulário eletrônico (https://e-ikemet.goc.gov.tr/). Os documentos necessários para pedido de residência de estrangeiros com propósito de turismo podem variar de acordo com a política imigratória turca e a cidade de solicitação. De maneira geral, os documentos solicitados são:

a) Formulário de solicitação de residência (https://e-ikemet.goc.gov.tr/);
b) 4 fotos biométricas;
c) Passaporte original;
d) Cópia do passaporte (incluir cópia da página com foto e de todas as páginas que tenham sido utilizadas, sobretudo a que mostra a data do carimbo de entrada na Turquia);
e) Documentos que demonstrem capacidade financeira de permanecer na Turquia pelo período solicitado, como extrato bancário ou documento de câmbio emitido em banco turco;
f) Comprovante de residência (contrato de aluguel notarizado; reserva do hotel ou nota de compromisso com firma reconhecida, caso o estrangeiro se hospede com um cidadão turco);
g) Seguro de saúde com cobertura para todo o período de residência solicitado;
h) Certificado de antecedentes criminais autenticada pela embaixada ou consulado do Brasil;
i) Atestado de saúde obtido em hospital público;
j) Certidão de nascimento ou casamento obtida no Brasil com a apostila (no caso de dependentes).

Lista de documentos necessários para outras modalidades de residência temporária na Turquia pode ser acessada no link: https://e-ikmet.goc.gov.tr/Ikamet/IstenenBelgeler/IlkBasvuruIstenenBelgeDownload.

Dúvidas sobre o processo de obtenção de residência na Turquia podem ser esclarecidas diretamente com as autoridades turcas no canal de atendimento disponível pelo número 157 (ligações de dentro da Turquia) ou +90 312 157 11 22 (ligações do exterior).

Informações adicionais

Informações sobre leis de permanência na Turquia poderão ser encontradas na página eletrônica da Polícia da Turquia: http://www.egm.gov.tr/EN/Pages/Residence-Permit-Procedures.aspx

A tradução, em inglês, da Lei sobre Estrangeiros e Imigração pode ser acessada no link

Segurança

Os índices de criminalidade comum na Turquia são relativamente baixos. No entanto, crimes, com diferentes graus de violência, ocorrem em qualquer lugar do mundo. Durante viagens ao exterior, cidadãos brasileiros devem permanecer atentos e ter sempre cautela, independentemente do destino escolhido. A maior parte dos crimes não violentos, como furtos e roubos, pode ser evitada tomando-se precauções normais de segurança, atenção redobrada a pertences pessoais e a movimentações estranhas em lugares públicos. Recomenda-se, por exemplo, que os turistas utilizem os cofres de hotéis para armazenar documentos e objetos de valor. Em caso de ocorrência de crimes com vítimas, cidadãos brasileiros devem contatar imediatamente as autoridades policiais locais e a  Embaixada ou Repartição consular do Brasil mais próxima. Para mais informações, pode-se acessar a informação Segurança do viajante.

Segurança pública

A Turquia é um país bastante seguro. Recomenda-se evitar multidões e ter atenção redobrada nos locais dos principais pontos turísticos.

Atentados     

Após um período de instabilidade e de elevada frequência de atentados terroristas, as autoridades turcas têm conseguido prevenir a ocorrência de novos atentados. Consequentemente, os fluxos de turismo têm-se recuperado e, em 2018, a Turquia foi o sexto país mais visitado do mundo. Não se pode descartar, no entanto, que novos atentados venham a ocorrer no futuro, tendo em vista que grupos terroristas continuam a atuar na região. Recomenda-se aos turistas que se mantenham aleras em grandes aglomerações; não participem de demonstrações políticas e acompanhem o noticiário e ajustem seus planos de viagem, caso necessário. Por meio das mídias sociais da embaixada em Ancara e do consulado-geral em Istambul, o turista brasileiro também poderá receber informações atualizadas sobre o país. Para mais informações sobre atentados terroristas, recomenda-se seguir cuidadosamente as instruções contidas no guia Atentados terroristas no exterior.

Relacionamentos com estrangeiros pela internet

Recomenda-se a cidadãos brasileiros cuidado com os relacionamentos virtuais mantidos com estrangeiros com os quais tenham pouco ou nenhum convívio, a fim de protegerem-se contra golpes e situações de risco. Sugere-se, entre outras precauções, buscar obter confirmação de informações, como profissão e estado civil, por parte de terceiras pessoas de conhecimento comum, além de evitar assumir compromisso de matrimônio antes de conhecer o estrangeiro pessoalmente. Recomenda-se, ademais, que familiares e amigos sejam informados de eventual viagem ao exterior e que o cidadão brasileiro esteja sempre em posse de seus documentos e de recursos financeiros que permitam antecipar o retorno ao Brasil, caso necessário. Mais informações poderão ser obtidas na cartilha Relacionamentos virtuais com estrangeiros.    

Perda de documentos brasileiros   

No exterior, cidadãos brasileiros devem ter sempre o máximo de cuidado com seu passaporte brasileiro e seguir todas as orientações escritas nas páginas do documento de viagem. Durante a viagem, recomenda-se manter cópia autenticada de documento de identidade e de certidão de nascimento, além de cópia simples do passaporte em local seguro. A posse dessas cópias facilitará a emissão de novo passaporte, em caso de perda ou furto dos documentos originais. Cidadãos que estejam em retorno ao Brasil podem solicitar Autorização de Retorno ao Brasil (ARB), cuja emissão é mais rápida e mais barata que um novo passaporte, sob determinadas condições. Em caso de dúvidas, recomenda-se a leitura das informações da seção Perda de documentos brasileiros no exterior e, para saber sobre emissão de documentos brasileiros no exterior, pode-se consultar a página Emissão de documentos no exterior.

Vítimas de crimes    

Providências que o cidadão brasileiro deve tomar caso seja vítima de algum crime:

a) consultar um médico, se necessário;
b) dirigir-se imediatamente à autoridade policial mais próxima e registrar boletim de ocorrência, com as seguintes informações: data, local e hora do incidente, perdas materiais e lesões corporais da agressão ou crime (fornecendo todos os elementos úteis ao inquérito); descrição física do autor, tipo e cores de vestimenta, sinais particulares, modelo, cor e número de placa do automóvel, se for o caso;
c) informar Representação diplomática ou Repartição consular do Brasil sobre sua situação.

Assédio sexual e crimes contra a mulher  

Denúncias de assédio sexual são raras, mas podem ocorrer em qualquer país, independentemente do destino escolhido. Mulheres devem evitar andar sozinhas pelo país, especialmente durante a noite e/ou em áreas isoladas. A Turquia conta com uma série de dispositivos legais para proteger mulheres e crianças vítimas de abuso sexual ou violência doméstica. É possível obter medidas protetivas de afastamento do agressor e solicitar vaga em abrigo. É importante que a vítima registre a agressão, entre em contato com a embaixada em Ancara ou o consulado-geral em Istambul. Mais informações estão disponíveis no aviso Mulheres em viagens ao exterior.

Terremotos

Localizada sobre falhas geológicas, a Turquia tem elevado risco sísmico e terremotos não são incomuns. Cerca de 92% do território turco está em áreas de risco para terremotos e 95% da população turca habita essas áreas. Cerca de 98% dos grandes centros de produção industrial, bem como 93% das represas estão situados em zonas sujeitas a abalos sísmicos. Para informações sobre como agir em caso de terremoto, visite a página do consulado-geral em Istambul: https://istambul.itamaraty.gov.br/pt-br/terremotos_e_incendios.xml

Manifestações populares

Em 2013, em razão dos protestos do Gezi Parque, em Taksim, houve violentos confrontos entre a polícia e manifestantes. Manifestações ocorrem eventualmente, sobretudo em datas comemorativas, como o Dia do Trabalho, em 1º de maio. Recomenda-se, nessas ocasiões, aos turistas e residentes brasileiros evitarem multidões e permanecerem distantes dos locais dos eventuais protestos que se concentram, geralmente, nos bairros de Taksim, Beşiktaş, Şişli e adjacências.

Crimes eletrônicos   

São recebidas, com certa frequência, denúncia de golpes financeiros pela internet aplicados por cidadãos turcos com vítimas brasileiras. Nesse tipo de golpe, a vítima pode perder dinheiro ou mesmo se envolver em alguma situação que represente risco físico. Sobre o assunto, o Ministério das Relações Exteriores divulgou o alerta Golpes pela internet. Recomenda-se leitura cuidadosa das informações do aviso.

Produtos pirateados

Ainda que produtos pirateados sejam encontrados com facilidade, a compra para uso pessoal de tais materiais pode ser considerada crime pela legislação local. Além disso, trazer tais bens para o Brasil pode resultar em repreensão por agentes da Receita Federal e da Polícia Federal, multas e, em casos mais graves, prisão. 

Tráfico de pessoas   

A polícia brasileira, em cooperação com autoridades policiais de outros países e da INTERPOL, segue investigando casos de tráfico de mulheres envolvendo nacionais do Brasil. O Governo brasileiro preparou uma cartilha sobre o tema, para a difusão de informação sobre esse tipo de crime, com o intuito de prevenir potenciais vítimas. Mais informações podem ser encontradas no Guia de Atuação no Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.

Turismo de aventura          

Na contratação de seguro-saúde, certifique-se de que o plano contratado cubra atividades específicas, relacionadas, sobretudo, a turismo de aventura, que pretende-se realizar na Turquia. O país oferece amplas opções de atividades para turismo de aventura, como montanhismo e passeio de balão. O seguro médico contratado deve cobrir acidentes ocasionados por turismo de aventura. Recorda-se a ocorrência de acidente durante passeio de balão, em 2013, que vitimou três cidadãs brasileiras. Para mais informações, recomenda-se a leitura da página Pessoas com deficiência em viagens ao exterior.

Caso seja vítima ou tenha alguma informação sobre eventual caso de tráfico internacional de pessoas envolvendo cidadão ou cidadã brasileira, recomenda-se fortemente que procure a Representação consular, para relatar o caso e receber orientações. Os dados serão tratados com a devida confidencialidade. Mais informações estão disponíveis em http://www.justica.gov.br/sua-protecao/trafico-de-pessoas.

Tsunamis

A baixa altitude das ilhas torna sensível a subida do nível do mar. Além disso, há riscos de tsunamis no país. Recomenda-se que cidadãos brasileiros permaneçam atentos aos comunicados emitidos pelas agências locais de meteorologia e sismologia quanto à incidência de desastres naturais. Em caso de ocorrência de tsunamis, cidadãos brasileiros devem seguir cuidadosamente as orientações de segurança das autoridades locais contatando, sempre que possível, alguma Embaixada ou Consulado do Brasil, que avaliará a possibilidade de evacuação. 

Vulcões

As autoridades avisarão com antecedência caso detectem atividade vulcânica com potencial de risco para a população. Deve-se seguir as recomendações caso haja alertas. Em caso de erupção, as autoridades também darão instruções. Havendo evacuação de alguma área, não se deve voltar ao local, mesmo depois de passada a erupção, até que haja autorização das autoridades locais para tanto.

Fronteira com a Síria

Devido à situação de guerra civil na Síria, a região de fronteira da Turquia com a Síria deve ser evitada por cidadãos brasileiros.

Contatos importantes

Em casos de emergência, os turistas brasileiros poderão entrar em contato com a polícia (155), bombeiros (110), pronto-socorro (112),  plantão consular do Consulado-Geral do Brasil em Istambul (+90 554 834 59 52). ou plantão consular da Embaixada do Brasil em Ancara (+90 533 424 0429).

 

Saúde

A situação geral de saúde em outros países pode ser bem diferente daquela do Brasil. Cidadãos estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita em grande número de países. Recomenda-se vivamente que viajantes brasileiros sempre contratem seguro internacional de saúde adequado, mesmo que tal documento não seja exigido pelas autoridades migratórias locais. O Ministério das Relações Exteriores não poderá se responsabilizar por despesas médicas de brasileiros no exterior.

Antes de viajar, nacionais brasileiros devem certificar-se de sua saúde física, tomando as vacinas indicadas para o destino escolhido. Vacinas contra difteria, tétano, hepatite B, sarampo, caxumba, rubéola e tuberculose são recomendadas para todo tipo de viagem. Em caso de dúvidas, o Ministério da Saúde poderá ser consultado.

Para obter informações sobre surtos de doenças infecciosas no exterior, é importante consultar o sítio da Organização Mundial da Saúde(OMS), que contém dados detalhados sobre a situação específica de saúde de cada país.

Ao retornar de países com ocorrência de endemias, quaisquer sintomas devem ser imediatamente comunicados às autoridades de saúde brasileiras.

Falecimento de cidadão brasileiro  

Na infeliz ocorrência de falecimento de cidadão brasileiro no exterior, Repartições consulares do Brasil permanecerão à disposição para prestar a assistência cabível aos familiares. Recomenda-se que a família do cidadão brasileiro falecido contate a Embaixada ou o Consulado da jurisdição para orientações, por meio dos telefones regulares ou, se for o caso, do celular de plantão. Cabe aos familiares do falecido custear as despesas de traslado dos restos mortais ao Brasil, se for o caso. Mais informações estão disponíveis na seção Emergências.            

Rede de saúde          

A maioria dos hospitais e médicos concentra-se nas grandes cidades. Istambul conta com uma ampla rede de hospitais públicos e privados. Dentre os hospitais particulares, destacam-se o American Hospital, o Italian Hospital, o Acibadem e o Istanbul Cerrahi. Em caso de consultas ou intervenções médicas, turistas brasileiros deverão arcar com todos os custos dos procedimentos, em hospitais públicos ou particulares. A qualidade do serviço de saúde varia bastante. Alguns hospitais privados em Ancara, Antalya, Ismir e Istambul são modernos e bem equipados. No entanto, outros hospitais, especialmente em cidados do interior do país, podem estar inaptos a tratar satisfatoriamente de pacientes em condições mais graves.

Malária

Existe risco de malária ou impaludismo em algumas regiões florestais do país. As medidas de proteção básicas incluem a preferência por locais climatizados, protegidos com telas apropriadas, isolamento de compartimentos para evitar a circulação de mosquitos no interior das instalações; usa de repelentes específicos para a pele e o vestuário, nos horários de maior risco entre o pôr do sol e o amanhecer. Note-se que o mosquito pode também apresentar risco em período diurno, sempre que tenha entrado durante a noite. A disciplina de proteção é de mais difícil manutenção no caso de crianças.

A decisão de tratamento preventivo com medicamentos disponíveis pode ser tomada com a assistência de médicos locais, em função do quadro clínico e preferências e indicações de cada individuo. O recurso ao médico no Brasil e no país de origem é indispensável para uma decisão ajuizada.

Gripe aviária

Casos de H1N1 e H5N1 (gripe aviária) foram registrados na Turquia. Por essa razão, recomenda-se que cidadãos brasileiros no país evitem contato com fazendas de animais ou contatos com animais vivos vendidos em lojas e mercados. Além disso, cidadãos brasileiros devem redobrar cuidados de higiene, como lavar as mãos com frequencia e evitar contatos físicos com outras pessoas, especialmente se demonstram algum sintoma de doença.

Farmácias e medicamentos

O acesso a farmácias é limitado fora do horário comercial (de segunda a sábado das 9 às 19h), bem como aos domingos e feriados. Quando fechadas, as farmácias exibem aviso com o endereço das farmácias de plantão ("nöbetçi eczane") mais próxima.

Água  

Deve-se beber apenas água engarrafada ou água que tenha sido fervida no país. Frutas e legumes devem ser lavados e cozidos cuidadosamente antes de serem ingeridos.

Contatos importantes

Ministério da Saúde da Turquia:

http://www.saglikturizmi.gov.tr/

Endereço: Mithatpaşa Caddesi. No : 3 06434 Sıhhıye / ANCARA

Telefone: +90 (312) 585 10 00

Transportes

Infraestrutura de transportes         

A infraestrutura de transportes rodoviário, aéreo, ferroviário e marítimo, bem como de transportes públicos, de táxis e de aluguel de veículos pode ser bem diferente no destino escolhido, quando comparada à infraestrutura do Brasil, especialmente em regiões inóspitas. Antes de viajar, recomenda-se leitura detalhada das informações sobre meios de transporte no país escolhido, procurando, se necessário, dados adicionais. Em caso de dúvidas, a Embaixada ou Representação consular do Brasil poderá ser contatada. Mais informações podem ser encontradas no Guia de Atuação no Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.

Transporte aéreo

A opção da viagem aérea está se tornando mais barata a cada ano, graças ao desenvolvimento da indústria de aviação turca e ao número crescente de empresas domésticas. As principais companhias aéreas do país são Turkish Airlines (http://www.turkishairlines.com), Anadolu Jet (http://www.anadolujet.com), Atlas Jet (http://cmss.atlasjet.com), Pegasus Airlines (http://www.flypgs.com) e Onur Air (http://onurair.com.tr).

Transporte ferroviário

As ferrovias são meio de transporte de baixo custo amplamente utilizado; a rede ferroviária turca cruza o país de leste a oeste. As ferrovias têm merecido consideração especial: a malha ferroviária está crescendo, e novos trens de alta velocidade entram em serviço a cada ano.

Transporte marítimo

Nas cidades costeiras, como Izmir e Istambul, os serviços de ferry oferecem para muitos passageiros uma opção viável, tanto pela rapidez quanto pelo alcance da cobertura.

Transporte público

As maiores cidades turcas estão equipadas com extensas redes ferroviárias subterrâneas e de superfície, além de redes públicas e privadas de ônibus que transportam centenas de milhares de pessoas diariamente. O Istanbul Kart (cartão de transporte público), adquirido nos guichês dos principais pontos de metrô e portos, como em Taksim e Besiktas, tem tarifa mais barata e ainda confere descontos a cada trecho percorrido pelo usuário em um determinado espaço de tempo.

No que se refere às viagens de longa distância, as estradas são a opção de muitos, já que diversas agências de viagens operam ônibus com saídas frequentes dos centros metropolitanos para todas as cidades do país, até mesmo as mais longínquas. As principais empresas de ônibus que fazem transporte inter-municipal na Turquia são: Kamil Koç: (http://www.kamilkoc.com.tr/), Ulusoy (https://www.ulusoy.com.tr/), Varan (http://www.varan.com.tr/) e Nilufer (http://www.niluferturizm.com.tr/).   

Transporte rodoviário

Em Istambul, o trânsito é complicado, com engarrafamentos diários nas principais vias nos horários de pico, de manhã e no final da tarde. A melhor alternativa é o transporte público, especialmente metrô e metrobus. Assim, o tempo de deslocamento médio é de 30 minutos a 1 hora, podendo ser maior nos horários de pico.  Além  disso, as leis de trânsito são frequentemente ignoradas por cidadãos turcos, o que pode causar acidentes. Rochas, animais mortos, buracos e outros objetos bloqueando pistas também podem causar acidentes. Durante a noite, cidadãos brasileiros devem ter cautela extrema, já que pode ser difícil visualizar outros veículos ou obstruções na estrada nesse período.  

Táxis

Além do transporte público, os serviços de táxi são extremamente comuns, constituindo um meio rápido de transporte local. A oferta de táxis é abundante, com bandeira única, para dia, noite e finais de semana. Mapa dos transportes públicos em Istambul e tarifas podem ser consultadas em www.iett.gov.tr , www.ido.com.tr.

Em seus deslocamentos, o turista deve optar por meios de transporte seguros: usar os serviços de táxis com agendamento por telefone ou os táxis recomendados pelos principais hotéis, evitando tomar taxis avulsos, que podem ser pouco confiáveis.

Carteira de Habilitação       

As carteiras de motoristas internacionais são válidas na Turquia por um ano. Após esse período, será necessário solicitar uma carteira de habilitação turca, na Diretoria de Segurança Turca, Departamento de Trânsito (Emniyet Müdürlügü, Trafik Hizmetleri Baskanligi).

Aluguel de veículos

Para aluguel de veículos, os turistas brasileiros deverão apresentar passaporte com o carimbo de entrada na Turquia e a carteira de habilitação brasileira ou a permissão internacional para dirigir (PID).

Infraestrutura turística

Orientações gerais   

Ao planejar suas viagens, cidadãos brasileiros devem estar cientes de orientações básicas, válidas para todo tipo de viagem ao exterior, independentemente do país escolhido como destino. Recomenda-se, assim, a leitura cuidadosa das informações disponíveis em Orientações gerais para quem vai viajar ao exterior.

Atrações turísticas   

Os principais pontos turísticos de Istambul são:

Lado Europeu: Topkapi Sarayi (Palácio): http://www.topkapisarayi.gov.tr/tr, Mesquita de SultanAhmet: Mesquita Azul, Museu da Antiga Igreja e Mesquita Hagia Sofia, Basílica Cisterna Yerebatan, Hipódromo, Grão Bazar , Palácio Dolmabahçe Sarayi, Praça de Taksim e rua Istiklal, Bairros de Ortaköy e Bebek, Mercado de Especiarias / Mercado Egípcio, Mesquita Eminonu Yeni Cami, Torre de Gálata, “Tour” do Bósforo, Mesquita Suleymaniye, Museu da Igreja de Chora, Museu da Igreja de Aya, Parque Emirgan, Banhos turcos de Çemberlitas e Galatasaray e Fortaleza Rumeli Hisari

Lado asiático: Rua Bagdat, Torre de Leandro, Palácio Beylerbey Sarayi e Fortaleza Anadolu Hisar 

Roteiros turísticos

As principais cidades turísticas na Turquia são: Ancara, Bursa, Capadócia, Diyarbakir, Éfeso, Gaziantep, Istambul, Izmir, Kayseri, Konya, Mardin, Pamukkale, Trabzon e Urfa

Turismo de aventura            

Na contratação de seguro-saúde, certifique-se de que o plano contratado cubra atividades específicas, relacionadas, sobretudo, a turismo de aventura, que pretende-se realizar na Turquia. O país oferece amplas opções de atividades para turismo de aventura, como montanhismo e passeio de balão. O seguro médico contratado deve cobrir acidentes ocasionados por turismo de aventura. Recorda-se a ocorrência de acidente durante passeio de balão, em 2013, que vitimou três cidadãs brasileiras

Bancos

Bancos estrangeiros com operação no Brasil operam, também, no país. Destaca-se, na Turquia, o HSBC

Cartões de crédito e débito

Cartões de crédito internacionais são amplamente aceitos na Turquia. Turistas podem optar também pelo uso de cartões de viagem pré-pagos.

Câmbio

As casas de câmbio, presentes em grande quantidade nas áreas turísticas, fazem trocas de diversas moedas, principalmente euro ou dólar americano, para a lira turca. Geralmente as casas de câmbio não trabalham com o Real.

Clima 

Na Turquia, o verão é muito quente, com temperatura máxima média de 29°. Já o inverno de curta duração, é rigoroso entre dezembro e fevereiro, com a média de temperaturas mínimas entre 3° e 4°. Possibilidade de neve, que ocorre ocasionalmente e por poucos dias. Primavera e outono com temperaturas amenas que variam de 8°-16° na primavera e 12°-21° no outono. O vento frio do noroeste e rajadas de ar quente do sul, às vezes, no mesmo dia, tendem a causar flutuações na temperatura. Em razão da elevada umidade, a neblina é frequente, principalmente na primavera, no outono e nas manhãs de inverno. Há concentração de chuvas entre outubro e março.

Costumes locais e legislações específicas

Legislação local        

Durante sua estadia em outro país, cidadãos brasileiros estão sujeitos às leis locais, ainda que elas sejam bem diferentes da legislação do Brasil. Viajantes que desobedeçam às leis locais podem ser multados, processados ou presos. Recomenda-se que, antes de viajar, cidadãos brasileiros estudem a legislação e os costumes do destino escolhido, contatando, se necessário, a Embaixada ou Repartição consular do Brasil no exterior, em caso de dúvidas sobre questões pontuais.  

Entorpecentes

Há número significativo de cidadãos brasileiros presos na Turquia por tráfico internacional de drogas ilícitas ou estimulantes. Nessas condições, o Governo brasileiro reforça que qualquer viajante com destino ou escala na Turquia está sujeito às rigorosas penalidades da lei turca sobre os tráfego de drogas ilícitas ou estimulantes, quais sejam:      
a) Manufatura, importação ou exportação: pena de 20 a 30 anos e multa judicial de até 20.000 dias.
b) Venda, transporte ou armazenagem: pena inicial de 10 anos e multa judicial de até 20.000 dias      
c) Caso as drogas ilícitas sejam heroína, cocaína, morfina e suas bases, ou o grupo seja formado por 3 ou mais pessoas: acréscimo de metade da pena.

Questões de gênero

Normas legais e/ou religiosas que regulam o direito das mulheres podem variar consideravelmente de país a país. Cidadãs brasileiras podem encontrar, em outros países, realidade completamente diferente daquela do Brasil. Recomenda-se que mulheres em viagens ao exterior leiam  detalhadamente as informações da página Mulheres em viagens ao exterior

Prisão de cidadão brasileiro              

Em caso de prisões envolvendo cidadãos brasileiros, os detidos têm o direito de contatar agentes consulares do Brasil para pedir assistência. Nesses casos, nacionais devem sempre requisitar às autoridades policiais locais que comuniquem a situação à Embaixada ou Repartição consular brasileira o mais rápido possível. O Posto esclarecerá ao brasileiro detido quais são seus direitos no país e prestará apoio para que sua integridade física e psicológica seja respeitada. Para mais informações, deve-se acessar a página Detenção no exterior. Em casos de detenção por tráfico de drogas, recomenda-se, ainda, a leitura do guia Detenção por tráfico de drogas no exterior.

Identificação

Pela lei local, todos os cidadãos estrangeiros no país devem portar documento de identificação. Assim, recomenda-se que cidadãos brasileiros portem, a todo momento,  cópia do passaporte brasileiro, deixando o original em local seguro, para evitar perdas ou furtos.  Autoridades policiais podem requisitar, a qualquer momento, prova de identificação. Nessas ocasiões, cidadãos que não tenham em mãos documento de identidade estão sujeitos a multas, possíveis interrogatórios e, em casos mais graves, até detenção.

Respeito às leis locais

Reforça-se ao turista brasileiro a importância de que as leis locais sejam estritamente seguidas durante a permanência no país. Desobediência aos valores islâmicos, incluindo os mais conservadores, e qualquer crítica pública ao Governo, à religião ou aos costumes podem gerar deportação e, mesmo, prisão.

Insulto ao Estado     

Pela lei turca, é ilegal ter atitudes desrespeitosas para com o nome ou a imagem de Mustafa Kemal Atatürk, o fundador da República Turca moderna. Também é ilegal insultar o Governo turco, a bandeira turca ou as forças de segurança do país.

Ramadã         

Durante o mês santo do Ramadã, muçulmanos jejuam do nascer ao pôr do sol. Comer, beber, fumar, tocar música alta e dançar em locais públicos (fora dos horários apropriados) pode ser considerado desrespeitoso. As datas exatas do Ramadã seguem um calendário lunar e mudam a cada ano.

Sincretismo cultural

A Turquia é moderna nos principais centros urbanos e conservadora na zona rural e interior do país. Estima-se que a “etnia turca” represente entre 70% a 88% da população. Dentre outras minorias étnicas estão curdos, armênios, gregos, árabes, judeus e caucasianos.

Tolerância religiosa

A maioria muçulmana, estimada em 98,6%, convive em harmonia com católicos, cristãos ortodoxos, judeus e fiéis de outras religiões. A exemplo disso, em Istambul encontra-se a sede do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla, sede da Igreja Grega Ortodoxa. A Catedral do Santo Espírito, Igreja de Santo Antônio, e outras paróquias espalhadas pela cidade oferecem missas diárias em turco, inglês, francês e espanhol.

Tolerância LGBT                 

A tolerância turca em relação a cidadãos LGBT é relativamente baixa. O casamento entre pessoas do mesmo sexo não é admitido e existem casos de violência registrados no país. Demonstrações públicas de afeto de casais homossexuais são pouco comuns. Para mais informações, recomenda-se a leitura cuidadosa do aviso LGBT em viagens ao exterior.

Portadores de necessidades especiais ou com mobilidade reduzida       

Acessibilidade a deficientes em locais e transportes públicos é regular. Em algumas regiões mais antigas, as ladeiras, ruas estreitas, calçadas e pavimentos irregulares dificultam o acesso a cadeirantes. A maioria dos transportes públicos é adaptada com rampas e elevadores. Para mais informações, recomenda-se a leitura da página Pessoas com deficiência em viagens ao exterior.

Pena capital  

Não há aplicabilidade de prisão perpétua ou pena de morte no sistema prisional da Turquia. Os viajantes com destino ou escala na Turquia estão sujeitos aos termos das lei turcas.

Vestuário      

Por ser a Turquia um país de maioria muçulmana, a vestimenta do véu muçulmano é às vezes verificada entre algumas mulheres locais. Não há obrigatoriedade de utlização do véu em locais públicos. A entrada em mesquitas deverá ser feita com o uso do véu e saias longas, providenciadas, sem custos, por algumas mesquitas turísticas.

Feriados nacionais   

1 de janeiro -   Ano Novo      
23 de abril  - Aniversário da Criação do Parlamento Turco e Dia das Crianças          
1 de maio    - Dia do Trabalho e da Solidariedade      
19 de maio   - Dia da Juventude de Atatürk e do Desporto    
29 de maio   - Tomada de Constantinopla (somente em Istambul)      
30 de agosto - Dia da Vitória  
29 de outubro - Dia da República

Feriados islâmicos móveis: 

“Ramazan Bayrami” ou “Seker Bayrami”: 3 dias seguintes ao fim do Ramadan (em 2015, será nos dias 18 a 20 de julho)             
Festa do Sacrifício “Kurban Bayrami”: feriado de 4 dias, comemorado 70 dias depois do fim do Ramadan (em 2015, será nos dias 23 a 27 de setembro)

Penalidades que destoam das leis brasileiras

A Constituição Federal brasileira de 1988 proíbe a pena de morte (em tempos de paz), prisão perpétua, banimento, trabalhos forçados e quaisquer outras penalidades consideradas cruéis. Nessa linha, o Brasil é membro do Protocolo da Convenção Americana de Direitos Humanos para a Abolição da Pena de Morte (ratificado em 13 de agosto de 1996).

No ordenamento jurídico interno de outros países, as penalidades previstas podem ser bem distintas daquelas permitidas no Brasil. Recorda-se  que cidadãos brasileiros em viagem ao exterior estarão sujeitos às leis do país em que se encontram, podendo ser condenados, inclusive, a penas proibidas no Brasil. 

Não existem penalidades na Turquia que destoam das previstas no ordenamento jurídico brasileiro.

Informações adicionais

IMPORTANTE: A relação de fontes para leitura adicional é meramente indicativa. O Itamaraty não se responsabiliza pelo conteúdo do material indicado.

 

The Guide Istanbul:

http://www.theguideistanbul.com/

Livro “Istambul uma Cidade Fascinante - Istambul Roteiro Estadia Compras”. Dalal Achcar e Katia Mindlin Leite Barbosa

 

Ministério da Cultura e Turismo da Turquia

http://www.kultur.gov.tr/

 

Livro "Turquia, Caminhos Cristãos e as Sete Igrejas da Ásia Menor". Silvana Coelho

 

Recomenda-se leitura da seção Guia de países para verificar se há mais informações sobre o destino escolhido.

 

Para informações sobre as relações diplomáticas do Brasil com a Turquia clique aqui.

Atualizado em 13 de setembro de 2019.

Fim do conteúdo da página