Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Vaticano

Alertas para este país

Sem alertas para este país.

Informações básicas

Capital Cidade do Vaticano
Língua Não há língua oficial, mas o italiano é a mais usada
Moeda Euro

Não há controle migratório para ingresso na Cidade do Vaticano. As exigências de visto, vacinação, documentação, entrada, permanência e recomendações de viagem são aquelas
observadas para ingresso no território italiano e podem ser consultadas na página sobre a Itália do Portal Consular: http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/seu-destino/italia.

Recomendações de viagem

A recomendação de viagem do Ministério das Relações Exteriores considera o contexto de infraestrutura, segurança e saúde, bem como a situação geral do país escolhido como destino, avaliando os riscos potenciais de uma viagem a cidadãos brasileiros.

 

X

Viajar com precauções normais de segurança

 

Viajar com grau moderado de cautela

 

Viajar com alto grau de cautela

 

Evitar viagens não-essenciais  

 

Não viajar

 

Não há, no Vaticano, avisos específicos ou situações que demandem grande atenção por parte dos viajantes brasileiros, mas algum grau de cautela é sempre necessário ao viajar, independentemente do destino escolhido. Cidadãos brasileiros devem viajar ao Vaticano com precauções normais de segurança. Para maiores informações, recomenda-se a cuidadosa leitura dos tópicos desta página.

A Embaixada do Brasil junto à Santa Sé presta assistência consular aos religiosos brasileiros que trabalham na Santa Sé e/ou residem na Cidade do Vaticano. O Consulado Geral do Brasil em Roma presta assistência consular a turistas e cidadãos brasileiros que visitam a Cidade do Vaticano, bem como a religiosos brasileiros que não trabalham para a Santa Sé e/ou que residem em Roma.

A depender da natureza de sua solicitação, a melhor opção poderá ser entrar em contato com sua família, amigos, companhia aérea, agente de viagem, operador de turismo, empregador ou seguro de viagem em primeiro lugar. Os Postos com serviço consular estão a disposição para auxiliar em casos de maior complexidade. Acesse o Portal Consular para saber o que uma Repartição Consular pode ou não pode fazer por você.

Para assuntos graves e de natureza jurídica, recomenda-se entrar em contato, inicialmente, com as autoridades de polícia e/ou de saúde locais, a partir dos dados de contato informados nos tópicos "Segurança" e "Saúde" do Portal Consular. Caso necessário, a Rede Consular do Brasil poderá ser contatada.

Para solicitações fora do horário de expediente e casos de comprovada emergência, o plantão consular da Embaixada ou Consulado do Brasil poderá ser acionado. Contate a página Emergências do Portal Consular para maiores informações.

Rede Consular do Brasil

Recomenda-se que cidadãos brasileiros portem relação com os números de telefone da Embaixada e/ou do Consulado instalado na região em que pretende transitar ou permanecer. A assistência consular é um direito reconhecido por tratados internacionais, e o cidadão estrangeiro deve sempre exigir das autoridades locais a oportunidade de comunicar-se com Representação Diplomática de seu país. O Itamaraty recorda que a assistência consular prestada ao cidadão brasileiro é isenta de custos, embora não exista previsão legal para o custeio de despesas com, por exemplo, advogados e tratamento médico/hospitalar.

A Embaixada do Brasil junto à Santa Sé conta com um Setor de Atos Notariais, responsável pelo reconhecimento e validação de documentos emitidos pelas autoridades vaticanas. Também presta assistência consular aos religiosos brasileiros que trabalham na Santa Sé e/ou residem na Cidade do Vaticano.

EMBAIXADA JUNTO À SANTA SÉ - SETOR DE ATOS NOTARIAIS

Endereço: Via della Conciliazione, 22 - 2º andar / CAP 00193/ ROMA / ITALIA
Telefone fixo: (0039) 06-687-5252
Plantão: (39) 34870 83358 (SOMENTE PARA EMERGÊNCIAS)
Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Site: http://vaticano.itamaraty.gov.br

O Consulado Geral do Brasil em Roma ocupa-se de assistência consular a turistas e cidadãos brasileiros que visitam a Cidade do Vaticano, bem como a religiosos brasileiros que
não trabalham para a Santa Sé e que residem em Roma:


CONSULADO-GERAL EM ROMA

Site da Repartição: http://cgroma.itamaraty.gov.br/pt-br/

Para saber o que uma Embaixada ou Consulado brasileiro pode e não pode fazer por você, clique aqui.

Em caso de morte de cidadão brasileiro no exterior, acidentes, inadmissões e demais emergências consulares, clique aqui.

Em caso de dúvidas, clique aqui.

Consulados Honorários do Brasil

Não há Consulado Honorário no país.

Comunidade brasileira e principais destinos

Comunidade brasileira 

Há cerca de uma dezena de brasileiros matriculados na jurisdição da Embaixada do Brasil no Vaticano, que é diferente da jurisdição dos Postos do Brasil na Itália. A comunidade brasileira no Vaticano é composta, em sua totalidade, por funcionários da Igreja Católica Apostólica Romana.

Principais destinos   

O Estado da Cidade do Vaticano, embora seja um Estado soberano, constitui-se em uma pequena fração (0,45 Km2) da cidade de Roma. Assim, recomenda-se a eventuais visitantes ao Vaticano atenção às informações constantes na seção dedicada à Itália do Portal Consular.

Entrada

Não há controle migratório para ingresso na Cidade do Vaticano. As exigências de visto, vacinação, documentação, entrada, permanência e recomendações de viagem são aquelas observadas para ingresso no território italiano e podem ser consultadas na página sobre a Itália do Portal Consular: http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/seu-destino/italia.

Dupla nacionalidade 

O país permite a dupla nacionalidade. Destaca-se, no entanto, que, no Brasil, nacionais devem entrar e sair portando passaporte brasileiro. Assim, cidadãos com dupla nacionalidade devem viajar necessariamente com o passaporte brasileiro. Mais informações estão disponíveis no aviso Brasileiros com dupla nacionalidade.

Permanência

A pequena população residente na Cidade do Vaticano (cerca de 1.000 pessoas) é formada por religiosos e funcionários diretamente ligados à Sé Apostólica. Informações sobre residência podem ser obtidas junto à Nunciatura Apostólica em Brasília.
As exigências de visto, vacinação, documentação, entrada, permanência e recomendações de viagem são aquelas observadas para ingresso no território italiano e podem ser consultadas
na página sobre a Itália do Portal Consular: http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/seu-destino/italia.

Segurança

A segurança pública na Praça e na Basílica de São Pedro, bem como nos museus vaticanos de modo geral, é de responsabilidade do Corpo de Gendarmeria da Cidade Estado do Vaticano, que pode ser acionado pelo telefone 06.698112 (sala operativa) ou pelo endereço eletrônico
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. A Gendarmeria também possui um setor de achados e perdidos, que pode ser acessado no telefone 06.69865140 ou pelo endereço eletrônico Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Saúde

A situação geral de saúde em outros países pode ser bem diferente daquela do Brasil. Cidadãos estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita em grande número de países. Recomenda-se vivamente que viajantes brasileiros sempre contratem seguro internacional de saúde adequado, mesmo que tal documento não seja exigido pelas autoridades migratórias locais. O Ministério das Relações Exteriores não poderá se responsabilizar por despesas médicas de brasileiros no exterior.

Antes de viajar, nacionais brasileiros devem certificar-se de sua saúde física, tomando as vacinas indicadas para o destino escolhido. Vacinas contra difteria, tétano, hepatite B, sarampo, caxumba, rubéola e tuberculose são recomendadas para todo tipo de viagem. Em caso de dúvidas, o Ministério da Saúde poderá ser consultado.

Para obter informações sobre surtos de doenças infecciosas no exterior, é importante consultar o sítio da Organização Mundial da Saúde (OMS), que contém dados detalhados sobre a situação específica de saúde de cada país.

Ao retornar de países com ocorrência de endemias, quaisquer sintomas devem ser imediatamente comunicados às autoridades de saúde brasileiras.

Falecimento de cidadão brasileiro  

Na infeliz ocorrência de falecimento de cidadão brasileiro no exterior, Repartições consulares do Brasil permanecerão à disposição para prestar a assistência cabível aos familiares. Recomenda-se que a família do cidadão brasileiro falecido contate a Embaixada ou o Consulado da jurisdição para orientações, por meio dos telefones regulares ou, se for o caso, do celular de plantão. Cabe aos familiares do falecido custear as despesas de traslado dos restos mortais ao Brasil, se for o caso. Mais informações estão disponíveis na seção Emergências.

Rede de saúde

Não há hospitais dentro da Cidade do Vaticano. Caso necessário, turistas e visitantes dispõem de assistência local para primeiros socorros. Aconselha-se ao visitante brasileiro a leitura cuidadosa do item "Saúde" na página sobre a Itália do Portal Consular: http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/seu-destino/italia.

Transportes

Não há sistemas de transporte público dentro da Cidade do Vaticano. Não é permitida a entrada de veículos de turistas e não há áreas de estacionamento para os visitantes e o
público em geral.
Os aeroportos mais próximos localizam-se na cidade de Roma. Aconselha-se ao visitante brasileiro a leitura cuidadosa do item "Transportes" na página sobre a Itália do Portal
Consular: http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/seu-destino/italia.

Infraestrutura turística

Orientações gerais   

Ao planejar suas viagens, cidadãos brasileiros devem estar cientes de orientações básicas, válidas para todo tipo de viagem ao exterior, independentemente do país escolhido como destino. Recomenda-se, assim, a leitura cuidadosa das informações disponíveis em Orientações gerais para quem vai viajar ao exterior.

As áreas da Cidade do Vaticano abertas ao público são a Praça e a Basílica de São Pedro e os Museus Vaticanos. O ingresso à Praça de São Pedro é aberto a todos em qualquer hora do dia e da noite. A Basílica está aberta aos visitantes entre as 07h e as 18h30 (inverno) e 19h00 (verão).  Maiores informações sobre visitas a outras dependências vaticanas, como jardins e os túmulos dos papas estão disponíveis em língua portuguesa no sítio oficial do Vaticano: http://www.vatican.va/faq/index_po.htm

Os Museus Vaticanos também estão abertos à visitação, e bilhetes podem ser adquiridos no sítio http://biglietteriamusei.vatican.va/musei/tickets/index.html

Para acesso às audiências papais públicas, é recomendado contatar a Prefeitura da Casa Pontifícia, que mantém o sítio em portuguêshttp://www.vatican.va/various/prefettura/index_po.html

Roteiro turístico

Uma viagem ao Vaticano contemplaria visitações à Basílica de São Pedro, ao Museu Vaticano, ao Capela Sistina. Às quartas-feiras, são realizadas audiências públicas presididas pelo Papa. Aos domingos, o Santo Padre concede a benção apostólica, "Angelus".

Câmbio

A moeda local é o euro, e é possível realizar câmbio em Roma.

Cartões de crédito e débito

Estabelecimentos comerciais aceitam cartões de crédito e de débito.

Hospedagem 

Não há hotéis no Vaticano. Visitantes devem permanecer hospedados em Roma. De Roma, é possível chegar ao Vaticano por carro (próprio ou taxi), transporte público (ônibus e metrô) e mesmo caminhando ou de bicicleta. 

Comunicação e idiomas       

Embora não exista língua oficial no Vaticano, o italiano é o idioma mais corrente, ainda que nas áreas públicas (Basílica de São Pedro e Museus Vaticanos), turistas podem  se comunicar em inglês , espanhol ou português.

Mídia e comunicações

O Vaticano conta com sistema postal e numismático próprio, que emite selos e moedas de euro de série comemorativa para colecionadores ("Ufficio Filatelico e Numismatico" - http://ufn.va/en).
A página central para informações oficiais da Santa Sé é https://w2.vatican.va/content/vatican/pt.html (versão em português).
"L'Osservatore Romano" é o jornal oficial (http://www.osservatoreromano.va/pt, versão em português), e o "Vatican News" é o portal oficial de notícias (serviço em português disponível em https://www.vaticannews.va/pt.html).
O "Vatican News" transmite programas da Rádio Vaticana, que mantém transmissões em ondas curtas e médias e FM. A Santa Sé conta também com um serviço fotográfico oficial
(http://www.photovat.com/index1.htm).

Clima

De acordo com a classificação climática de Köppen-Geiger, a região romana, na qual está localizado o Vaticano, pertence à faixa Csa, com clima temperado de latitudes médias e verão quente. As estações chuvosas são a primavera e o outono, principalmente nos meses de novembro e abril. O verão é quente, úmido e potencialmente seco, enquanto o inverno é geralmente suave e chuvoso, mas com grandes índices de frio e, por vezes, de neve. A precipitação média anual, gira em torno de 750 mm e em média distribuída em 79 dias, apresentando uma quantia mínima no verão e um índice elevado no outono.

Costumes locais e legislações específicas

Legislação local        

Visitantes e turistas estão submetidos às leis e ao ordenamento jurídico de italiano e, portanto, casos de violação penal são encaminhados às autoridades policiais e judiciais italianas. Não há instituições prisionais dentro da Cidade do Vaticano.
Aconselha-se ao visitante brasileiro a leitura cuidadosa do item "Costumes locais e legislações específicas" na página sobre a Itália do Portal Consular:
http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/seu-destino/italia

Identificação

Recomenda-se que cidadãos brasileiros portem, a todo momento, cópia do passaporte brasileiro, deixando o original em local seguro, para evitar perdas ou furtos. Autoridades vaticanas podem requisitar, a qualquer momento, prova de identificação aos visitantes.

Vestuário

Para o ingresso em qualquer instalação, o Vaticano recomenda o uso de vestimenta compatível com o decoro observado em sítios religiosos.

Feriados vaticanos  

Os feriados abaixo são observados pelas instituições da Cúria Romana e da Cidade do Vaticano e não afetam, necessariamente, a abertura dos Museus Vaticanos e da Basílica de São Pedro e as audiências públicas do Papa:

1 de janeiro - Ano Novo (Nome local: Capodanno)
6 de fevereiro - Epifania (Nome local: Epifania)
11 de fevereiro - Aniversário da Independência
13 de março - Aniversário do início do pontificado do Papa Francisco
19 de março - São José (Nome local: San Giuseppe)
variável - Páscoa
1 de maio - Dia do Trabalho (Nome local: Festa del Lavoro)
variável - Quinta-feira da Ascensão
variável - Corpus Christi
29 de junho - São Pedro e São Paulo (Nome local: San Pietro e San Paolo)
15 e 16 de agosto - Assunção de Nossa Senhora (Nome local: Assunzione della B.V. Maria)
1 de novembro - Dia de Todos os Santos (Nome local: Tutti i Santi)
8 de dezembro - Imaculada Conceição (Nome local: Immacolata Concezione)
25 de dezembro - Natal (Nome local: Natale)
26 de dezembro - Santo Estêvão (Nome local: Santo Stefano)

Penalidades que destoam das leis brasileiras

A Constituição Federal brasileira de 1988 proíbe a pena de morte (em tempos de paz), prisão perpétua, banimento, trabalhos forçados e quaisquer outras penalidades consideradas cruéis. Nessa linha, o Brasil é membro do Protocolo da Convenção Americana de Direitos Humanos para a Abolição da Pena de Morte (ratificado em 13 de agosto de 1996).

No ordenamento jurídico interno de outros países, as penalidades previstas podem ser bem distintas daquelas permitidas no Brasil. Recorda-se  que cidadãos brasileiros em viagem ao exterior estarão sujeitos às leis do país em que se encontram, podendo ser condenados, inclusive, a penas proibidas no Brasil. 

Visitantes e turistas estão submetidos às leis e ao ordenamento jurídico italiano e, portanto, casos de violação penal são encaminhados às autoridades policiais e judiciais italianas. Aconselha-se ao visitante brasileiro a leitura cuidadosa do item "Penalidades que destoam das leis brasileiras" na página sobre a Itália do Portal Consular:
http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/seu-destino/italia.

Informações adicionais

IMPORTANTE: A relação de fontes para leitura adicional é meramente indicativa. O Itamaraty não se responsabiliza pelo conteúdo do material indicado.

 

O Estado da Cidade do Vaticano, embora seja um Estado soberano, constitui-se em uma pequena fração (0,45 Km2) da cidade de Roma. Assim, recomenda-se a eventuais visitantes ao Vaticano atenção às informações constantes na seção dedicada à Itália do Portal Consular. 

 

Recomenda-se leitura da seção Guia de países para verificar se há mais informações sobre o destino escolhido.

 

Para informações sobre as relações diplomáticas do Brasil com o Vaticano clique aqui.

Fim do conteúdo da página